15/08/2014

Only Best Friends Second Season: Capítulo 27 - Epílogo

| |

 Dezessete anos depois   |    Narrado em terceira pessoa
Brian sempre foi muito parecido com o pai, tanto fisicamente como a forma de ser. Mas, definitivamente, ele nunca ficou tão idêntico a Justin vestido de terno. Isso o mundo todo tinha que confirmar. O jovem herdeiro de tanto talento – e dinheiro – chamava a atenção por onde passava, arrasava os corações não apenas das fãs, mas ate de mulheres muito presentes nos tabloides.
Ele tinha que admitir; gostava de ser desejado pelas garotas. Brian já tivera muitos affairs em seus vinte e três anos, mas nenhuma se assimilava a sua paixão que sentia pela amiga Jessie.
Apesar de levar jeito para a musica, Brian não quis seguir os passos do pai, então se tornou ator. Não daqueles que começam com um filme pequeno e que não faz nenhum sucesso para depois ser o protagonista de um fenômeno de loteria. Ele começou sua carreira já explodindo em uma serie sobrenatural onde ele era o papel mais importante – e consequentemente mais paparicado.
- BRIAN, O LENOR IRÁ FICAR COM MOLLY OU COM A ANNIE?
- BRIAN É VERDADE QUE VOCÊ ESTA SAINDO COM A FILHA DA KENDAL JENNER? 
- BRIAN, SEU CUNHADO É BOM O SUFICIENTE PARA SUA IRMÃ?
- BRIAAAAAAAAN!
Ele podia amar ser reconhecido, mas tinha que admitir, odiava aquela gritaria. E por que diabos ele estaria saindo com uma Jenner? Nada contra elas, ele achava todas muito lindas, mas... no requisito “mulher” Brian também não queria seguir os passos de Justin Bieber.  Com certeza não. 

- Você esta ótima, pare de paranoia! – Katherine disse pela octogésima nona vez para Sophie – Não tem nada de errado com sua roupa, muito menos com sua maquiagem filha. Você esta linda!
- Okay, eu vou acreditar – Sophie respondeu olhando para a mãe pelo espelho da penteadeira de seu camarim – Daniel já chegou?
Kath olhou para seu celular, provavelmente no twitter da premiação para verificar se o garoto já tinha chegado ao evento.
- Ainda não, provavelmente ele vai vir com o pai – Sophie assentiu e voltou a se encarar no espelho, ela tinha que admitir que estava bonita, mas não era como se fosse a única garota naquele lugar que fosse louca por seu namorado. Daniel já havia dito quem ele achava bonita no mundo dos famosos, e Sophie tinha que concordar que as filhas da Avril Lavigne, Demi Lovato e Katy Perry eram bonitas. Blue Ivy também era linda, mas ela parecia estar mais interessada em Brian do que em Daniel.
- Eu vou te deixar alguns minutinhos sozinha, esta bem? Você precisa se acalmar, esqueça que em uma hora você esta fazendo sua primeira apresentação em uma premiere! – Katherine depositou um beijo na testa da filha e em seguida saiu do camarim deixando-a sozinha com seus pensamentos.
Um bipe no cômodo silencioso, fez com que Sophie desse um pulo e agarrasse seu celular imediatamente para ver quem tinha lhe mandando uma mensagem. Daniel, ela sorriu ao ver o nome do namorado piscando. Desbloqueou a tela do aparelho e leu o torpedo.
“Está preparada? Acabei de chegar e vou logo avisando, esta lotaaaaaaado!”
“Humf! Obrigado por me deixar mais desesperada!”
“Tenho certeza que você vai arrasar... você sempre arrasa... e eu amo você!” 

- Essa noite teremos apresentações incríveis, pessoal! – a repórter Lindsay dizia, enquanto narrava todos os acontecimentos da premiação para os internautas, ao seu lado estava seu amigo e fiel companheiro de trabalho, Cauê – E em especial a que eu creio ser a mais esperada da noite, Sophie Bieber! – Lindsay exclamou animada e com os olhos arregalados encarando o câmera man á sua frente – Eu conversei com ela logo que chegou aqui no evento e Cauuuuuê  ela é uma fofa, super bem humorada
- Ela é muito parecida com a mãe não é mesmo? – Cauê disse pensativo e a mulher ao seu lado assentiu freneticamente – Já Brian faz o tipo galanteador... muito igual ao pai!
Lindsay gargalhou ao notar o brilho que havia nos olhos castanhos do amigo, ás vezes ela se esquecia do quão gay ele era! E quando o assunto era Justin e Brian o fogo – mais conhecido como tesão – triplicava e Cauê se exaltava demais. Talvez seja por esse motivo que nunca o submeterem a entrevistar os Bieber’s.
- E eu já ia me esquecendo – continuou Lindsay – Hoje de tarde nós tivemos uma noticia maravilhosa, eu fiquei de boca aberta com aquela foto – Cauê assentiu
- Não imaginava que aqueles dois esconderiam tão bem o relacionamento não é mesmo? Ainda mais por Daniel ser um jovem muito paparicado pela mídia, e também pela famosa fama que o pai teve na adolescência... nós sempre acreditamos que Daniel seria igual ao pai, como podemos dizer....
- Hum, galinha? Pegador? Bom isso nós sabemos que Daniel não é e esperamos que ele nunca seja, ainda mais agora namorando uma garota linda como Sophie, eu estou apaixonada por esse casal.
- Quem deve estar comemorando isso é o Niall hein? – Cauê disse sorrindo e a amiga assentiu – Ele que sempre deixou claro que era fã tanto do Justin como da Demi e agora vendo o “sobrinho” namorar uma Bieber.
- Eu achei legal! Acho que ninguém esperava que Sophie Bieber e Daniel Styles iriam namorar, mostra a foto ai para gente produção!
Na tela – de quem assistia a premiação pela internet ou ate mesmo pela televisão – apareceu uma foto de um casal, um garoto de cabelo castanho escuro e um pouco cacheado vestindo apenas bermuda, abraçava uma garota de cabelo loiro e comprido que vestia uma blusa – que nela ficava como um vestido - azul escura, claro que todos entenderam muito bem que aquela blusa era de Daniel e que pelo fato de Sophie estar escorada na sacada de um apartamento e usando a blusa do namorado, eles tiveram uma noite e tanto, por assim dizer.
Para não criar aquela ladainha de quem assumiu a namoro, Sophie e Daniel postaram a mesma foto, em todas as redes sociais possíveis, e com a mesma legenda, aquela três palavrinhas tão usadas e tão clichês: “Eu amo você”. Isso fez com que o mundo de milhares de garotas e garotos desabasse, mas todos tinham que admitir: eles combinavam meu Deus! Imagina o que sairia ali, caso ambos decidissem se casar e ter cinquenta e sete filhos; Sophie tinha olhos azuis e era loira, Daniel – não diferente do pai – era um cara lindo dos olhos verdes.
O mundo e os coraçõezinhos das próximas fãs que se preparem! E nem precisamos falar na junção de Brian com uma modelo... ou ate mesmo Jessie, ela era realmente muito linda.
- Okay! Chega de papo mole e vamos para o que interessa, as apresentações começará em alguns minutinhos... 

