08/01/2014

Only Best Friends: Capítulo 22 - I wanna be loved by you

| |
“Porque nossas mãos se encaixam como a minha camiseta, línguas presas em três palavras, amaldiçoado. Correndo em pensamentos que fazem os meus pés doerem,
corpos entrelaçados com os lábios dela."

Katherine Collins POV

- Justin como você é pervertido! – falei rindo e batendo em seu braço
- É sério Kath – ele falou revirando os olhos. Mordi os lábios reprimindo uma risada – Eu não aguento quando você morde os lábios
- Que? – ri – Como você é besta
- Você fica muito sexy – nos virei na cama e beijei sua boca rapidamente – Fica mais sexy ainda quando esta sem roupa – riu
- Beleza então! – me levantei em pulo e fiquei parada olhando para ele. Justin se sentou se entender nada, sorri maliciosa e ele continuava sem captar o que eu queria dizer. Minhas mãos foram ate a barra do vestido que eu usava e o levantei lentamente, assim que o tirei – ficando somente de lingerie roxa – dei uma leve risada e ai ele entendeu mordendo os lábios em seguida. Fui ate a porta e a tranquei.
- Nesse meio tempo que ficamos separados – falei – Vamos dizer que eu aprendi algumas coisinhas
- Que coisinhas? – perguntou Justin sorrindo de canto
- Você sabe muito bem que por trás daquela cara de santa que Chloe tem, existe uma mulher bem assanhada – ele riu – Quanto eu contei a ela que tive minha primeira vez – sorri lembrando – Ela me deu muitas dicas – falei prolongando a palavra “muitas”
-  Onde você esta querendo chegar Katherine? – Justin perguntou sorrindo, um sorriso muito mais muito malicioso.
- Calma garanhão – sentei em seu colo e beijei seu pescoço lentamente – Você será o meu cobaia nessas coisas que aprendi – falei rindo e ele me acompanhou – Eu te amo – ele sorriu e me deu um selinho.
Como qualquer dançarina, em meu quarto tinha um rádio o qual eu ligava quando queria dançar. Ao lado dele, na estante, havia uma prateleira repleta de CDs. Alguns que eu mesma comprei e outros que eu gravei. Peguei um que havia musicas, vamos dizer, um tanto sensual, o coloquei no aparelho de som e a música Gorilla do Bruno Mars, começou a tocar. Justin mordeu os lábios fortemente e eu ri.
Andei sensualmente ate ele e puxei seus braços o fazendo levantar. Iniciei um dança estilo a do clipe All That Matters, movimentava meu corpo lentamente e sentia Justin apertar minha cintura cada vez que eu rebolava. Virei-me para ele e passei meus braços em seu pescoço, Justin fez questão de me beijar intensamente e logo em seguida me deitar delicadamente em minha cama, ficando por cima de mim. Suas mãos deslizavam livremente em meu corpo me fazendo arfar. Separei nossos lábios apenas para tirar sua blusa e voltamos a nos beijar. Era transparente ali o quanto nós desejávamos um ao outro, não tinha como esconder qualquer sentimento ali presente.
- Eu te amo tanto – Justin falou arfando em meio ao beijo. Uma mão sua foi ate o fecho do meu sutiã e o desabotoou, joguei aquele pano no chão e comecei a arranhar as costas de Justin. Ele fechou os olhos e gemeu baixo, logo em seguida levou sua boca ate meu seio esquerdo enquanto sua mão acariciava o outro. A cada toque seu uma corrente de ar mais quente subia pelo meu corpo, depois de satisfeito com seu trabalho ali em cima, seus beijos foram descendo da minha clavícula para a minha barriga. Beijos delicados e molhados, eu arfava a todo instante. Justin apertou minha coxa e depois puxou minha calcinha para baixo devagar, uma vez despida de qualquer pano, senti sua língua encontrando minha intimidade, da minha boca escapou um gemido rouco e um pouco alto. Movimentos circulares e lentos era o que aquele pedaço de mau caminho fazia, e demonstrando o enorme efeito que ele tem sobre mim meu orgasmo não demorou a chegar.
Nos virei rapidamente na cama e ele mordeu os lábios. Desci minhas mãos ate o zíper de sua calça e o abri. Justin me ajudou a tirar sua calça enquanto seus lábios se encontrava com os meus. Uma vez deixando ele só de cueca, comecei a beijar seu pescoço lentamente
- Oh Kath! – ele gemeu. Meus lábios foi deslizando em seu peitoral ate chegar a barra de sua cueca. Estremeci, essa seria a primeira vez que faria aquilo. Céus, estou com tanto medo. Mordi meu lábio inferior deixando meu nervosismo de lado e tirei a cueca de Justin o deixando sem roupa, assim como eu.
Olhei para Justin e ele sorriu torto me incentivando a continuar. Levei minhas mãos ate seu membro e comecei a desliza-las rapidamente ali, Justin soltava gemidos fracos e era bom saber que eu estava dando prazer a ele. No minuto seguinte minha boca tomou lugar das minhas mãos, a arma de Justin era grande então a parte que minha boca não dava conta minhas mãos completavam o trabalho.
