23/07/2014

Only Best Friends Second Season: Capítulo 25 - Afire Love

| |

Justin Bieber P.O.V
- E voltamos agora com essa família maravilhosa do meu querido, agora, amigo por motivos óbvios. - Ellen revirou os olhos me fazendo rir - Justin Bieber. 
Brian, que estava sentado em meu colo, apertou meu braço e sorriu envergonhado para a platéia. Dei risada de seu ato e o apertei fracamente tentando mante-lo tranquilo. Katherine se ajeitou na poltrona mostrando desconforto e fez uma careta parecendo não achar uma posição confortável.
- Traga uma almofada para a grávida! - Ellen gritou e em segundos um homem saiu do backstage correndo com uma almofada na mão e a entregou para Kath, que com a ajuda de Ellen colocou entre a poltrona e suas costas. 
- Oh muito obrigado, assim esta bem melhor - Kath disse sorrindo de forma agradecida e suspirou começando a acariciar sua barriga.
- Sua barriga esta imensa Kath, tem certeza que não é gêmeos?
- Eu teria um treco se fosse, dois já esta bom não? - Kath disse rindo encarando Brian 
- Ah qual é, seria tão fofo não é mesmo Justin? - Ellen perguntou me olhando animada e eu assenti.
- Eu sou muito suspeito para dizer, eu amo crianças e espero ter um muuuuitos filhos mas vamos com calma né amor? - Katherine cerrou os olhos e eu sorri abertamente - Bom acho que ela não aguentaria. 
- Não é uma coisa fácil carregar um bebe por nove meses - ela disse e eu olhei de relance para sua barriga. De fato esta bem grandinha e se não fosse pelos ultrassom que Kath fez, eu julgaria ser gêmeos então o que me restava era dizer que Sophie Collins Bieber seria uma menina gordinha, diferente de Bry que nasceu parecendo um palitinho de tão magrinho que era.
- E como você esta se sentindo pequeno? - Ellen perguntou olhando para Brian, que mordeu o lábio e sorriu pousando sua mãozinha na barriga da mãe.
- Eu to muito feliz, não vejo a hora da pequena Sophie nascer - ele respondeu sorrindo e eu repeti seu gesto bagunçando seu cabelo em seguida, nunca me cansaria de fazer isso.
- E como seu pai esta agindo?
- Ele parece um bobão - Brian respondeu pensativo e eu, assim como todos, gargalharam de sua resposta - É sério, ele fica o dia todo no pé da minha mãe.
- Nisso eu tenho que concordar - Kath falou e eu exclamei um "ei" me defendendo.
- Não tenho culpa se sou um pai coruja - disse enquanto bagunçava meu cabelo.
- Tá legal então Justin, agora deixe me perguntar; vocês pretendem se casar novamente? - olhei de relance para Kath e sorri totalmente bobo arrancando uma risada dela, passei meu braço pelo seus ombros e a puxei para perto para poder beijar sua bochecha, pude notar que Ellen e toda a platéia vomitava arco-iris com a cena o que me fez rir novamente.
- Nós pretendemos...- murmurei sorrindo - Depois que nossa filhinha nascer.
- Então isso é uma confirmação? Vocês estão noivos?
- Justin me pediu em casamento novamente há alguns meses - Kath respondeu sorrindo - Deve ser por não estarmos usando alianças que não especularam sobre o assunto - completou.
- Isso é incrível! A melhor notícia do ano! Sério, estou muito feliz por vocês dois - Ellen disse sorrindo abertamente - Nem devo dizer que será A festa
- Pelo contrário, será uma coisa pequena... só para os mais chegados.
- Espero ser uma pessoa chegada a você Justin, de coração - a loira disse fazendo drama e eu sorri assentindo.
- Fica tranquila Ellen, você esta na nossa lista de convidados.
- Foi uma das primeiras - Katherine completou.
- Eu não entendo uma coisa - Ellen falou, depois de algumas perguntas sobre o casamento, alternando seu olhar entre eu e Kath - Eu sou muito suspeita em dizer o quanto eu sou apaixonada por vocês dois juntos, só não entendo uma coisa; por que vocês se divorciaram?
Respirei fundo e me remexi na poltrona enquanto tentava criar algo em mente para poder responder. Parecia que ter o meu filho e, provavelmente, o mundo inteiro esperando por algo sobre meu término com Katherine, tornava as coisas mais complexas