Foi com dois de três prêmios concorridos que Sophie voltou para casa, Brian ganhou um premio de melhor ator coadjuvante com um filme que ele havia feito ano passado e também um premio relacionado a serie que ele fazia.
Justin ainda cantava, claro, mas ele não estava concorrendo a nenhuma categoria. Ele havia feito um turnê pequena apenas pela America do Norte no começo de ano, já no ano retrasado viajou mundialmente com a sua turnê Always Together.
 - Eu nem acredito nisso, Bry! – Sophie disse alegre, se jogando no sofá – Sério, você viu aquelas garotinha gritando meu nome? Elas são tão fofas! – ela colocou as mãos na bochecha e soltou um gritinho animado. Brian apenas a encarava rindo, ele não tinha uma irmã bem da cabeça.
- É porque você não viu a cara do Daniel, ele ficou tipo “ai, minha namorada é linda” – Bry afinou a voz e levou um almofadada na cara por conta disso.
- Não zoe o meu namorado, idiota! Ele é uma graça
- Vocês são muito melosos, isso sim!
- Como se você não se tornasse um bichinha quando esta com Jessie, sério Brian você consegue superar minhas expectativas sobre sua masculinidade – Sophie gargalhou alto quando o irmão jogou a mesma almofada nela – Você devia é abrir o olho, um mulherão daquele, hum, deve chover homens para ela. 
Brian fechou a cara no mesmo instante e se levantou resmungando.
- Vá se ferrar! – ele murmurou para a irmã e subiu as escadas de casa indo ate o seu quarto. Sophie riu dando de ombros e ficou admirando seu premio que estava em cima da mesa de centro. Era surreal para ela, em sua primeira premiação que participava ela recebia um premio tão importante como aquele.
- Álbum do ano – ela sussurrou e riu em seguida. 

