03/12/2014

ILWMB: Capítulo 23 - Jarlotte is forever - Fim

| |
"É como um anjo que apareceu e me levou para o paraíso (como você me levou para o paraíso, garota). Porque quando em seus olhos não poderia ser melhor (eu não quero que você vá, oh não, então). Então deixa a música explodir isso, nós vamos fazer a nossa dança, elogiar os que duvidam, eles não importam. Porque essa vida é longa, e esse amor é muito forte, então baby, não tenha dúvidas que eu nunca vou deixar você ir."
(Never Let You Go - Justin Bieber)

Atlanta - Geórgia, julho de 2022, 5 anos depois, Justin POV
Megan corria pelo quintal junto com seu filhote de Husky. Sua risada contagiava o local e era impossível não rir junto com ela. Charlotte estava deitada em uma espreguiçadeira do meu lado, lendo a nova edição da Seventeen, a revista para a qual ela escrevia. Agora ela tinha uma coluna exclusiva só pra ela na revista e ela também tinha um blog, onde falava sobre coisas femininas. Ela tinha se tornado uma mulher mais incrível ainda em sua carreira, finalmente tinha realizado seus sonhos.
Charlotte: O que foi? - Perguntou ao ver que eu a fitava.
Justin: Nada, só to pensando.
Charlotte: Um beijo pelos seus pensamentos. - Ela falou sorrindo e eu não pude deixar de rir.
Justin: Só se for dois.
Charlotte: Beijos infinitos! - Ri novamente. Deixou a revista de lado e deitou na mesma espreguiçadeira que eu. - E então? Posso saber agora? - Falou se aninhando nos meus braços.
Justin: Só estava pensando no quanto minha vida mudou desde que você entrou nela e o quanto eu sou sortudo. Você me proporcionou coisas que eu nunca imaginava que iria ter e eu não consigo expressar o quanto sou grato por isso. - Disse olhando para Megan que agora estava deitada na grama junto com Nick, o cachorro. - Eu te amo. - Passei a olhar Charlotte nos olhos. - Te amo muito. - Ela sorriu.
Charlotte: Droga, Justin, você sabe que sou péssima com esse negócio de responder declarações de amor! - Me deu um tapa fraco que me fez rir. - Mas pode ter certeza que eu sinto o mesmo que você, talvez até mais. Te amo, te amo, te amo! - Falou em meio a vários selinhos, que depois viraram um beijo calmo e apaixonado. Era ótimo sentir a sensação do beijo dela.
Megan: Vamos nadar! - Nossa princesa pulou em cima de nós dois, atrapalhando nosso "momento romântico" e nos causando risadas.
Charlotte: Acho que alguém está bem sujinha. - Falou tirando uma folha que estava no cabelo dela, a fazendo rir.
Megan: Preciso ir na piscina!
Justin: Então vamos. - A peguei no colo e ela comemorou. Entrei na piscina com ela e Nick entrou depois. Ele não largava Megan nem por um minuto, era o tempo todo atrás dela.
Megan: Vem, mamãe! - Gritou chamando Char com as mãos.
Charlotte: Já vou, meu amor. - Ela disse se afastando, o que me fez rir.
Justin: Acho que vou ter que buscar ela. - Falei no ouvido de Megan, que riu. Coloquei ela sentada na beirada da piscina e saí, indo até Charlotte, que tentou correr, mas sem sucesso. A peguei no colo e pulei com ela na piscina.
Charlotte: Eu não acredito que você fez isso, Justin Drew Bieber! - Ela gritou e eu ri, assim como Megan.
Justin: Adoro quando me chama pelo meu nome todo. - Falei com uma voz de safado a puxando pela cintura.
Charlotte: Para com isso, Megan está aqui! - Ela riu se afastando e indo buscar Megan.
Eu nunca conseguirei parar de amar essas duas.

