06/01/2014

Only Best Friends: Capítulo 21 - Give me one more chance, please

| |
E não podemos negar por mais que a gente queira
Mas na hora certa nossos sentimentos vão se mostrar
Porque mais cedo ou mais tardeAlmost Is Never Enough Ariana Grande


Katherine Collins POV

Era por volta das 20hrs, eu e minha mãe estávamos no sofá conversando e rindo, coisa que não fazíamos a muito tempo. Na televisão passava um programa de moda, mas eu não me importava. Fomos interrompidas pelo meu celular tocando
- Pega ai para mim, mãe! - ela se esticou para pegar o aparelho que estava na mesa ao lado do sofá
- É o Justin - ela falou, a encarei sem saber o que fazer - Atende
- Mais..
- Atende Kath! - suspirei derrotada e peguei o celular - Coloca no viva-voz
- Porque?
- Faz o que eu to mandando - atendi e coloquei no viva-voz

"- Oi Justin
- Kath? Fico feliz por ter atendido - disse com a voz tranquila, olhei para minha mãe e ela sorria fraco - Eu queria te fazer um convite, e te implorar para aceitar. As coisas entre nós não estão boas mas pelo menos saía comigo como... como minha amiga.
- Diz qual é o convite
- Scooter ganhou uma reserva em um restaurante novo e ele me deu já que não tinha quem levar. Quer ir comigo? - houve uma pausa - Se não quiser eu dou a reserva para a Chloe e Jace, não tem problema. - minha mãe sussurrava "aceita, aceita logo garota!" e se eu não estivesse um pouca nervosa ate riria
- Que horas? - perguntei. "Ai meu Deus, ela aceitou!" ouvi ele sussurrar para alguém e reprimi uma risada
- Ás nove, pode ser? - mordi os lábios
- Tudo bem, te vejo daqui a pouco
- Ok, até!"

- Que romântico! QUE ROMÂNTICO! - dona Emma gritou e eu cai na gargalhada
- Isso não tem nada de romântico
- Filha se eu fosse você agarrava Justin no segundo em que ele entrasse nessa casa - ri balançando a cabeça
- Vou separar minha roupa - me levantei e fui ate meu quarto. Entrei em meu closet e fiquei encarando todas aquelas roupas, decidi por fim colocar um vestido dourado com paetê e um salto dourado também.
Como eu sou uma pessoa demorada para se arrumar, fui tomar meu banho.
(...)
- Filha, Justin chegou - minha mãe disse entrando em meu quarto, retoquei meu gloss e virei para ela sorrindo nervosa - Esta linda!
- Obrigado - peguei minha bolsa carteira e fui seguindo para a porta. Desci as escadas lentamente e quando cheguei na sala Justin se levantou do sofá sorrindo nervoso. Tentei transmitir a segurança que não tinha e sorri - Oi
- Oi, você esta muito linda - sorri sem graça - Bom, vamos?
- Vamos - me virei pra mim mãe e sorri fraco. Justin estendeu a mão e eu a peguei ainda um pouco receosa, saímos de casa e entramos dentro do seu carro. O caminho ate o restaurante foi em silêncio, assim que chegamos Justin abriu a porta para mim e como lá em casa ele estendeu sua mão. O restaurante era bem moderno e aconchegante, entramos e nos dirigimos a mesa reservada. O garçom nos atendeu e nos indicou o especial da casa, fizemos os pedidos e ele se retirou. Eu estava nervosa, Justin estava nervoso, nós estamos quites. Estava interdita com os meus dedos, e ás vezes olhava discretamente para Justin o vendo fechar e abrir a boca diversas vezes
- É... - ele começou a falar e se interrompeu, olhei pra ele assentindo que era para continuar - Eu queria te falar diversas coisas, mas essa jantar não seria o suficiente. Então só vou te pedir que continue sendo minha melhor amiga, por favor?
- Justin eu
- Por favor Kath - me interrompeu - Você pode agir como se não tivesse acontecido nada entre nós, não tem problema. Nossa amizade sempre foi algo muito importante pra mim, e eu não suporto pensar que eu posso estar destruindo ela - engoli em seco - Volte a ser minha melhor amiga?
- Eu sempre vou ser sua melhor amiga Justin, apesar de tudo - falei em um sussurro, ele sorriu torto e depois passou sua língua nos lábios
- Fico feliz em saber disso - ri fraco. Nosso pedido chegou em seguida e enquanto comíamos conversávamos como dois melhores amigos, conversávamos como se nada tivesse acontecido. E isso era incrível por que demonstrava que sempre estaríamos presente na vida um do outro.