- Amanha a Sophie tem uma entrevista e Brian... bom ele esta de folga, então já é de se imaginar que ele ficará na casa da Jess – dizia Katherine encarando o celular, enquanto Justin terminava de se secar.
- Então teremos um dia sozinhos? – ele perguntou sorrindo malicioso e Kath revirou os olhos. 
- Fala sério Justin, acho que já passou da hora de você sossegar esse pinto seu! – Bieber a olhou incrédulo e ela deu de ombros, era verdade oras, Katherine não era de ferro, para ela três vezes na semana estava ótimo, não? Já para Justin três vezes na noite era pouco, definitivamente.
O método sexual perfeito para Justin Bieber seria: três vezes na noite nos sete dias da semana, ainda sem contar com as rapidinhas que ele insistia em ter, nos lugares mais inapropriados.
- Eu ainda nem cheguei na terceira idade, amor! Que absurdo! – ele se jogou na cama ao lado da esposa e sorriu quando a mesma se aconchegou em seus braços – Eu só estou com quarenta e três anos – murmurou e Kath riu
- Um velho babão para o meu gosto – ela murmurou e fingindo não escutar o que ela disse, Justin puxou o corpo de Katherine para o lado e a colocou em cima de seu colo, ele se sentou e encostou-se à cabeceira da cama.
- Você é apenas um ano mais nova e sempre é muito resistente nas nossas noites!
- Isso é muito estranho
- O que é estranho? – ele perguntou encarando-a nos olhos
- Essa liberdade que temos para falar de sexo com um com outro – ela deu de ombros, Kath se sentia estúpida por estar dizendo aquilo por que sabia que não fazia sentido algum – Sei lá, nós temos dois filhos já grandes e... não sei, é estranho.
- Como se eles não soubessem o que é sexo, serio amor você é muito ingênua.
- Não é isso seu idiota, não é disso que eu estou falando. Quero dizer que, quando eu tinha a idade da Sophie, meus pais eram, tipo, bem fechados sobre esse assunto, era como se fosse pecado falar sobre isso quando se tem filhos.
Justin revirou os olhos, havia vezes que Katherine não falava coisa com coisa. Ele estava começando a achar que a idade esta afetando seus neurônios.
- Você não sabe o que eles faziam quando você e Thomas não estavam em casa – Katherine riu e se jogou para o lado, voltando a se deitar. Justin bufou, mas fez o mesmo, puxou o edredom e cobriu o corpo de ambos – Deixe eu te perguntar uma coisinha, a minha filha ainda é virgem, né?
Kath gargalhou e Justin a olhou sem entender nada, ou o melhor ele entendeu, mas não achou graça nenhuma naquilo.
- Depois eu que sou ingênua não é?
- Então quer dizer que...
- Sim, nossa bebe não é mais um bebe. Foi tão fofo ela contando para mim.
- Foi com Daniel? – ele perguntou um pouco carrancudo, apesar de sempre fazer essa cara, Katherine sabia que Justin gostava do genro. Ele era um cara bacana, Sophie tinha sorte de tê-lo conhecido.
Havia uma época que Bieber não aceitava de forma alguma que um menino se aproximasse de sua filha mais nova, mas com o tempo ele foi vendo que Sophie – uma garota tão linda – sempre teria pretendentes e que ele não iria conseguir protegê-la para sempre. Então a melhor coisa que Justin fez foi deixar Daniel fazer isso por ele, proteger sua filha intensamente e ai se ele partir o coração de sua princesinha.
- Por que ela não me contou? – Justin perguntou e Katherine riu.
- Brian te contou quando ele perdeu a virgindade? – Justin assentiu e Kath sorriu conformada – Pois bem, ele não me contou.
- Porque ele é homem, então conta as coisas para o pai.
- E a Sophie conta as coisas para mim. Estamos quites!
- Será que Brian e Sophie contam as coisas um para o outro?
- Os dois são tipo nós na adolescência, amor. Eles são bem chegados.
- Tenho tanto orgulho dos nossos bebes – Justin murmurou enterrando o rosto no pescoço da mulher. Katherine se esquivou para beija-lo rapidamente e depois se aconchegou nos braços dele.
- Eu também tenho – ela disse baixinho, seus olhos foram se fechando e em instantes ela estava dormindo.
[...] 
Brian saiu da cafeteria por volta das nove da manha segurando um cappucino em uma mão e na outra, o celular. Ele caminhou ate seu carro estacionado na frente do estabelecimento, entrou no veiculo e ficou completamente satisfeito pelo carro estar quente. Era capaz de alguém congelar lá fora!
Assim que girou a chave para ligar o carro, seu celular tocou, voltou a desligar o veiculo e agarrou o celular que segundos atrás ele tinha jogado no banco.
Brian sorriu alegremente ao ver o nome de Jessie piscando na tela.
- Oi Jess!
- Bry, você esta no estúdio? – perguntou animada.
- Estou de folga hoje, por que?
- Uma amiga da minha mãe doou um monte de roupas e eu estou louca para levar na ONG, mas como você sabe o meu carro esta na manutenção.
- Não tudo bem, eu passo ai em vinte minutos, okay? – falou sorrindo.
Desde que assumiram as coisas na ONG, Brian e Sophie davam o melhor de si, claro, que os pais sempre ajudavam em alguma coisa. Já Jessie sempre contribuía com as doações ou trazia visitantes para o prédio.
- Esta bem! Te vejo daqui a pouco.
Demorou cerca de meia hora para Brian chegar ao apartamento de Jessie. Ela havia mudado havia cerca de três meses, desde que começou a faculdade.
- Boa tarde Rodge – Bry falou ao velho porteiro que por sua vez acenou com a cabeça. Entrou no elevador e apertou o botão do sexto andar, quando as portas metálicas se abriram Jess já esperava pelo amigo, provavelmente Rodge havia avisado que ele estava subindo.
Brian caminhou ate ela, que estava escorada no batente da porta, e a abraçou fortemente. Era assustador como o garoto se sentia completo ao abraça-la.
- Estava com saudades – sussurrou enquanto passava a ponta do seu nariz no pescoço de Jessie, ela riu e o apertou mais ainda
- Desculpa por não termos nos visto essa semana, a faculdade esta tomando o meu tempo – Jessie se afastou de Brian e começou a caminhar em direção a sala, porem ele foi mais rápido e a puxou de volta. Apenas para abraça-la novamente – Você esta tão carente, Pequeno.
- Continuo sendo maior que você – Jessie riu e beijou a bochecha do amigo.
- Vem, eu vou te mostrar o tanto de sacolas.
Definitivamente, era muita coisa. Havia sacolas espalhadas por todos os cantos do quarto, depois roupas a sapatos. Brian sempre ficava feliz ao ver as pessoas contribuindo -Eu fiquei super feliz com isso, olha o tanto de coisas Pequeno. Eu estava dando uma olhada e são tudo roupas novas.
- Isso é maravilhoso – ele respondeu sorrindo, Jessie assentiu e colocou as mãos na cintura observando a bagunça no quarto – Vai dar trabalho para levar tudo isso, não?
Ela assentiu e torceu os lábios, pensativa.
- Bom nós podemos levar um pouco hoje e depois amanha – Bry sugeriu e ela deu de ombros.
- Me deixa descansar só um pouquinho eu estou exausta! – Jessie disse se aproximando do amigo e o abraçando.
Brian podia ser o safado que era, tinha que admitir que uma vez ou outra se aproveitava das mulheres, mas uma coisa todos podíamos ter certeza: ele não era o mesmo cara com Jessie, literalmente não. Ele se transformava. Talvez todos se transformassem quando estão na presença por quem é apaixonado.
Bry levantou Jessie no ar e ela prendeu suas pernas na cintura dele. Brian caminhou ate a cama e se sentou ali.
- Pequeno?
- Hum? – Jess suspirou e depois olhou para o garoto a sua frente, seus olhos castanhos escuros o encaravam curiosamente e ele sorriu colocando uma mecha de seu cabelo atrás de sua orelha. Jessie sorriu fracamente e abaixou o rosto encarando suas mãos, Brian levantou o rosto da amiga e a obrigou olha-lo nos olhos. Ele ficou com raiva quando Jessie colocou seu lábio inferior entre os dentes, Bry ficava se corroendo de vontade de beija-la e ela mal sabia disso.
- Não faça isso – sussurrou passando o indicador por seus lábios.
- Isso o que? – ela perguntou confusa e ele apenas suspirou, fechando os olhos rapidamente.
- Morder os lábios, não faça isso – respondeu calmamente encarando-a nos olhos.
- Por que?
- Porque isso é excitante e para ajudar você esta sentada no meu colo, então... – Jessie socou o braço de Brian e ele gargalhou – Brincadeira, é que você fica sexy assim!
- Bom saber disso – ela sorriu maliciosa e o garoto bufou arrancando um sorriso gigante dela – Você fica tão fofo com ciúmes.
- Eu não estou com ciúmes.
- Esta sim – ela disse assentindo
- Não estou não!
- Peraí que eu vou ligar para o carinha que eu fiquei semana passada – ela disse se levantando.
- Jessie para de graça – ela riu e voltou a sentar, Brian passou os braços por sua cintura e ficou acariciando suas costas.
- Você é tão lindo Brian – Jessie disse apertando as bochechas de Bry como se ele fosse um bebe, ele fez careta e se esquivou das mãos da amiga.