Biebs segurou meu cabelo e começou a empurrar minha cabeça ajudando com os movimentos. Quando ele estava chegando ao seu limite, senti-o mexer seu quadril como se estivesse dando entocadas. Segundos depois, seu gozo invadiu minha boca e o engoli por completo. Em um ato Justin nos virou na cama ficando por cima de mim, ele mordeu meu lábio inferior e me penetrou lentamente. Gemi seu nome e apertei seus braços
- Você foi maravilhosa! - ele sussurrou e eu ri
- Mesmo? - perguntei receosa
- Katherine, você me fez gozar em menos de um minuto - ele falou incrédulo me fazendo corar bruscamente. Ele riu e beijou minha testa, passando seus beijos para meu pescoço em seguida. Seus lábios deslizavam lentamente em minha pele nua me fazendo delirar. A sincronia em que nossos corpos se moviam era maravilhosa, a química que tínhamos deixava tudo melhor. Minhas unhas arranhando suas costas, seus dedos acariciando minha cintura e me arrepiando. Nada poderia estragar aquele momento, nada poderia ser melhor do que ouvir o homem que você ama sussurrando seu nome enquanto vocês fazem amor depois de tanto tempo sem se tocarem. Procurei os lábios de Justin e os beijei lentamente, separando-os somente para gemer.
Eu podia sentir, ele podia sentir, estávamos quase lá. Faltava pouco, envolvi minhas pernas em sua cintura e o puxei mais para mim, agora seu membro saía e entrava em mim rapidamente
- Oh, eu to chegando lá! - sussurrei no pé de seu ouvido e depois mordi o lóbulo de sua orelha. Minutos depois nossos líquidos se misturaram e ambos gememos aliviados. Justin tombou ao meu lado e me puxou para abraça-lo, nenhum de nós falamos até nossas respirações se regularizarem.
- Já percebeu a capacidade de conversarmos enquanto transamos? - ele me perguntou me arrancando uma gargalhada, Justin logo me acompanhou - É sério, isso é estranho!
- Nós somos estranhos Biebs - falei olhando para ele que me deu um selinho
- Deve ser por isso que nos damos tão bem - sorri e comecei a criar desenhos imaginários com minha unha em seu peitoral - Deve ser por isso que nos amamos - completou
- Minha mãe vai pirar quando te ver aqui amanhã de manhã
- Porque?
- Vamos dizer que ela é a fã número um que shippa eternamente Jatherine - rimos
- Minha mãe não fica tão atrás, ela fala que você é mulher para namorar - ri achando meio estranho já que o costume é "mulher para casar" e não para namorar, mas enfim...
- O que você acha disso? - o olhei
- Não concordo 
- Como assim não concorda Bieber?
- Você é mulher para ficar, namorar, casar, transar, ter filhos e me fazer feliz eternamente - disse rindo, sorri alegremente, ele era tão fofo!
- Eu não sei como consegui ficar tanto tempo sem você - o abracei forte - Você é tudo o que importa para mim agora, promete que nada nesse mundo vai nos separar novamente?
- Prometo - ele sorriu
- De dedinho? - mostrei meu dedinho para ele. Justin riu e depois juntos nossos dedinhos - Promessa de dedinho é muito sagrada viu? Muito mesmo - ele riu
- Você não presta Kath - falou e beijou minha bochecha 
- Sou estragada mais você gosta - soltei-me de seus braços e deitei de barriga no colchão apoiando-me nos cotovelos para poder olhar pra Justin. Biebs, por sua vez, levou sua mão ate minha bochecha e se levantou um pouco para poder selar nossos lábios delicadamente. Sua língua brincava com a minha lentamente, transmitindo todos os sentimentos possíveis - Eu te amo! - dei mais um selinho nele 
- Também te amo shawty! Agora vem aqui - voltei a me deitar ao seu lado, seus braços me envolveram e eu fechei os olhos. Aspirei seu doce cheiro e sorri. Ali, definitivamente, era o meu lugar!
(...)
- They hold on tight; Yeah, they hold on tight; Ooh, they hold on tight; Them lips won't let me go - essa era sem dúvidas a melhor maneira de ser acorda. Aquela voz rouca e maravilhosa sussurrava em meu ouvido fazendo-me arrepiar. Abri lentamente meus olhos e sorri ao ver Justin sorrindo lindamente e com seus cabelos bagunçados - Bom dia meu anjo!
- Bom dia amor! - lhe dei um selinho e depois o abracei 
- Oi? - ele desfez o abraço me encarando sorrindo - O que você disse?
- Bom dia amor? - respondi como se fosse óbvio 
- Você me chamou de amor - ele riu ainda sem acreditar - Kath você não tem noção do quanto estou feliz - ri do seu exagero e o beijei lentamente 
- É mais do que minha obrigação te chamar de amor agora - ele sorriu 
You're all that matters to me; Yeah yeah, ain't worried about nobody else; If it ain't you, I ain't myself; You make me complete; You're all that matters to me
- Eu amo a sua voz - ele riu e nos virou na cama ficando por cima de mim, beijou a ponta do meu nariz e me deu um selinho 
- Vou tomar um banho quer ir junto?
- Toma primeiro, eu já vou – ele fez biquinho e eu ri – Anda!