- As pessoas cometem erros Ellen, é só isso que eu tenho a dizer - disse por fim, suspirando e passando minha mão pelo meu cabelo - Eu cometi um erro e agora estou concertando.
Por cerca de trinta segundos, o estúdio todo ficou em silêncio e nesse meio tempo e me assustei quando senti Katherine agarrar minha mão. A olhei confuso e ela apenas abriu e fechou a boca diversas vezes, ela levou minha mão ate sua barriga e eu senti minha filha se mexer, eu pudi sentir meus olhos brilharem por conta disso apesar de não ser a primeira vez que Sophie se mexia, porém era como se ela estivesse dançando dentro da barriga de Katherine. Era uma coisa extremamente estranha mas ao mesmo tempo incrível.
- Wow! - Ellen disse com os olhos arregalados - Sua filha é bem peralta não, Kath? - Kath respirou fundo e nesse momento eu tomei noção das coisas que poderiam estar acontecendo. Coloquei Brian sentado ao meu lado e me virei para ela.
- Você esta bem amor? Esta sentindo dor? - perguntei desesperado. Katherine segurou minha mão com mais força e eu senti ela tremer, seus olhos se direcionaram ate suas pernas e eu congelei. Oh Deus, que inoportuno!
- Ela vai nascer!
Eu podia sentir o nervosismo tomar conta de mim, meus olhos marejaram no mesmo instante e eu tive que respirar fundo diversas vezes para não desmaiar.
- Respira fundo, okay? - Kath assentiu e eu olhei para Ellen que matinha seus olhos arregalados e em seguida para Brian que começava a chorar - Meu anjo fica calmo tá?
- Eu to com medo - ele disse olhando para mãe que por sua vez sorriu fracamente
- Esta tudo bem bebe, olha, você irá conhecer sua irmãzinha - Katherine riu entre lágrimas, a peguei no colo e gemi de dor quando ela fincou suas unhas em meus ombros - Desculpa! - sussurrou e eu neguei
- Não se preocupa! ALGUÉM ME ARRANJA UM CARRO POR FAVOR? - gritei enquanto entrava no backstage, eu sabia que Ellen me seguia preocupada, mas no momento eu não me importava. Eu somente precisava levar minha mulher ao hospital, oras!
Um cara que eu julguei ter uns quarenta anos me encaminhou ate o estacionamento do estúdio e eu o agradeci milhares de vezes. Coloquei Katherine com cuidado no banco de trás e me sentei ao seu lado, Brian se sentou no outro lado e eu notei que ele se encontrava mais calmo.
- Filhão, me escute bem - Bry assentiu atento - Segure forte na mão da mamãe e pede para ela ficar respirando fundo tá? - ele assentiu novamente e fez o que eu pedi. Disquei o número de Emma o mais rápido que pude e no quinto toque ela atendeu
- Eu estou indo para o hospital! - ela disse assim que atendeu
- Céus, muito obrigado por isso.
- Eu estava vendo a entrevista, já estou chegado lá! Brian esta bem?
- Sim, ele esta mais calmo.
- E minha filha?
- Bom... ela esta prestes a parir não sei se posso te responder a mesma coisa.
Quando faltava cerca de três quadras para chegar no hospital, o homem que dirigia – que eu descobri se chamar Deaton – foi diminuindo a velocidade do carro e eu o olhei sem entende absolutamente nada.
- Parece que houve um acidente – ele murmurou e eu bufei
- Tá doendo! Tá doendo! Tá doendo! – Kath sussurrou diversas vezes ao meu lado e eu sentia minha preocupação aumentando a cada segundo. Ela tombou a cabeça para o lado e fechou os olhos. Sua respiração estava muito ofegante e vez ou outra ela murmurava coisas desconexas.
- Não tem nenhum atalho por perto? – perguntei, o desespero estava tomando conta de mim. Deaton olhou rapidamente para mim pelo espelho e deu de ombros.
- Essa rua – ele apontou para um rua bifurcada – Irá demorar mais do se irmos por aqui, mas é melhor do que ficarmos parado.
Deaton virou para a tal rua e enquanto ele dirigia em alta velocidade, eu “ajudava” Katherine do jeito que podia, ora conversando com ela para acalma-la, ora suportando as dores que eu sentia quando ela quase quebrava minha mão. Brian se mostrava preocupado e um pouco assustado, porem não deixava de ajudar do seu jeitinho.
Mesmo sentindo tanta dor, Katherine tentava acalma-lo o que era irônico por que quem tinha que ser acalmado ali, era ela.

Katherine Collins P.O.V
Depois do que pareceram ser séculos, o carro de Deaton estacionou em frente ao hospital. Justin que estava mais nervoso do que eu desceu do carro e saiu correndo ate a entrada do hospital, e eu soltei um gritinho quando senti mais uma contração forte. Brian arregalou os olhos e segurou apertou mais a minha mão.
- Fica calma mamãe, por favor.
Quando Justin voltou ele estava sendo seguido por dois médicos, um deles trazendo consigo uma cadeira de rodas com si, e também por uma mulher que quando se aproximou mais do carro eu pude reconhecê-la. Era a Dra. Andy, ela que vinha me acompanhando desde a descoberta da gravidez e também feito todo o pré-natal. Justin me pegou com cuidado e me colocou sentada na cadeira de rodas. 
- Ei mocinha como vai? – Andy perguntou enquanto me empurrava para dentro do hospital. Aos poucos eu sentia todo a minha calma saindo de mim e agora o nervosismo tomava conta do meu corpo. As contrações estavam ficando cada vez mais forte, era como se eu estivesse sendo rasgada no meio.
Minha mãe estava sentada na recepção quando entramos, ela se levantou e correu ate mim.
- Boa sorte filha – ela falou beijando minha testa, sorri fraco e puxei Bry pela sua mãozinha.
- Deseje boa sorte pra mamãe meu amor – falei encarando seus olhos que estavam mais brilhantes do que o comum.
- Boa sorte – ele sussurrou em meu ouvido quando me abraçou fortemente, seus pequenos braços presos em volta do meu pescoço. – Eu amo você, mãe!
- Eu também te amo filho – sorri beijando sua bochecha. Minha mãe pegou Brian no colo e eu os observei ate as portas do corredor de fecharem. Justin se mantinha ao meu lado e escutava todas as orientações da medica.
Primeiro eu fui levado para o quarto e depois seria encaminhada para a sala de cirurgia, já que estavam preparando a mesma.
- Numa escala de zero a dez, quanto que esta doendo? – Dra Andy perguntou me encarando.
- Onze, com certeza – falei com a respiração entrecortada, a mulher a minha frente assentiu e pediu licença antes de se retirar do quarto. Fechei meus olhos e fiquei contando ate dez diversas vezes, senti os dedos de Justin tocarem em meu rosto e eu sorri fracamente.
- Eu fico aflito por não poder fazer nada – ele disse agora segurando em mina mão. Respirei fundo e abri meus olhos para encara-lo.
- Nossa filhinha vai nascer – foi apenas o que eu consegui dizer antes de soltar mais um grito de dor. Eu não aguentava mais ficar naquela posição tão desconfortável, minhas costas doía e minha barriga também. Arquei minhas costas e agarrei o ferro da cama, enquanto fechava meus olhos com toda a força possível.
- Eu não estou aguentando, Justin. Ta doendo demais.
Justin foi ate a porta e olhou para os dois lados do corredor. Ele começou a falar com vários enfermeiros que passavam por ali, e a cada segundo eu podia vê-lo bagunçando seu cabelo.

Justin Bieber P.O.V
- DOUTORA ANDY! – gritei quando a vi vindo em minha direção – A Kath não esta suportando, doutora, ela pode parir a qualquer minuto.
- Eu estava indo para aí – ela respondeu enquanto andava rapidamente, atrás dela vinha um enfermeiro, ambos entraram no quarto seguidos por mim. Andy caminhou ate a cama de Kath e falou algumas coisas com ela, depois mediu a pressão dela e em seguida pediu para o enfermeiro levar Katherine ate a sala de cirurgia. Com a ajuda de mais um médico que entrou no quarto, eles mudaram Kath de maca e começaram a empurra-lá para a tal sala.
Antes de entrar, eu vesti toda a roupa adequada  e respirei fundo três vezes, ao entrar caminhei direto em direção a minha mulher, que por sua vez já se preparava para começar todo o procedimento necessário.
- Eu estou aqui com você – falei olhando em seus olhos, Katherine estava pálida e por conta disso deve se imaginar o quanto ela estava sofrendo.
- Katherine você já sabe o que fazer – Andy disse – Seu parto é normal como o primeiro, então vamos lá. Você consegue! Faça forma quando eu pedir, okay? No três... um, dois e três! Força Kath.
- Ahhhhh! – Katherine gritou agarrando a minha mão, fiz careta e mordi o lábio para não xingá-la.
- Vamos lá mulher, falta muito ainda! No três de novo, um, dois e três – Kath mais uma vez fez força e gritou, seu rosto estava vermelho e já era possível notar o suor escorrendo por sua testa. Só de vê-la daquela forma eu ficava cansado. Uma coisa eu tenho certeza, eu não aguentaria estar no lugar dela. Com certeza não.
Quinze minutos fazendo força ainda não era o suficiente, Katherine estava exausta e a medica continuava a pedir para ela fazer força. Agora com a ajuda de duas enfermeiras empurrando sua barriga, eu esperava que as coisas melhorassem para Kath.
Acho que eu começava a acreditar na teoria de que; o que uma mulher não sofre na primeira gravidez, ela sofre na segunda.
- Vamos amor, segure a minha mão. Pode aperta-la o quanto quiser esta bem? – falei tentando ajudar, por mais inútil que pareça.
- Eu não aguento mais – ela falou entre alguns soluços, em que momento ela havia começado a chorar, eu não sabia. – Estou sem forças.
- Kath, ainda não dá para ver ao menos a cabeça da garotinha – falou Andy. Muito obrigado pela colaboração doutora, ajudou muito! – Respira fundo e quando conseguir faça mais força.
Katherine assentiu e fechou os olhos respirando fundo em seguida.
- Você consegue amor – falei em seu ouvido – Não quer ver nossa filhinha hum? – dei um beijo em sua testa e apertei mais sua mão – Quer que eu cante pra você? Isso sempre te acalmou.
- Por favor – ela sussurrou olhando em meus olhos, limpei uma lagrima solitária que escorria em seu rosto e selei nossos lábios em um rápido selinho. Uma enfermeira me trouxe uma cadeira e eu me sentei depois de agradecê-la. Enquanto uma mão minha segurava a de Katherine a outra acariciava seus cabelos.
Pensei em uma musica qualquer e a primeira que veio em minha mente eu comecei a cantar. Não tinha muito haver com a ocasião, mas não tinha problema, a musica era muito bonita e isso que importava.
*Afire Love do Ed Sheeran pra quem quiser ouvir!
- Things were all good yesterday And then the devil took your memory And if you fell to your death today I hope that heaven is your resting place.
Comecei a cantar baixinho e no mesmo instante Kath voltou a se esforçar, mesmo muito cansada ela dava tudo de si. Ela gritava alto e vez ou outra arqueava as costas quase ficando sentada na maca.
- I heard the doctors put your chest in pain But then that could have been the medicine There you are lying in the bed again Either way I'll cry with the rest of them.
Continuei cantando e acariciando seu cabelo, escondi meu rosto em meu braço que estava apoiado cama e apertei os olhos.
- Você consegue – falei convicto
- Isso Kath, já consigo ver a pequena Sophie – Andy disse e eu sorri sentindo as lagrimas escorem pelo meu rosto.
- My father told me, son It's not his fault he doesn't know your face You're not the only one Although my grandma used to say That he used to sing.
- Eu não estou aguentando mais – Katherine gritou de forma angustiante e eu fechei meus olhos com mais força.
- Darlin' hold me in your arms the way you did last night And we'll lie inside for a little while here oh I could look into your eyes until the sun comes up And we're wrapped In light and life and love
- Isso mulher, a cabecinha dela já saiu – Andy gritou animada e eu respirei fundo tentando não gritar de desespero e alegria ao mesmo tempo.
- Esta quase lá amor – a incentivei e ela gemeu de dor antes de soluçar.
- Não tenho mais força – ela disse chorando
- Katherine é agora ou nunca, não desista, por favor – a doutora disse agora preocupada – É vida de sua filha, Kath.
- Não desista meu anjo, é nossa pequena Sophie, lembra? Vai lá, não desista dela – murmurei olhando em seus olhos, Kath tremeu os lábios e negou com a cabeça.
- Eu não vou desistir dela – ela disse e mais uma vez fez força, os apertos em minha mão não era mais fortes como antes e eu estava começando a ficar com medo por conta disso.
- Put your open lips on mine and slowly let them shut For they're designed to be together oh With your body next to mine our hearts will beat as one And we set alight, we're afire love
Mais um longo tempo de esforço e eu finalmente ouvi um choro agudo inundar toda a sala, Katherine tombou sua cabeça na maca e começou a chorar aliviada. Me curvei por cima dela e escondi meu rosto em seu pescoço dando um rápido beijo ali, naquele momento eu não me importei de chorar feito uma garota.
Minha filha tinha nascido, minha mulher estava bem. Não havia o por que de estar com o medo que eu estava. Minha família estava completa agora.
Com todos os erros que eu cometi, com toda a culpa carregada em minhas costas, eu consegui construir uma família com a mulher que eu amo. Eu estava tão aliviado, porque por um momento eu achei que fosse perder as duas mulheres da minha vida ali naquela sala, eu achei que jamais poderia olhar para os olhos azuis de Katherine e que não poderia sequer conhecer a minha filha.
A única coisa que eu queria no momento era ver Kath amamentando Sophie e eu com Brian nos meus braços. Eu precisava estar com a minha família.
- Sabia que você conseguiria – falei e Kath sorriu, beijei sua testa e acariciei sua bochecha sem desviar meus olhos dos seus.
- Olham a sua pequena guerreira – Andy disse se aproximando com uma coisinha em seus braços que mais parecia um pacotinho. A mulher entregou minha filha em meus braços e eu me aproximei de Katherine para ela poder vê-la.
Pedi a Andy para tirar uma foto de nós três e assim ela fez, o resultado ficou maravilhoso, já era de se esperar.
- Não falei que ela seria sua cara? – disse rindo enquanto olhava para Sophie.
- Se ela tiver olhos azuis eu ganho dez pratas – Katherine disse e gargalhou quando eu a olhei sem entender.
- Eu não lembro de termos apostado.
- Eu apostei com Brian – abri a boca incrédulo e dei risada em seguida – Nossos filhos são lindo, Justin.
- Tenho que concordar com você. – Katherine pediu para segurar Sophie e eu a coloquei sem seus braços. Instantes depois a equipe medica encaminhou minha mulher e minha filha ate o quarto.
Sophie recebeu um bom banho e depois colocaram uma roupinha toda lilás nela e por fim acrescentei o meu pequeno presente. Uma toca escrito Princesa Bieber, igual a que Brian ganhou em seu aniversario de um ano.
- Você não existe – Kath disse enquanto eu colocava a toca na pequena.
- Se eu não existisse essa belezoca não estaria agora aqui, não? – perguntei e sorri olhando Sophie. Céus como eu estava parecendo um bobão.
Alguém bateu na porta e eu me virei para ver quem era. Brian entrou sorrindo e correu para ver a irmãzinha nos braços de Kath. O peguei no colo e ele se curvou para beijar a testa de Sophie.
- Ela não é linda? – perguntei e ele assentiu sorrindo
- Ela é muito pequena... mas também ela é gordinha – ele disse e eu ri.
- Seu pai disse a mesma coisa quando você nasceu, bebe! – Kath falou e Bry riu. Sophie murmurou e nós rimos quando ela largou o peito e resmungou novamente – O que foi meu anjo?
- Coloque esse peito pra dentro Katherine – falei e ela revirou os olhos – Vai que um enfermeiro entra aqui hein?
Brian se curvou novamente para a pequena e sussurrou alguma coisa no ouvido dela.
- O que você disse? – perguntei curioso, ele sorriu sapeca e negou.
- É segredo – cerrei os olhos e ele riu.
- Eu vou postar a nosso foto – falei me lembrando, Kath assentiu e voltou a sua atenção para Sophie, deixei Brian sentado na cama ao seu lado e fui ate o canto do quarto. Postei a foto e tirei outra dos três que estavam distraídos e a postei também.

“Isso é só o começo de uma nova vida. Katherine, Brian, Sophie eu amo vocês!”

O que dizer do quase penúltimo capítulo? Devo confessar que chorei escrevendo não só pela sena mais por conta de OBF estar acabando. #CoraçãoPartido!!!
Bom minha explicação por não ter postado segunda e muito menos ontem, quarta que vem eu não tenho aula - reunião de pais, merda! - e eu decidi fazer o seguinte. ATUALIZAÇÃO DUPLA! O QUE ACHAM? Eu posto o capítulo 26 na manhã da quarta que vem e o epílogo de tarde ou de noite! E por isso eu decidi postar só hoje para dar uma semana certinho, entenderam?
Bom se quiserem a att dupla - o que eu acho que sim, pq confessamos todas amam - digam ai nos comentários e também me diga o que esperam do último capítulo okay?
 E bom, sobre o Epílogo ele vai ser algo diferente, digo, diferente do que eu estou acostumada a ler. NÃO irá ter POV's do Justin e da Kath ou seja: QUE VENHAM OS IRMÃOS BIEBER YUP!
Vocês vão descobrir com que o pequeno Brian ira ficar pelo resto da vida e quem será o FDP gostosão que ganhará o coração da nossa Princesa Sophie! 
É isso minha gente, beijoookas e até!

33 comentários:

  1. Ahh primeira
    Cap perfeito meu deus
    Num acredito q ta acabando choremos buaaaaaaa

    ResponderExcluir
  2. estou chorando em posição fetal nesse momento

    ResponderExcluir
  3. Awnnm ~chorando~ estava lendo e me lembrando do comeco do namoro ♥

    ResponderExcluir
  4. #Chorei mt dhow tio eu amei serio demais ta mr pft Ana vc fez mt bem tio tipo as dificuldades na hora do parto a foto td ta mt incrivel nem acredito q ta acabando e continua ta

    ResponderExcluir
  5. Omg chorando aqui
    Continuaaaa
    Ameiiiii
    Ta perfeito
    Sua diva
    Não acredito que já está no.penúltimo capítulo
    Eu amo demais essa Fic
    Continuaaaa
    #Anciosa

    ResponderExcluir
  6. Oown q capitulo mais Lindoo :3 tah perfeito de mais, pena q jah vai acabar ):

    -Carolina

    ResponderExcluir
  7. EU TO CHORANDO MUITOOOO!
    EU QUERO ATT DUPLA!
    N ACREDITO Q TA ACABANDO, EU AMO TANTO ESSA FIC!
    ESSE CAPÍTULO FOI LINDO CARA NRMGNRMYNMERJTRHYBTR
    CHOREI MUITO, SEM MENTIRA!
    LINDO DEMAIS CARA!
    ALIÁS A FIC TODA FOI PERFEITA!
    Continua, xoxo diva ♥