- É obvio que eu sou lindo!
- É admirável o quanto você puxou pro seu pai.
Jessie se perdeu em pensamentos enquanto mexia no cabelo de Brian deixando-o observa-la tranquilamente, ele amava observa-la, desde as discretas sardas que ela possuía – herança de seu pai que era ruivo – ate as pintinhas em seu pescoço. O que Brian mais amava em Jessie era o cabelo, ele era longo e em um tom castanho escuro, mas sempre que a garota ficava no sol as mechas se destacavam em um tom avermelhado, assim como os olhos dela ficavam verdes quando os raios de sol batiam em seu delicado rosto.
Brian sabia muito bem que não conseguiria conter por muito tempo a vontade de beijar sua melhor amiga. Meu Deus ele era apaixonado por ela desde os quatorzes anos. Esconder seus sentimentos nunca foi algo fácil, uma vez que ele deixava tão na cara o quanto desejava beijá-la. Como agora que Brian encarava os lábios de Jessie tão descaradamente. 
- Você ficaria com raiva de mim se eu...
- Se você me beijasse? – ela completou a pergunta arqueando a sobrancelha.
- Eu não aguento mais Jess – Bry sussurrou puxando o rosto de Jessie para mais perto do seu – Eu não aguento mais...
Brian roçou seus lábios levemente nos da amiga e enroscou os dedos no cabelo da mesma. Jessie segurou-o pelo rosto com as duas mãos e começou a distribuir selinhos rápidos e molhados pelos lábios de Bry, isso fez com que o garoto sorrisse alegremente e os virassem na cama; as pernas de Brian ficaram no meio das de Jessie que por sua vez estavam dobradas.
Ao sentir a sua língua tocando na de Brian, os batimentos de Jessie se tornaram rápidos e o seu corpo correspondia de uma forma louca aos toques do homem. Ela estava anestesiada com o seu gosto, estava ficando viciada tão rapidamente.
Jessie sempre achara que seu amigo era um pouco lerdo para notar o quão louca ela era por ele, mas agora ela entendia que ele apenas tinha os mesmo sentimentos que ela. 
A cada vez que Brian correspondia ao beijo na mesma intensidade, sem receio algum, Jess almejava ainda mais fundir seus corpos, ela sentia como se ele quisesse o mesmo já que ele fazia questão de esmaga-la contra o colchão. Isso não a incomodava, pelo contrario, Jessie gostava da sensação de ter seus corpos se roçando.
Seria muito clichê dizer que ambos pensavam em como seus lábios se encaixavam perfeitamente? Se for, eles pouco se importavam, tudo parecia conspirar ao favor deles. Desde os últimos raios de sol invadindo o quarto e deixando o apartamento escuro ate uma musica distante, provavelmente do andar de cima, que os dois reconheceram ser da Blue Ivy.
Jessie riu entre o beijo e Brian sorriu entendendo o porque. Era um tanto irônico não? Justo ele ali, prestes a transar com sua melhor amiga – por quem ele era louco – ao som de Blue Ivy? Justo Blue Ivy? Aquela cantora por quem ele é gamado, aquela que, quando pequeno, ele dizia que iria ser a mãe de seus filhos.
Assim como Justin dizia que a mulher da vida dele era a Beyonce.
E agora pai e filho, completamente apaixonados pela melhor amiga.
Brian mordiscou o lábio inferior de Jessie e em seguida puxou-o em sua direção, fez isso ate a garota abrir os olhos e o encarar profundamente. Ele passou a língua pelo lábio dela e ela abriu mais sua boca para poderem voltar se beijarem, dessa vez de forma mais carinhosa. Jessie arranhava fracamente a nuca de Brian e ele apertava vez ou outra a cintura dela dando a entender que ele estava gostando de suas caricias.
- Por que você demorou tanto para fazer isso? – ela sussurrou quando o amigo levou os lábios ate o seu pescoço.
 - Se você não correspondesse ao que eu sentia, nós...
- Você é tão lerdo Brian – ela grunhiu esbarrando sua boca na dele – Eu sou louca por você – Jessie disse desesperada e Bry voltou a beija-la, apertou a coxa dela e pressionou mais o quadril dele contra o dela, arrancando um gemido de ambos.
- Eu te amo tanto Jess, e eu estou louco para fazer amor com você – Brian disse enquanto beijava e mordiscava o pescoço de Jessie, ela arfou e começou puxar a blusa do amigo para cima, ele se afastou dela e levantou os braços e jogou para o alto aquele pano inútil. Brian ficou de pé e também tirou a calça jeans que vestia, uma vez apenas de cueca, ele engatinhou ate Jessie e puxou o short que a mesma vestia deixando-o apenas de calcinha e blusa. Ele a observou se sentar na cama e puxar a blusa para cima ficando agora apenas de lingerie. Ela esta mais gostosa que nunca, ele pensou e sorriu para a amiga que retribuiu. Estou completamente duro só de imaginar como será estar dentro dela.
Brian pulou em cima de Jessie e foi diretamente tirar o sutiã da garota, ao jogar aquele pedaço de pano no chão, Bry olhou atentamente para os seios de Jessie e passou a língua pelos lábios.
- Brian, vamos logo com isso – Jessie disse arfando, ele levou a boca ate o seu seio esquerdo e o direito ficou sob atenção da mão do garoto, Bry mordiscou e lambeu o mamilo da amiga e os gemidos de Jessie o incentivava a continuar.
- Me desculpe, mas não vou aguentar as preliminares.
Jessie assentiu com os olhos fechados e Brian ri ao notar o seu desespero. Ele não podia negar, estava tão desesperado quanto ela.
Os dedos em sua cintura e puxando sua calcinha, fizeram com todo o corpo de Jessie estremecesse. Seus toques eram tão calmos e ao mesmo tempo intensos, tornando as coisas mais quentes. Jess sentiu Brian arrancando a cueca e ela foi ate o centro da cama, segundos depois ele se posicionou em cima da garota e agarrou a cintura da mesma.
- Eu não tenho camisinha aqui – ele disse se lembrando
- Eu tomo anticoncepcional depois
- Okay... espera você não é virgem né?
- Claro que não Brian, agora anda logo com isso!
- E você nunca me contou Jessie? – Bry perguntou abismado
- Pelo amor de Deus Brian, nós não vamos discutir sobre a minha vida sexual bem agora né? – ela perguntou encarando-o seriamente. Brian parou e pensou por alguns segundo, bom, ela tinha razão não é mesmo? Era só olhar para a situação que ele se encontrava que você chegava na conclusão de que: ele estava extremamente duro. Dane-se se Brian não seria o primeiro dela, não é mesmo? O que importava é que era ele ai.
 - Quer saber, foda-se!
E então Brian a penetrou. E ali ele realizou o seu maior desejo, eles fizeram amor intensamente por um longo tempo. A cada segundo Bry amava mais ainda aquela mulher e ele se arrepiava toda vez que ela correspondia aos seus sentimentos. Jessie gritava de prazer e Brian se orgulhava de ser para ele que ela gemia. Seu corpo era agora a maior perdição do garoto, ele sentia que ficaria viciado para sempre naquilo, sentia que precisaria mais que qualquer coisa tê-la pelo resto de sua existência.
E quando Jessie chegou em seu limite sussurrando que amava Brian, ele teve a plena certeza de que era ela que queria. Ela seria a única na vida dele e ele na vida dela. Ficariam juntos pelo o resto de seus dias. E ninguém poderia impedir isso.
 Enquanto Jess dormia em seus braços, Bry acariciava seu rosto levemente observando todos os detalhes tão familiares para ele. Quando Jess se remexeu na cama, Brian enrijeceu o corpo com medo de acorda-la, mas sorriu quando ela o apertou mais e abriu os olhos lentamente. Ele puxou o lençol quando ela estremeceu e a abraçou mais forte para poder esquenta-la.
- Você vai dormir aqui essa noite? – Jessie perguntou com a voz abafada.
- Você quer que eu durma aqui? – Bry perguntou fazendo graça e a amiga riu fracamente e em seguida suspirou.
- Sim, eu quero.
- Eu durmo aqui então, só preciso avisar a minha mãe – ele se levantou e caminhou ate a calça que estava no chão para pegar o celular.
- Céus Brian onde esta sua cueca? – Jessie disse tampando os olhos fazendo o garoto.
- Fala sério Jess, ate parece que você não viu o meu companheiro, aqui – ele respondeu enquanto procurava o número da mãe na agenda telefônica 
- E como eu vi – ela disse rindo, sem vergonha alguma – Estou pensando em mudar seu apelido de Pequeno para Grande, o que acha?
- Meu senhor, acho que acabei de despertar o lado ninfomaníaco da minha melhor amiga – Jessie arregalou os olhos e tacou o travesseiro na direção de Brian enquanto ele ria alto – Mas ate que eu concordo com você, é meio broxante ter um apelido de Pequeno quando... – ele olhou para baixo e soltou uma risada enquanto negava com a cabeça.
- Depois eu que sou a tarada aqui – Jess resmungou caminhando em direção ao banheiro. "Vou dormir aqui na casa da Jess, okay?"  Brian não esperou a mãe responder seu torpedo, ate porque não deu já que Jessie berrou do chuveiro:
- Venha tomar banho comigo, Pequeno! 