Justin Bieber POV

Foi melhor do que eu pensava, admito. Era bom saber que apesar do meu erro Kath continuava sendo minha melhor amiga. Eu estava agindo normalmente, apesar de estar com medo de falar algo errado. Nosso jantar foi repleto de risadas e eu adorei isso.
- Esta entregue dona Collins! - falei assim que estacionei o carro na frente de sua casa
- Valeu pelo jantar, foi divertido - ela sorriu e eu retribui.
- Eu que agradeço por você aceitar o convite
- Não seja tão educado Justin, isso não é sua cara - ela falou rindo
- Ei eu sou educado tá legal? - fingi estar bravo e ela riu mais ainda. Como eu sentia falta da sua gargalhada
- Tá legal! Quer descer? - perguntou e eu assenti. Tranquei o carro e entramos em sua casa, Emma estava no sofá assistindo tevê
- Oi Justin - ela sorriu e veio me abraçar - Estava com saudades de você!
- Também estava - ri
- Filha eu vou me deitar, boa noite - ela beijou a bochecha de Kath e se retirou.
- Senta aí! - Katherine falou se sentando, me ajeitei ao seu lado. Ela colocou em um canal de música e se virou para mim
- Depois de amanhã é a festa do sucesso que foi a Believe Tour - ela assentiu - Você vai né?
- Claro, como uma dançarina de turnê não estaria? - ri fraco - Espero que não seja aquelas festas formais em que você fica o tempo todo sentado.
- Pode ter certeza que não será, pedi para Tay James tocar só músicas com batidonas - fiz uma dança esquisita que arrancou uma risada alta de Kath. Ficamos um tempo um silêncio. - Senti sua falta
Kath me olhou e depois suspirou, e me surpreendeu com um abraço forte. Retribui no mesmo instante, meus braços a envolviam com toda força que eu podia, eu senti tanta falta de poder envolvê-la. De tentar passar a ela o quanto eu queria protegê-la de qualquer coisa.
- Eu também senti - ela falou perto do meu ouvido
- Eu não queria estragar tudo, eu juro. - ela desfez o abraço e ficou me encarando. Na tevê começou a tocar Almost Is Never Enough e isso fez com que Kath sorrisse sem graça, essa música tinha a ver um pouco com nós - Eu queria te ter feito a mulher mais feliz do mundo mas eu não fui capaz. Eu só espero que... se você estiver começando a criar um relacionamento com Joseph, ele te faça feliz. - ela começou a negar com a cabeça - Ele deve ser um cara bacana, vi que você sempre esta rindo com ele. E mesmo não querendo falar isso eu vou falar; eu vou deixar você ser feliz. Vou parar de forçar algo que não tem mais chance
- Justin... - ela sussurrou com seus olhos lagrimejados
- Me perdoe por ter estragado tudo - bufei com ódio de mim mesmo. Eu não conseguia me perdoar por deixar Kath escapar entre meus dedos. Senti o leve toque de Katherine em minha bochecha me fazendo olha-la. Seus olhos brilhando por conta das lágrimas. A música fazendo com que tudo ficasse pior, nossa proximidade tão perigosa para mim. O desejo de beijá-la me dominando a cada milésimo de segundo. Nossos olhares não queriam se desgrudar, mas eu tinha que faze-lo se não, não conseguiria responder pelos meus atos. Levei minha mão para sua bochecha e a acariciei, meus olhos vão para seus lábios. "Quando eu tenho vontade de beijar uma garota, eu olho para seus lábios", lembrei instantaneamente o que me fez rir por pensamento. - Eu te amo! - sussurrei o mais baixo possível.
- Eu também te amo - ela respondeu no mesmo tom e então se aproximou mais de mim, finalmente podendo sentir seus lábios nos meus. A sensação de sentir seu beijo novamente me fez arrepiar por completo. Foi apenas um selinho, mas o suficiente para perceber que nossas bocas se encaixam perfeitamente. Minha mão que antes estava na sua bochecha foi ate sua nuca, minha língua pediu passagem e ela cedeu abrindo mais sua boca. Aprofundei o beijo e arfamos, Kath me puxou para mais perto, colocando seus dois braços em volta do meu pescoço. Me sentei direito a puxando para sentar em meu colo, com um pouco de dificuldade coloquei suas pernas uma de cada lado do meu corpo, minhas mãos agora deslizavam em sua costas nua. Por mais que eu precisasse de ar, não queria para de beijar por medo. Medo de ela se arrepender no segundo seguinte. Fui diminuindo a velocidade do beijo ate encerrá-lo com diversos selinhos, encostei nossas testas ainda com os olhos fechados e respiração ofegante. Na sala o silêncio dominou, abri meus olhos lentamente e sorri. Kath parecia estar um pouco nervosa
- O que foi? - perguntei
- Eu tenho medo - ela se levantou e foi andando para seu quarto, corri atrás dela. Assim que chegamos em seu quarto fechei a porta
- Medo de que?
- De me magoar novamente - ela suspirou
- Não, não tenha medo - falei indo ate ela - Confie em mim
- Eu não sei Justin
- Por favor? Confie em mim. Me dá mais uma chance, é só o que eu te peço - pousei minha mãe eu seu rosto e lhe dei um selinho longo. Kath me abraçou forte e eu sorri entendendo que isso era um sim, passei meus braços em sua cintura e a levantei no ar
- Não me decepcione - assenti e nos joguei na cama fazendo ela rir
- Topa sentir a potência do Jerry novamente?