Noite do mesmo dia
Charlotte POV
Megan: Eu vou poder subir no palco? - Ela tagarelava enquanto eu terminava de arrumá-la. Nós iríamos à um show de Justin. Era um show pequeno, organizado por uma emissora de TV e era apenas para os ganhadores de um sorteio. Justin estava muito animado com isso, porque ele estaria voltando para a carreira depois das "férias" de três que ele tirou para passar mais tempo com Megan, que também estava muito animada porque seria o primeiro show do pai que ela iria. 
Charlotte: Você precisa falar com o papai. - Disse calçando seus sapatos.
Megan: E vai ter muita gente? O papai é muito famoso?
Charlotte: Não vai ter muita gente porque é um show exclusivo, mas seu pai é muito famoso sim. Ele já lotou estádios pelo mundo todo. - Falei segurando sua mãozinha e a ajudando a descer da cama.
Megan: Uau. - Seus olhinhos brilharam e eu não pude deixar de sorrir. - Depois você me mostra fotos?
Charlotte: Mas é claro, meu amor. Quando nós chegarmos eu te mostro. - Ela assentiu, se dando por satisfeita. Nós caminhamos até a sala, onde um dos guarda-costas do Justin nos aguardava. - Estamos prontas. - Falei.
xxx: O carro já está à espera. - Ele fez um sinal para seguirmos e assim fizemos.
[...]
Megan: Papai! - Ela gritou assim que o viu e correu até ele, que já estava com os braços abertos para abraçá-la. Eu adorava a relação que os dois tinham, me fazia agradecer mais ainda por ser tão sortuda e tê-los na minha vida.
Justin: Oi meu amor. - Falou dando um beijinho na bochecha dela. - Você está linda. - Ela sorriu. - E sua mamãe também. - Disse assim que eu cheguei perto dele e eu lhe dei um beijo.
Charlotte: Obrigada. Tá preparado pra voltar aos palcos? - Perguntei.
Justin: Um pouco ansioso, mas preparado. - Disse colocando Megan no chão e ela correu para perto de Alfredo. Ela o adorava. - Eu sempre to preparado. - Falou me puxando pela cintura e colando nossos corpos.
Charlotte: Você é incrível. - Ele sorriu.
Justin: Eu sei disso.
Charlotte: Babaca, não posso nem elogiar. - Ele riu e então aproximou seu rosto do meu, juntando nossos lábios.
Justin: Eu preciso ir. - Falou assim que separamos nossos lábios. - Mas daqui a pouco nos encontramos de novo. - Me deu um selinho. - Daqui a pouco mesmo. - Me deu mais um selinho e afastou seu corpo do meu.
Charlotte: Ta bom, acho que posso te esperar. - Falei sorrindo e ele riu, me dando mais um selinho.
Justin: Nos vemos depois. Tchau. - Me abraçou rapidamente e saiu apressado pelos corredores. Caminhei até onde Alfredo e Megan estavam e fiquei ali com eles até Pattie, Sarah, Caitlin e os outros chegarem. Depois disso nós fomos para nossos lugares no backstage, local de onde veríamos o show.
[...]
Justin cantou várias músicas, desde as antigas até as mais novas. Os fãs estavam animados, Justin estava animado, o clima estava ótimo. Era impossível não ficar feliz vendo a relação maravilhosa entre fã e ídolo que Justin tinha com suas Beliebers. Ele as amava muito e era possível ver isso apenas pelo seu olhar. Eu nunca tinha assistido um show tão emocionante como esse.
Antes de cantar Believe - a música que encerraria o show - Justin começou a falar e todos fizeram silêncio para prestar atenção em suas palavras.
Justin: Sabe... - Ele deu uma pausa e começou a andar pelo palco. - Eu nunca imaginei que eu me tornaria quem sou hoje. Há cerca de oito anos atrás eu era apenas um moleque que odiava o fato de algum dia se tornar famoso e olha onde estou. - Ele riu fraco. - Estou vivendo a melhor vida que alguém poderia viver e eu sou grato a cada um de vocês. Todas as Beliebers que se mantiveram ao meu lado mesmo depois de tudo que eu passei, mesmo depois de todas as reviravoltas que tive na minha vida e mesmo depois de todos os acontecimentos felizes. Vocês são as melhores fãs do mundo e eu sou grato por cada um de vocês. Graças à vocês e àquelas pessoas ali - Ele apontou e um holofote iluminou todos nós. - eu me tornei o que eu sou. Eu, além de ter os melhores fãs, também tenho a melhor família e os melhores amigos. - Sorri. - Eu definitivamente sou um cara de sorte. - Meu sorriso se abriu mais ainda. Nós também éramos sortudos por ter ele na nossa vida. - A música que vou cantar agora é pra todos vocês, mas antes de começar eu queria chamar uma pessoa pra me ajudar. - Ele sorriu passando a olhar pra nós. - Meg, você me ajuda? - Ela assentiu freneticamente e soltou suas mãos da minha, correndo até o pai, que a pegou no colo e sentou em um banquinho. O púbico agora gritava e Meg não parava de sorrir um minuto. Ela não se sentia intimidada, pelo contrário, parecia se dar muito bem com a plateia.