- Boa noite crianças! - Roberta disse passando pela sala e caminhando em direção aos quartos.
- Boa noite mãe! - Daniel murmurou olhando rapidamente para a mãe e voltando a atenção para o filme que assistia. 
- Seus irmãos sempre chegam tarde? - Sophie perguntou 
- A maioria das vezes eles nem passam a noite em casa - Daniel riu fracamente e apertou mais o corpo da namorada - Eu sou o único certinho nessa casa
- Ah sim, claro! - Sophie riu quando Daniel a olhou com os olhos cerrados - Então... você já decidiu o nome do seu próximo álbum?
- Mais ou menos, estava pensando em colocar "Sophie Collins Bieber" - Sophie revirou os olhos e olhou para Daniel.
- Estou falando sério
- Eu também estou - ele respondeu risonho, Daniel acariciou a bochecha da namorada e lhe roubou um selinho - Acha melhor SCB?
- Ah tá, ajudou muito.
- Hum, você já pensou na junção dos nossos nomes? - Daniel perguntou mudando de assunto - Tipo, Dophie - ele fez careta e Sophie riu - Ou Saniel, ai credo, que horror!
Sophie gargalhou e se sentou em cima das pernas, olhou para o braço do sofá pensativa.
- Danophie - ela disse séria encarando Daniel nos olhos e explodiu em uma risada - Que bosta, como que conseguem criar isso? Dos meus pais ate que são bonitinhos... do Bry com a Jessie fica Bessie
- Isso esta muito escroto! - Daniel disse fazendo careta, ele se virou no sofá e deitou a cabeça nas pernas de Sophie 
- Soda ate que é bonitinho
- Soda?
- É, tipo, So de Sophie e Da de Daniel - ela disse como se fosse óbvio.
- Okay, Soda é muito lindo, nossos shippers são sodanators - Sophie assentiu mas em seguida gargalhou. 
- Quer saber, acho que é melhor deixarmos como antes, tipo Daniel-e-Sophie.
- Também acho. 
Depois dessa conversa estranha sobre junção de nomes, Daniel e Sophie ficaram em silêncio por um bom tempo, apenas prestando atenção no que antes estavam assistindo. 
Os olhos do garoto estavam quase se fechando por conta do cafuné que recebia em seu cabelo, Daniel adorava aquele carinho e Sophie sabia muito bem disso já que sempre que surgia uma oportunidade ela acariciava o cabelo da namorado. 
- Acho melhor nós subirmos - Sophie sussurrou no ouvido de Daniel ao notá-lo com os olhos fechados, ele resmungou mas se sentou, procurou o controle remoto e desligou a enorme televisão da sala. Sophie se levantou e caminho ate as escadas, levou um susto ao sentir os braços de Daniel a abraçar por trás, ela entrelaçou suas mãos e caminharam assim - feito patos - ate o quarto. 
Daniel fechou a porta com o pé e levantou Sophie no ar e correu ate a cama, ela riu quando ele a tombou no colchão e em seguida se jogou ao seu lado. 
- Você é louco - ela disse sorrindo, Daniel virou na cama com tudo e deitou em cima dela. Ele não esperou ela dizer nada, apenas segurou em sua cintura e em sua nuca e juntos os seus lábios. Sophie afundou seus dedos no cabelo do namorado e abriu mais os lábios ao senti-lo pedir passagem com a língua. Era sempre maravilhoso beijar Daniel, ele sabia ser carinhoso no momento certo, ser brincalhão no momento certo e também ser safado no momento certo. E ali era o momento em que ele estava sendo carinhoso, não havia malícia alguma no beijo. E talvez seja isso que Sophie mais gostava nele. Daniel tinha os lábios macios e isso tornava o beijo mais gostoso. 
- Eu amo você - ele murmurou com os olhos fechados e rocando seus nariz no de Sophie.
- Também te amo - ela respondeu e sorriu fracamente, Daniel abriu os olhos e a encarou seriamente fazendo-a corar, não gostava muito de ser encarada e ele sabia muito bem disso.
- Você é linda! - disse agora sorrindo e Sophie apenas suspirou abobalhada. 
- Olha o que você fez comigo! - murmurou e sua resposta fez com que Daniel sorrisse mais ainda. 

Um bom tempo depois   |   Cinco minutos para o Ano Novo

I love it when you just don't care  
(Eu adoro quando você simplesmente não se importa)
I love it when you dance  
(Eu adoro quando você dança)
Like there's nobody there  
(Como se não houvesse ninguém)
So when it gets har, don't be afraid 
(E então, quando ficar difícil, não tenha medo)
We don't care what than people say 
(Não nos importamos com o que dizem)

Todos dançavam calmamente ao som de Life Of The Party. Faltavam exatos cinco minutos para o fim do ano e todos estavam animados. Brian embalava Jessie em uma dança diferente do ritmo da música, por conta das vezes em que ele atacava seus lábios ou ate mesmo seu pescoço. Ela só conseguia rir e corresponder aos carinhos, por que ela estava adorando aquilo tanto como Brian estava. 
Já Daniel e Sophie dançavam de acordo com o ritmo, o rosto dela escondido na curvatura do pescoço dele e os braços envolvendo-o pelo ombro, já os dele abraçava-a pela cintura. Poderiam falar qualquer coisa, mas eles eram literalmente o casal mais fofo que já havia existido. 
Thomas segurava Jeffs no colo e Clary o alimentava com o mousse de chocolate. Ambos ria a cada careta que o pequeno filho fazia. Pois é, depois de tantos anos, reconstruindo o que haviam perdido, Tom e Clary se tornaram marido e mulher e o melhor de tudo; eles adotaram um garotinho, tiveram o filho que tanto desejaram. Justin ficava feliz pelo cunhado ter seguido o seu conselho de muitos anos atrás.
- Sabe, amor, eu estou com uma coisa em mente já faz algum tempinho - Kath disse enquanto acariciava a nuca de Justin -  Já que Bry decidiu ir morar com Jessie e Sophie quase nem para em casa por estar acompanhando o Daniel nos shows... sabe a Agatha?
Justin sorriu com a menção do nome da garotinha e assentiu encarando a mulher nos olhos. 
- O que acha de adotarmos ela? Nós temos muita saúde ainda e bom... espaço é o que não falta em casa. - o sorriso de Justin aumentou mais ainda, se isso era possível, e Katherine riu fracamente.
Agatha era uma garotinha linda que chegara a pouco tempo na ONG, mas que não demorou para conquistar o coração tanto de Justin e de Kath como dos filhos dele. Ela havia sido abandonada pelos pais e tinha dois aninhos e era cheia de saúde e energia. 
Mais o que chamava tanta atenção era a sua beleza desde pequena, Agatha era negra e tinha os olhos iguais ao de Justin, castanhos igual a mel.
- Você esta falando sério? - ele perguntou
- Sim.
- Esta querendo ser tipo a Angelina Jolie e o Brad Pitt? - Katherine riu 
- Se você quiser... 
- BRIAN! SOPHIE! - Justin gritou e os filhos o encararam confusos, ele fez um sinal para que se aproximassem e assim os dois fez
- Aconteceu algo?
- Aconteceu - Justin disse abraçando Katherine de lado - Nós vamos adotar Agatha
Sophie arregalou os olhos e gritou enquanto pulava, já Brian tinha um sorriso gigante estampado no rosto. 
- Não acreditooooooo! Nunca mais saio de casa, aquela menina é um amor - disse Sophie.
- Tenho certeza que ela vai ficar muito animada - acrescentou Bry. 
- E CINCO - o grito da multidão tiraram a família da conversa, Sophie soltou mais um gritinho e correu ate Daniel que a abraço por trás e Brian sorriu corado para os pais - QUATRO
- Bom... acho que você ali com a Jessie - Katherine riu e deu um beijo na testa do filho 
- Vai lá meu amor!
- TRÊS! - Justin e Kath observaram Brian caminhar ate Jess, quando ela o viu abraçou-o de lado e ficou na ponta dos pés para lhe dar um selinho. 
- Estou tendo um dejavú - Justin disse rindo e Katherine o acompanhou.
- Eu sabia desde o começo que iria terminar assim
- DOIS!
- Ei, quem disse que terminou? - Justin falou a abraçando - Isso aqui é apenas o começo de nossa vida, amor. Temos muito coisa para viver ainda. 
- UM! FELIZ ANO NOVO!
- Feliz ano novo, amor! - ambos disseram juntos, em uníssono, e se beijaram profundamente. Com o gostinho do pensamento de "pra sempre", porque eles sabiam que com eles isso seria possível. 
Porque uma vez Jatherine.
Sempre Jatherine.
The End.
E O FIM CHEGOOOOOOOOU :(
COMO PASSOU RÁPIDO A SEGUNDA TEMPORADA NÃO?
Vocês devem estar querendo me matar não? Em pleno epílogo eu demorar tuuuuuuudo isso não é? Bom, a culpa foi do meu pc, aliás do carregador. E em parte minha também, por que mesmo com um novo e funcionando, eu demorei um três dias para finalizar o epílogo. E meninas não foi por preguiça, eu estava com um ódio tão grande de mim por que eu não conseguia escrever nada que eu gostasse, não tava dando nada certo, anyway esta postado. OBF esta finalizada e.... mesmo que não tenha ficado do jeito que eu queria, espero que vocês - do fundo do meu core - tenham gostado.
Me desculpe por qualquer coisa, pela demora dos capítulos e por ás vezes não ter postado no dia prometido, ou por não ter sido com esperavam e tudo mais. Mas de qualquer jeito, eu quero agradecer a TODAS vocês que me acompanharam desde o comecinho e aquelas leitoras que acompanhou do meio, todas mesmo, quero agradecer por todos os comentários gigantescos e pequenos com apenas o continua, eles sempre me motivou a continuar mesmo quando eu achava que estava um bosta. Era por vocês que eu continuava. Também agradecer a oportunidade de ter postado minha "primeira" fic boa aqui, num blog com muuuuitos seguidores. Quero dizer que ameeeei "conhecer" vocês, nem que fosse virtualmente, as meninas do grupo que me fez rir para caralho com as tretas e com as besteiras, acho que tenho que pedir desculpa para elas já que faz muito tempo que eu não dou um alô lá.
Enfim, obrigada de coração mesmo gente.
AAH e quero dizer que amei a capa do inicio do capítulo que uma leitora fez, bom ela comentou em anonimo mas amoree obrigado ficou linda tá?
E mais uma coisa: vocês, leitoras do blog, querem que eu poste Broken aqui também ou uma nova fic minha? Uma que não esta nem o anime nem em outro site? Digam ai okay? Se quiserem a segunda opção, eu posto a sinopse da fic. Mas avisando desde já, eu não postaria ela com frequência. 
É isso, beijoooookas :)