Hii girls! Como estão? Eu vou bem, thank you! 
Tá não foi tão legal a reconciliação deles, eu planejava algo mais dramático mas foi algo fofinho não é?
O próximo capítulo vai ter um toque de safadeza, que eu sei que vocês gostam e que também estão com saudades. 
Estou sem ideia do que falar aqui então é só isso, beijooos na bunda e até o próximo capítulo :)

25 comentários:

  1. AI MEU DEUS! Cada capítulo fica mais perfeito. Se possível, vocês podem divulgar minha IB? Link: https://odiariodeduasbeliebers.blogspot.com
    Obrigada ;D

    ResponderExcluir
  2. OMB como vc consegue escrever tudo tao perfeitamente!?É tudo perfeito.. amo sua IB ! Eles formam um casal tao lindo! Continua, pfvr ♡♡

    ResponderExcluir
  3. toque de oque ? kkkkkkkkkk, nóis adora , continua ai , agora tá perfeito

    ResponderExcluir
  4. adorei, ai siimm, os dois são fodas , continuaaaaa

    ResponderExcluir
  5. Omg ....ficou muito perfect.. adoro momentos fofos como esse são muito bons!! continua....

    ResponderExcluir
  6. ai sim heeim, continua ai

    ResponderExcluir
  7. Depois de dois capítulos sem te perturbar, eu voltei para te encher u.u Eles voltaram ~Le dancinha da felicidades~ Que bom que eles voltaram, já estava na hora né u.u Justin como sempre ousado, acaba de voltar com Kath e já faz uma proposta indecente pra menina, vê se pode isso u.u Enfim, continua logo, please.,... Beijustins gata!

    ResponderExcluir
  8. Eu amo sua fic<3 continua ...

    ResponderExcluir
  9. Aaih mto perfeito,continua *-----*

    ResponderExcluir
  10. Reconciliação perfeita!!??? Claro Cap. perfeito!!??? Lógico Tudo de bom os dois juntos. É tão romântico <3 Continua logo tá

    ResponderExcluir
  11. a reconciliação foi boa, mas tipo mano e joseph?

    ResponderExcluir
  12. to feliz com os dois, mas quero que o joseph continue na história

    ResponderExcluir
  13. Não tava aguentando ver o Jus sofrer.... Jatherine forever <33

    ResponderExcluir
  14. Mds, qe pfto, continua omb..

    ResponderExcluir
  15. Joseph hater akii, se ferrou viado.... Kath é do Bieber, bja a Kath na frente do Bieber para ele ver ne ? N fui com q cara dele, concordo com a menina do comentário ali em cima "Jatherine forever" "Jatherine is life"

    ResponderExcluir
  16. tenho a impressão que isso não vai durar muito tempo ,continuaa

    ResponderExcluir
  17. continua esse capítulo foi tipo yeahh, estão de volta,mas espero que o joseph nao deixe isso barato

    ResponderExcluir
  18. Continuaaaa ta perfeito, quer dizer essa ib é perfeita ♥

    ResponderExcluir
  19. Continuaaaaaaaaa Gata !!

    ResponderExcluir
  20. Esse Justin , não perde nenhuma oportunidade hauahauhu

    ResponderExcluir
  21. muahahamuahahahamuahahahmuahaaha ...... voh ler o próximo e esse jus10 to de oio em meu fio ruum !

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.