I don't know how I got here
I knew it wouldn't be easy
But your faith in me was so clear
It didn't matter how many times I got knocked on the floor
But you knew one day I would be standing tall
Just look at me now

Justin começou a cantar e foi impossível não rir quando Megan o acompanhou. Sua vozinha fina em contraste com a do Justin estava engraçado, mas era impossível dizer que ela não tinha jeito pra isso. Megan puxou o pai em relação à essas coisas.
Tracy: Olá. - Ela sussurrou no meu ouvido e eu praticamente pulei em seus braços. Tinha meses que eu não a via e quando fiquei sabendo que ela viria eu fiquei super feliz, mas não esperava que ela chegaria na hora do show.
Charlotte: Ai meu Deus, Tracy. Que saudade. - Falei a apertando mais no meu abraço. - Não esperava que você chegaria agora.
Tracy: Nem eu. Estava tudo planejado pra eu chegar de madrugada, mas consegui vim mais cedo. Também estava com saudade. - Ela falou e eu dei mais um abraço nela.
Caitlin: Tracy! - Ela gritou e então as duas se abraçaram. Depois foi os meninos, Pattie e quando demos por nós, já estávamos todos no meio de um abraço coletivo ao som de Believe. Como eu amava essas pessoas.
[...]
Justin: Eu arraso, né? - Ele falou enquanto caminhávamos até o carro. Um de seus braços estava em torno da minha cintura e o outro estava sob os ombros de Pattie. Megan estava no colo de Chaz e ria de algo que Ryan tinha falado.
Pattie: Claro que você arrasa, é meu filho. - Ri.
Justin: Tem razão. - Depositou um beijo na bochecha dela, que sorriu.
Depois disso o celular de Pattie apitou e ela o pegou, sorrindo depois de ler a mensagem.
Pattie: Tem uma surpresa lá em casa. - Eu e Justin nos entreolhamos desconfiados. O que Pattie estava escondendo?
Após a SUV de Justin cruzar rapidamente o portão da casa de Pattie e estacionar, nós descemos e pudemos ver dois jovens sentados na varanda da casa, rindo animados. Era impossível não reconhecê-los.
Justin: Jazzy! Jaxo! - Ele gritou, correndo até os dois e os abraçando.
Jazmyn e Jaxon agora eram dois adolescentes, com 15 e 14 anos, respectivamente. Era até incrível pensar que eu vi os dois crescerem e se tornarem o que são hoje.
[...]
E ao redor da mesa de jantar todos falavam sem parar, era preciso esforço para se concentrar em uma conversa. Eu conversava com Caitlin e Tracy, estávamos colocando o papo em dia, já que tinha muito tempo que não fazíamos isso. Tracy contava sobre todas as experiências que viveu depois que virou cantora, Caitlin falava sobre seu trabalho como modelo e eu sobre a minha vida como mãe. Era ótimo conversar com as duas novamente.
Ao terminar o jantar, todos fomos para a área da piscina, onde nos sentamos pelos bancos e espreguiçadeiras que havia ali para conversar. Jaxon e Jazzy estavam sentados no chão com Megan, brincando com ela, e a risada deles ecoava pelo local. Justin dividia um dos bancos comigo e suas mão estavam entrelaçadas na minha.
Diana: Vocês são muito bonitinhos juntos. - Ela falou sorrindo e eu sorri em resposta.
Charlotte: Obrigada, vó. - Falei. Eu era acostumada a chamar ela e Bruce de vó e vô.
Justin: Nós somos lindos juntos. - Rimos.
Christian: E muito convencidos. - Justin olhou com cara de deboche pra ele, o que nos fez rir mais uma vez.
Justin: Não precisa ficar com ciúmes, benzinho. Meu coração também é seu. - Falou acariciando a perna de Christian, que se afastou com cara de nojo.
Chaz: Você precisa resolver isso logo, cara. E como fica eu e Ryan?
Justin: Tem Justin pra todo mundo. - Falou abrindo os braços e os meninos pularam em cima dele. Acho que meus amigos não tinham a cabeça no lugar.
[...]
Todos tinham entrado para assistir um filme e apenas Justin e eu sobramos. Estávamos em silêncio, apenas curtindo a presença um do outro, até que Justin decidiu falar.
Justin: Nunca pensei que minha vida tomaria esse rumo. - Passei a observá-lo. - Você me fez o cara mais feliz do mundo. - Sorri.
Charlotte: E você me fez a mulher mais feliz do mundo. É até estranho pensar em como as coisas mudaram desde aquela viagem pro Texas.
Justin: Imagina se nós tivéssemos conseguido fazer com que Pattie nos deixasse em casa? Acho que nunca ficaríamos juntos. Ainda bem que fomos.
Charlotte: Lembro até hoje quando demos aquele selinho no meu quarto no Texas. Ficamos super vermelhos. - Nós rimos. - E o primeiro beijo de verdade na casa do Ryan.
Justin: Ele pegou a gente no flagra. - Rimos novamente. - Mas nunca me esquecerei da primeira vez que fizemos aquelas coisinhas. - Ele me olhou com cara de safado, me causando uma crise de risos. Ele era ridículo.
Charlotte: Você só pensa nessas coisas?
Justin: É impossível não pensar quando você está por perto. - Ele falou sorrindo e me puxando para um beijo.
Nós estávamos concentrados no beijo quando sentimos alguém se aproximando. Ao nos separarmos demos de cara com um par de olhos castanhos nos observando.
Charlotte: Ei, Meg. O que houve? - Falei abrindo os braços para pegá-la no colo.
Megan: Tá chato lá, ninguém para de conversar pra ver o filme. - Eu e Justin rimos. - Eu quero ficar aqui com vocês. - Ela disse cruzando os braços.
Justin: Apesar de você ter atrapalhado, você pode ficar. - Justin falou e eu o olhei com cara de reprovação. - Que foi? - Revirei os olhos.
Charlotte: Você não atrapalhou nada, Meg. - Falei dando um beijinho nela. - Seu pai que é doido.
Justin: Doido de amores pelas mulheres da minha vida. - Ele disse fazendo cócegas em Megan, que não conseguia parar de rir.
Ver os dois tão felizes era suficiente para acabar com qualquer coisa ruim que eu estivesse sentindo, eles eram meu ponto de paz, o meu refúgio de todos os haters. Isso pode soar muito clichê, mas eu não consigo encontrar outro modo de descrever o quanto eles são importantes para mim.
Megan Williams Bieber e Justin Drew Bieber eram as pessoas mais importantes do mundo pra mim, eu não consigo me imaginar em um mundo onde eles não existam, eu não seria capaz de viver sem eles.
Mesmo com todas as coisas que aconteceram e acontecem, eu não me arrependo de nada. Não me arrependo de ter me envolvido com Justin, de ter causado confusões na vida de muitas pessoas, de ter feito Beliebers irem contra o Justin, não me arrependo de nada. É por causa de todos esses acontecimentos que eu sou quem sou hoje e eu tenho muito orgulho de tudo.
Muito obrigada a todos que acompanharam minha história, eu amo cada um de vocês e lembre-se:

Jarlotte is forever

The end.


AI MEU DEUS, AI MEU DEUS, AI MEU DEUS, AI MEU DEUS, AI MEU DEUS, AI MEU DEUSSSSSSSS
NÃO ACREDITO QUE FINALIZEI ILWMB!!!!!!
MAIS DE UM ANO ESCREVENDO ESSA FIC DESDE A PRIMEIRA TEMPORADA <3
ME APEGUEI MUITO A ELA :(
ACREDITO QUE FOI A FIC QUE MAIS TROUXE LEITORES PRO BLOG :D
ESPERO QUE VOCÊS TENHAM GOSTADO E AMADO ISDHFIESDHFBEWUDHWD
AINDA NÃO TO ACREDITANDO!
ENTÃO, GENTE, VOU COMEÇAR A POSTAR OUTRA FIC EM BREVE E ESPERO QUE VOCÊS GOSTEM DELA TAMBÉM RSRSRSRS
LOGO, LOGO POSTO A SINOPSE
POR HOJE É SÓ E LEMBRE-SEEEE
JARLOTTE IS FOREVER, BITCHES! NEVER FORGET THAT!
<3333333


5 comentários:

  1. NÃO CREIO :( VOU SENTIR MUUITA FALTA :'( QUE PFT ! CARACA :0 NÃO QUERO QUE ACABE :( JARLOTTE IS FOREVER <3

    ResponderExcluir
  2. AHHHHHHHHHHHH MEU DEUS QUE PERFEIÇÃOOOOOOOO! VOU SENTIR FALTA DESSA FIC, POXA! TENHO CERTEZA DE QUE A PRÓXIMA VAI SER MELHOR AINDA, VOCÊ ESCREVE MUITO BEM! AMO FORTE <3<3<3<3<3<3<3

    ResponderExcluir
  3. AAAAH MDS NÃP CREIO A MELHOR FANFIC DE JARBARA OPS JARLOTTER QUE EU JA LI MDS VC E PERFEIITA EC PERFEITAMENTE BEM TA OKAY BYE VOU ME INTERNAR NA CLINICA POS ULTIMO CAPITULO DE FANFIC ADEUS

    ResponderExcluir
  4. Li a ib inteirinha desde a 1 temporada em um dia o_0 é isso mesmo produção??? Kkk mas valeu a pena Aaaamei de paixão

    ResponderExcluir
  5. Melhor fanfic do mundo, nunca, nunca, nunca vai existir fic melhor 😭 já li 13 vezes e nau me canso ❤️❤️ bia vc é a melhor

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.