43 comentários:

  1. Mano se ru disser. Q estou chorandl vc acredita eu estou quase morrendo ficou mt pft eu realmente amei serio manoooo foi o epílogo mais lindo q eu ja vi e este final?? Extremamente pft eu realmente me apaixonei me joguei de cabeça corpo e alma nesta fic.Nao sei o quanto ela me mudou Jatherine me ensinou q nao importa o q aconteça se realmente tiver amor de ambas das partes nada poderá separar no maximo afastar mas NUNCA q alguem ocupara o lugar q ajela pessoa tomou realmente amei setio

    ResponderExcluir
  2. Aiii meu Deus!! Acabei de ver,mas ainda não li !! Não estou em casa e não deu pra ler agora :// só li o comecinho do final.. Já chorei só de saber que acabou !! Não precisa pedir desculpas nem nada,pq todo o seu esforço compensou muuuuito,ficou perfeito e não tenho oq dizer ! Digo sempre e repito : MELHOR FANFIC DE TODAS .. Ah e posta Broken Momentos ... Mais que perfeitos,mais que legais,mais que inesquecíveis,mais que engraçados,mais que bobos,mais que felizes,mais que marcantes,mais que emocionantes,mais que constrangedores,mais que estranhos,mais que divertidos,mais que tudo !! Os melhores,com certeza.Não é 1,3 ou até mesmo 5 anos ! São 8 e muito mais que temos pela frente ❤️siim,já li os primeiros capítulos (é aquela que tava no spirit ou não?) e é Pft tbm 😍😍 bjjj Anna - Júlia

    ResponderExcluir
  3. OBS : (Anna .. - Júlia (Meu nome) )

    ResponderExcluir
  4. Aiin oq eu fiz !! Apertei ctrl c, 😂😂 Sorry,esquece essa parte que começa "momentos ... Até pela frente ..." - Júlia

    ResponderExcluir
  5. SCRRRRRRR ,R5NYMN5YM67KJ65K
    AI TO CHOROSA!!!
    N ACREDITO Q ACABOU, N ACREDITO!!!
    ESSE FINAL FOI PERFEITO MDSSSSSSSSS
    TO SOFRIDA ,EWTM,RNM5N6M5NM
    BRYAN IGUAL AO PAI RYNRTM,REYM,RM
    TO JOGADA NA MERDA COM ESSE FINAL!!!!!
    A SOPHIE Q MEIGAAAAAAA
    TOM E A CLARY MDSSS <333333333
    XOXO ♥

    ResponderExcluir
  6. CARAMBAAAAA, posso morrer? Socorro, essa fic meu Deus, não tenho palavras Anna, é tudo.. Amei/amo cada pedacinho dessa fic. Vou guardar com todo amor do mundo no meu coração e me lembrar, eles dois fizeram uma história linda, agora com o epílogo com o Bryan com a Jessie que eu já sabia que iriam ficar juntos e a Sophie namorando meu Deus. Jatherine forever. Pode ter certeza que irei ler denovo mais pra frente. Um beijao.

    ResponderExcluir
  7. Chorando aqui
    Ta perfeito
    Ameiiiii
    A melhor Fic Omg
    Vou sentir muita mais muita saudades
    Sua diva sua diva
    Posta sua nova Fic aqui
    Já sei que vai lacrar
    Meus deus Ta perfeito perfeito
    Chorando muito
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://mundomccann.blogspot.com.br/2014/08/a-prova-de-fogo-capitulo-22.html LINK DE IMAGINES PERFEITOS

      Excluir
  8. Mds essa fic não pode acabar anna mds ,to no chaaaaaaaaaaaaaaaaaao sá fic é mt pft gente :(
    Vou ler desde a 1 temporada dnv Pq sim *u*

    ResponderExcluir
  9. Continua xoxo isabel

    ResponderExcluir
  10. Perfeito, pq vc num faz uma fic narrando a vida do brian e da sophie

    ResponderExcluir
  11. perfeito, merece ter segunda terceira quarta infinitas temporadas.

    ResponderExcluir
  12. Choraaaandooo MDS acaboooou? Naoooo poxa, eu ameeei mttt essa IB de tantas q ja li essa foi a melhor! Pena q n terá 3° temporada : ( começa uma IB nova aq pfff! Vai ser pftttttt , parabens,vc escreve mtttt bem!!! Boa sorte linda ♡👍😘😁

    ResponderExcluir
  13. ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  14. Cara como vc consegue ser tao perfeita??? THIS IS THE BEST FANFIC EVER!! JA TAVA BOM E VC AINDA ME COLOCA SHAWN MENDES NO MEIO ???? TO MORTAAAAA TE AMO DE MAIS CARA <3

    ResponderExcluir
  15. Bom eu nem sou belieber nem nada mas comecei a ler fic pq uma amiga me encheu o saco e eu AMEI, eu já leio faz alguns meses só que eu NUNCA havia comentado muito fdp né eu sei me desculpa. Enfim gostaria de dizer que você escreve muito bem, deveria postar novas fics, e se tiver conta no social me add lá por favor meu nome é SunshineHoran, estou postando uma fic com o Justin. Eu amei o fato de você por a música do Shawn eu sou magcult (fã da magcon, ele era da Magcon). Bjs me add no social vou adorar ler suas fics por lá é bem mais prático.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://mundomccann.blogspot.com.br/2014/08/a-prova-de-fogo-capitulo-22.html LINK DE IMAGINES PERFEITOS

      Excluir
  16. Daniel era filho de Harry ?

