19/12/2013

Summer Paradise - Nothing will apart us

| |

"I've been everywhere, man, looking for you 
baby, searching for you baby"
Where Have You Been - Rihanna


                Lucy Montgomery’s P.O.V.
                            
                Eu e Justin saímos do hotel e eu olhei para ele.
                - Vamos de táxi? – Perguntei.
                - Claro – ele disse com uma cara “não é óbvio?”.
                - Não me olhe com essa cara, garoto! – Exclamei e dei um tapinha no braço dele. Justin fingiu dor. – Muito menos essa – apontei para o rosto dele – cara. Meu tapa não dói tanto.
                - Verdade, sua mão é leve demais – ele me puxou pelo ombros e me abraçou de lado. Logo um táxi chegou. Entramos e Justin pediu para ele ir ao Mormaii. Pelo que entendi só tinha um na região, já que o taxista nem chegou a perguntar em qual preferíamos ir.
                Meia hora depois chegamos. O hotel era um pouco distante da cidade. Saímos do táxi após dar o dinheiro ao motorista. Justin pegou em minha mão e saímos andando pelo calçadão onde o Mormaii ficava. Apoiava minha cabeça no braço de Justin, enquanto andávamos. A brisa do mar – que ficava em frente ao restaurante – batia em meu rosto, fazendo meu cabelo bagunçar. Não me importa, aquele momento estava muito bom para ser atrapalho pelo simples fato do meu cabelo estar sendo bagunçado pelo vento – além do que, a sensação era boa. Justin parou, pegou em minha cintura e me puxou para mais perto dele.
                - Acho que eles ainda vão demorar – ele falou olhando nos meus olhos. