08/02/2014

Summer Love - "You're just a kid!" "And you're crazy!"

| |

"Let's go crazy, crazy, crazy 'til we see the sun. I 
know we only met, but let's pretend it's love"
One Direction


                Lucy Montgomery’s P.O.V.

                Cheguei à piscina em poucos passos, já estávamos perto. Caitlin estava ao meu lado, peguei em sua mão para mostrar que não estava triste ou algo no tipo – e não estava mesmo –, estava apenas assustada, há algum tempo que não me falavam isso e a última pessoa é a última que gosto de lembrar. Justin e os garotos já estavam dentro da água um jogando água no outro, para variar eles olhavam as garotas. Fiquei incomodada com tal ato, mas Justin é homem e o meu corpo é mais bonito que o das outras garotas. 
                - Você não fica incomodada quando Justin olha para as outras garotas? – Caitlin perguntou quando sentamos-nos à mesa onde estavam as coisas dos quatro.
                - Na verdade, não. Eu e Justin não temos nada, se namorássemos eu não deixaria; eu sou mais bonita e mais gostosa que elas. Então, não tem por que eu ficar incomodada com algo. Justin não é uma pessoa de bom gosto, ele sempre olha para as magrelas.
                - Mas você não é magrela, você tem corpo – Caitlin falou olhando para os garotos, depois voltou seu olhar para mim.
                - Sou uma exceção, uma exceção boa – falei sorrindo.
                - Eles estão vindo. – Olhei para trás e os garotos saíam da água, vindo em nossa direção. Ótimo, vou me molhar inteira.
                - Oi, amor – Justin chegou e me deu um selinho.
                - Hey, baby – dei um sorrisinho.
                - Lucy, sua gostosa – Chaz me pegou no colo me abraçando forte.
                - Bote-me no chão agora, Charles! – Exclamei e ele me botou no chão, dando-me um beijo na bochecha em seguida. – Obrigada. – Ryan foi mais delicado, apenas me deu um beijo na bochecha. Justin, que estava sentado ao meu lado, olhava tudo com uma cara nada boa. – Não olhe com essa cara, você estava olhando para as garotas que eu vi.
                - Mas não as chamei de gostosas! – Ele falou emburrado.
                - Deixe o Chaz, ele sabe que nós estamos “juntos” – fiz aspas com as mãos.
                - Por que “juntos”? – Ele também fez aspas.
                -Já te falei por quê. – Ele deu de ombros.
                - Lucy, nós vamos quando para a sua casa? – Chaz perguntou.
                - Não sei – comecei a rir.
                - Chaz, como pergunta uma coisa dessas para a menina? – Ryan deu um tapa em sua cabeça.
                - Ela mora em Nova York, ué... – Ele deu de ombros.
                - Tudo bem, Ryan – parei de rir. –Esse ano a faculdade começa, então não sei...
                - Só sei que eu vou estar perto dela – Justin me abraçou de lado.
                - Vão estudar em Los Angeles, mesmo? – Chaz perguntou com uma careta.
                - Chaz, tem famosos gostosos lá! Como faz essa careta?! – Perguntei incrédula.
                - Tem o que em Los Angeles, Lucy? – Justin arqueou a sobrancelha.
                - Um garoto loiro muito ciumento – dei um selinho nele. Justin não se contentou, como sempre, e deu inicio a um beijo molhado – sim, o rosto dele ainda estava todo molhado de água.
                - Parem de putaria, tem criança aqui! – Chaz falou apontando para Chris.
                - Hey! – Chris falou bravo. – Não sou criança, sou mais maduro que você. – Chaz mostrou a língua a ele. – Não falei? – Chris dirigiu a palavra a nós.
                - Chris, você sabe que sempre será uma criança para mim, não sabe? – Falei sorrindo meigamente, com a cabeça no peito de Justin, que por sua vez passava seu braço sobre meu ombro.
                - Sei, mas não concordo com isso – ele parecia emburrado.
                - Eu te amo, Chris! – Dei um grito e ele me olhou assustado. – Que foi? – Dei de ombros.
                - Você é louca, garota! – Christian falou rindo acompanhado dos outros.
                - Não sou louca, sou feliz, é diferente.
                - Não, você é louca mesmo – Caitlin falou.
                - Até você, Cait? – Perguntei “triste”.
                - Perdão – ela falou rindo, tentou controlar, mas logo estava rindo de novo.
                - Parem de rir, já deu – falei emburrada.
                - Não fica assim, amor – Justin deu um beijo em minha bochecha.
                - Não, sai – empurrei-o, só esqueço que Justin é mais forte. Ele virou meu rosto e me deu um selinho, seguido de um beijo. Só ouvi o pessoal fazendo barulho de nojo. Ri entre o beijo. Justin é o melhor homem do mundo, só preciso passar o resto da minha vida ao lado dele.

                Lucy Montgomery’s P.O.V.




Hey, girls!
Enfim, é isso aí. Espero que tenham gostado e blá-blá-blá. Não, sério, espero que tenham gostado haha.
Desculpa não ter postado antes, as aulas começaram, já tô quase enfiando um tronco de árvore no rabo da minha professora de Ciências (e foda-se se alguém da escola ler isso, TODOS querem fazer isso mesmo) e eu tive uns rolos aí no condomínio e pá.
Me perdoem, mas é que realmente deu umas treta pesada. 
Nos vemos em breve e espero realmente que vocês tenham gostado. 
Beijos e até logo :)


6 comentários:

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.