- Tá bom – Justin me deu selinhos seguidos e depois foi tomar banho. Eu ainda me encontrava nua, então coloquei minha camisola e um hobby de seda por cima. Desci as escadas de dois em dois degraus e fui para a cozinha beber água
- BOM DIA! – gritei e Luce deu um pulo me fazendo rir.
- Que susto menina! – dei um beijo em sua bochecha e peguei uma garrafinha de água na geladeira – Tem um rapaz aqui procurando por você
- Por mim?
- É, ele foi ao banheiro. Eu esqueci o nome dele
- Nossa esse banheiro é maior do qu... ah oi Kath – arregalei os olhos ao ver Joseph entrando na cozinha. Me senti constrangida por estar de pijama então por isso abracei meu corpo – Você ainda não esta pronta?
- Para que? – arqueei a sobrancelha. Ele se aproximou de mim e me tentou beijar, só que desviei.
- Ontem de noite eu te mandei uma mensagem
- Mandou? – ele assentiu
- Falando que eu iria te buscar para almoçarmos juntos – mordi os lábios tensa, eu tinha que tirá-lo dali antes que Justin o visse. Não seria boa coisa os dois se esbarrarem
- Amor? – tarde demais. Justin entrou na cozinha e franziu a testa ao ver Joseph – O que esse cara ta fazendo aqui?
- M-mais... o que? – Joe se embolou com as palavras
- Kath! – Justin me olhou com uma cara de “fala alguma coisa”
- É... ele me convidou par almoçar ontem de noite, quer dizer, ele mandou uma mensagem. Só que eu não vi
- Você esta com ele? – perguntou Joseph
- Sim, ela esta. Algum problema? – Justin respondeu antes que eu pudesse abrir a boca
- Claro que tem um problema! Eu e Kath estávamos saindo. A gente estava ficando.
- Joseph vai embora – falei calma – Por favor
- Ir embora? – ele me olhou incrédulo – Mas e nós?
- Não existe nós Joe, existe eu e você
- Ah agora é eu e você? Não era isso que parecia naquela noite
Terminando de falar, ele saiu bufando da cozinha e depois só ouvi a porta sendo fechado com força. Eu não acreditava que ele havia falado aquilo, ele nunca se quer me tocou nesse sentido. Como ele podia simular algo que não aconteceu?
Justin me olhava com uma expressão decepcionada, balançou a cabeça e depois se virou para voltar ao meu quarto.
- JUSTIN! – corri atrás dele
- Eu não acredito nisso – falou pegando suas coisas
- Justin me escuta, aquilo é mentira. Não aconteceu nada entre nós dois
- Ah não? E todas as vezes que você beijou ele?
- Não passou de beijo, eu juro. Joseph tentou algo a mais, só que eu não queria nada com ele – segurei os dois braços de Justin, fazendo ele me olhar – Por favor, acredita em mim.
- Katherine!
- Justin! – falei da mesma forma que ele – Eu te imploro, acredite em mim.
- Me responda; o que você sentiu ao beijar Joseph?
- Nada! – o olhei com tédio e ele arqueou a sobrancelha
- A verdade
- Você quer a verdade? – ele assentiu – Então vou falar. A verdade é que ele jamais vai ser você. Todas as vezes que Joseph me beijou eu estava pensando em você ou comparando seu beijo com o dele. Todas as vezes que ele pegou em minha mão eu sentia que ali não era o meu lugar. E... com você Justin, é tudo diferente – ele olhava em meus olhos, e se eu pudesse faria qualquer coia para saber o que ele pensava – JUSTIN, EU NÃO TRANSEI COM ELE. Eu nunca transei com outro cara a não ser você, será que isso não é o suficiente?
- Por que nunca transou com Joseph? – ele perguntou e eu o olhei incrédula
- Você queria que eu transasse com ele?
- Não, não é isso. Só estou perguntando, você disse que ele tentou. Mais você não queria, por que?
- Porque eu amo você, e é só contigo que eu quero fazer isso.
- Kath
- Isso é injustiça! – gritei o interrompendo – Você transou com aquela vadia quando a gente estava ficando, e por isso eu tinha o direito de ficar brava. Eu não transei com Joseph, e você não tem o direito de ficar bravo por que não estávamos juntos. Agora vê se coloca na sua cabeça de uma vez; eu nunca tive algo serio com o Joseph, não tenho e nunca vou ter. Por que? Porque eu não quero. A única coisa que eu quero é ficar ao seu lado e ser amada por você. – fiquei fitando-o com os olhos lagrimejando – Vou tomar banho.
Joguei o hobby que vestia na cama e segui para o banheiro, me despi e entrei no chuveiro. A água morna livrava um pouco da tensão que eu sentia. Era incrível, só por que eu e Justin estávamos bem, acabamos de nos acertar tem que ter algo para estragar tudo.
Peguei o shampoo e comecei a ensaboar meu cabelo. Fui surpreendida quando alguém entrou no box e me agarrou
- Desculpa, desculpa, desculpa – Justin sussurrava com o queixo apoiado em meu ombro, passei meus braços em sua cintura e o apertei – Não quero te perder de novo – fiquei em silencio – Me responde, por favor! - Justin desfez o abraço e ficou olhando em meus olhos
- Você é um idiota – ele me olhou sem entender nada – E isso é uma droga, por que eu tenho uma queda por idiotas

Oi mesninas lindas do Justin :3
To postando praticamente de madrugada já que estou acordando na hora do almoço. Esse capítulo ficou grandinho e espero do fundo do meu coração que tenham gostado, por que deu trabalho pra fazer. Podem ficar sossegadas que essa não será a única vez que Joseph vai atormentar Kath e Justin. Quem sabe ele e o Connor não se juntam e montam um plano maligno para separar o casal Jatherine? Nossa viajei agora né? Mas sim, talvez o Connor apareça novamente, quem sabe... não sei! Próximo capítulo vai ser fofinho :3 Só uma pista; Justin se declarando na frente de toda Team Bieber, momento ooown't i know
Bom é isso, digam o que acharam e ate o próximo =)

26 comentários:

  1. Continuaaaaaa ta perfeito

    ResponderExcluir
  2. eita esse capítulo , hahah , nus vai ela foi super grossa com o joseph ,que absurdo, ela deveria ser amiga dele pelo menos depois dessa

    ResponderExcluir
  3. Véi , ela tem que se desculpar com o joseph não é assim, ignorando ele , tipo ela tava ficando com ele ,ela deve satisfações.

    ResponderExcluir
  4. aai que perfeito que tá, mas ela nao era tipo uma antiga amiga do joseph?

    ResponderExcluir
  5. OMB continuaaa ta pft !
    Ass: Polly!¡!

    ResponderExcluir
  6. Awnnnn caraiu que perfeito :') slc muuiiito fofos. Aff eles prometeram
    de dedinho. Entao jatherine tem que continuuar juntos. Continua beijo diiva <3

    ResponderExcluir
  7. perfect como sempre!!! E rolou um moment fofo e eu adoroooo!!! continua por favor......<3 *u*

    ResponderExcluir
  8. Que lindo que lindo que lindoooooooo apaixonei

    ResponderExcluir
  9. O capítulo ficou bom , mas o joseph é legal mancada ela ter ignorado

    ResponderExcluir
  10. Que perfeiiitooo,
    continuaa

    ResponderExcluir
  11. Não deixa eles se separarem de novo, omb, n deixa.... Continua plmdds... Ei Beliebers visitem meu blog: belieberquesonha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. amoooor,comecei a ler a sua ib ontem,e é perfeeeeitaaa,juro juro juro! Comecei a postar uma nova,você pode me ajudar a divulgar por favor? http://imaginebelieberwithjb.blogspot.com.br ...se puder,agradeço demaaaais! Beijiiinhos,continua,tá maaaaravilhoso.

    ResponderExcluir
  13. Continuaaaaaaaaaaaaaaaaa *--*

    ResponderExcluir
  14. a ib tá perfeita, continuaaa

    ResponderExcluir
  15. Continua ta super perfeita *----*

    ResponderExcluir
  16. que dózinho do joseph, haha , continua

    ResponderExcluir
  17. Continua, o connor tenque aparecer de novo !

    ResponderExcluir
  18. Caraa!!!ta perfeitooo continuaaaaa pleaseeee

    ResponderExcluir
  19. mas que perfeito *-* Continua logo.

    Divulga : http://imaginebelieberdiva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Como , eeehh , como é que vc sabe tanto dessas coisas ,vc sabe, aquilo.Vc ja fez isso??????

    ResponderExcluir
  21. também tenho queda por IDIOTAS que me fazem BEM e que me fazem SORRIR !! :)

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.