    ResponderExcluir
  17. Choreeeeeeeeeeeeeeeei ;-;

    ResponderExcluir
  18. Pô cara, você escreve muito, por que quem não se emociona com um final belo desses? Cara, esse foi um final muito bom! Quer dizer, essa fanfic é muito boa, Parabéns! Você merece o reconhecimento dessa fic maravilhosa!

    ResponderExcluir
  19. Acho que devia ter mais responsabilidade com isso , seu computador deve estragar todo dia pois voce sempre da essa desculpa . Peça de alguem emprestado ou coisa tipo , nao escrevo fanfics porque nao gosto de escrever . Mas tenha responsabilidade pelo amor de Deus e aposto que nao sou so eu que penso assim

    ResponderExcluir
  20. Omggg que vida. Não Credito que acabou, eu amava esse ib. De coração kkkk ta perfeito o final ta tudo perfeito.
    Posta a outra ib aqui mesmo amor. Fica mais fácil. Bom é isso. Simplesmente ameii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://mundomccann.blogspot.com.br/2014/08/a-prova-de-fogo-capitulo-22.html

      Excluir
    2. http://imaginesjustdream.blogspot.com.br/

      Excluir
  21. eu sei q estou na fic errada mas eu comento a fic da bia e ela nao me responde quando vai sair o proximo capitulo de ILWMB sou apaixonada pelas fic ILWMB e OBF que pena q as duas estao acabando

    ResponderExcluir
  22. Continuaaa e divulga meu blog pvf !!!!http://www.imaginebelieberjustinbieber1994.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  23. VÃO TODAS VOCÊS PRA PUTA QUE PARIU! COMEÇANDO POR ANNA.
    ANNA, MINHA QUERIDISSÍMA, ANNA. EU JÁ TE DISSE NO GRUPO (sim eu sou do grupo e sou exclusiva, o choro é livre pras inimigas) QUE OBF NUNCA DEVERIA TER UM FIM. MAS COMO VOCÊ É SUPER LEGAL, FEZ ESSA DESGRACEIRA COM MEU POBRE CORAÇÃO. EU SEI QUE TÔ ATRASADA NOS COMENTS, MAS TÔ NEM AI. SÓ DE TER MINHA PRESENÇA JÁ É MARA.

    A MENINA QUE VEIO CRITICAR MEU BABY ANNA. QUERIDA, PRIMEIRO SE SITUE DE QUE A FANFIC ONLY BEST FRIENDS JÁ ESTÁ TERMINADA (infelizmente, choremos em posição fetal) E, SE FOSSE PRA TU TER CRITICADO/RECLAMADO SOBRE A DEMORA DA ANNA, CRITICASSE ANTES DE A FIC TER FINALIZADO. TÁ SABENDO QUE O COMENTÁRIO FOI DESNECESSÁRIO E INÚTIL.

    ÀS DESLIGADAS, BABYS, APRENDAM A LER A PALAVRA "EPÍLOGO" NO ÍNICIO DA POSTAGEM, ISSO FACILITA TUDO, ACREDITEM.

    ÀS MENDIGAS DE VIEWS EM BLOGS (que geralmente são uma bosta, falo mesmo e não estou nem aí), PEÇAM ISSO EM OUTRO LUGAR E APRENDAM A ELOGIAR A FANFIC, NÃO COLOCANDO UM "Contiua diva divulga meu blog por favor http://blogdebosta.blogspot.com.br/". ISSO É UM PORRE. ALÉM DE QUE, SE A PESSOA ESCREVE ERRADO NO COMENTÁRIO DE DIVULGAÇÃO, IMAGINE A FANFIC DA CRIATURA???

    ENFIM, ANNOCA MINHA VIDA, EU AMEI CADA SEGUNDO DESSA FIC, MESMO VOCÊ NÃO AVISANDO A GENTE DO GRUPO QUE TU TINHA POSTADO, CADELA. MAS TUDO BEM, EU ACHO QUE POSSO SUPERAR ISSO.

    OU NÃO.

    (Tudo escrito em Caps por eu estar extremamente happy)

    PS: vou aproveitar a deixa pra me divulgar porque eu não sou de ferro:

    Meu blog (minha fic é boa, eu acho): http://fanfics-bizzle.blogspot.com.br (to precisando de leitoras, e mendigo mesmo)

    Blog meu, da Manu, da Leleca e da Biatch: http://coracoesradioativos.blogspot.com.br (eu, a cara de pau, tem que divulgar, já que essas puta canavalera não tem coragem pra isso) (lá só tem fic foda, recomendo a lerem "Behind the Scenes", é de uma tal de Grazyelle)

    BEIJOS NO CU ENRUGADO DE VOCÊS, PUTAS DO MEU CORAÇÃO!!!!! ♡♥♡♥♡♥☆★☆★

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -'- IDIOTA, SUA PUTA MENDIGA!!!!

      Excluir
    2. Tô aqui chorando de tristeza por causa do seu comentário, amor. Sugiro que você o pegue, agarre, aperte com força e soque no cu. Um grande beijo pro seu recalque

      Excluir
  24. Oi, leitora nova aqui :) E ao mesmo tempo, chorando por essa linda história ! CAAAARA tudo perfeito !!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PARABÉNS, AMEI AMEI AMEEEEI !
    Eu mandei minha Fanfic e espero que visualizem, quero postar minha história aiiii !

    ResponderExcluir
  25. Perfeito! Mas, acho o seguinte, deveria ter mãos responsabilidade, já tem uns 20 dias que não postam. Aí fica chato :/
    Mas eu amei!

    ResponderExcluir
  26. Eu ameiiiiiiiiiiiiiii Mga adoro ler os IB dessa página

    ResponderExcluir
  27. Faz 3 tempordaa pfpfpfpf!!! Pft!!! Faz a 3 temporda é pft!!!!!!

    ResponderExcluir
  28. Faz 3 temporada linda vai??? Eu vo amaa mais ainda a fic (se isso é possível kkk) #WeWannaJatherineBack

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.