    ResponderExcluir
  8. Ai meu Deus do céu,vc acabou com os meus sentimentos,serio,estou chorando aqui feito um bebe de tão emocionada,ficou perfeito,maravilhoso,divo,nossa nem existem palavras pra descrever esse capítulo,foi simplesmente tu do de bom,eu ameiiii,so não consigo acreditar que esteja acabando,e que esse seja o penúltimo cara isso é realmente triste pq eu me apeguei muito nessa Ib ela é td de maravilhoso e agora que ela ta acabando meeu coração esta apertado e triste de saber que ela esta acabando,mais eu estou muito feliz td que é bom dura pouco,não é mesmo e eu espero que a próxima seja maravilhosa como essa mesmo eu achando isso meu impossível de acontecer.Eu estou super ansiosa pelo próximo,espero ver o Bry grandinho e a pequena Sofhie não tão pequena assim,eu realmente não sei o que esperar,acho que quero ser surpreendida espero que seja maravilhoso e bem GRANDE,pq essa Ib merece um capítulo final GIGANTE né kkkkkkkkkkkkkkk epero que seja maravilhoso e que vc não demoro pra postar pq ja estou roendo as unhas de nervosismo e curiosidade.
    então contunuaaaaaaa e espero que seja estremante maravilhoso o próximo capítulo assim como td foram.
    Beijossss,ate o próximo,linda.

    ResponderExcluir
  9. No último capítulo coloca seu face :'( NAAAO PODE ACABAR ESTÁ PERFEITO

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. OMG continuuaa na acredito que ta acabando :,(

    ResponderExcluir
  12. Caramba eu fiquei maravilhada com esse capítulo, muito lindo Anna. E amei a idéia do ar duplo e do epílogo diferente. Eu não sei se vou aguentar ficar sem ler OBF, cara é meu xodozinho. Continua logo

    ResponderExcluir
  13. Oh my god!! Vey como q cê faz isso 0.0 perfeito mil vezes!! parabéns por ser uma escritora tão fantástica, espero que faca sucesso e que o mesmo não seja efêmero! Eu tmb escrevo uma IB comecei a pouco tempo e queria te pedir pra divulgar diva, nao acho que ira ficar tao boa quanto a sua mas vou fazer o melhor de mim..
    confidentstories.blogspot.com.br

    -Tepha

    ResponderExcluir
  14. CARALHO MANO, QUE CAPÍTULO PERFEITO, CHOREI LARGADO hsuhjssjmssinlknjl. E cara, música sempre deixa tudo mais emocionante, amei. To sem inspiração hoje, então bjoos. Thay

    ResponderExcluir
  15. Que lindoooo amor!! Ta tao pft, pena q vai acabar :( queria uma 3° temporada shjshsjuw, foi a melhor IB q ja li na vida cara!! Continua ♥

    ResponderExcluir
  16. http://coisasdemeneninasdamoda.blogspot.com.br/2014/07/thirst-for-revenge.html?m=1

    Visitem minha fanfic

    ResponderExcluir
  17. http://mdasbeliebers.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  18. Continua pfv ta mt perfeito ta tão amável s2

    ResponderExcluir
  19. Continua pffffff ❤😭 ta perfect

    ResponderExcluir
  20. TO AMANDO!!!!!!! MELHOR IB Q JA LI DE VDD! QUERIA TANTO A 3 TEMPORADA HAHAHAHAHAHA CONTINUA

    ResponderExcluir
  21. Quero a 3 temporadaaaaaaaa,eu Amo essa Ib,não pode acabar nãoooooooo.

    ResponderExcluir
  22. Continua, ta perfeito 😍 qro 3° pfvr, não pode acabar agr ;-; ta mto perfeito 😭😢

    ResponderExcluir
  23. OMG sem palavras *w* continua please ta perfeito to ansiosa

    ResponderExcluir
  24. Continua amooooooor , ta prft , to com inveja de mim msm (Kath) , posta uma fto de um menino pa gnt ter uma idéia de como o Brian eh e uma menina (mais grandinha) pra Sophie no prox cap . E please , continue essa IB até o cap 50 *----------------* Bjaaaaaaum #Jath ;**

    ResponderExcluir
  25. Aí meu deus. ;-; CRL. Nunca chorei lendo uma fic e tipo você simplesmente me viciou nesse treco maravilhoso. KKKKKKKKKK
    enfim cara você tem muito talento.
    E o seguinte essa é a segunda vez que leio essa fic. E você tem que por logo Afire love Do dlç do Ed. Pra acabar com os nossos sentimentos de vez ne?
    Mas não para.
    Por favor :'(
    Jattherine não pode acabar never.
    Sou sua fã. :3 <3

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.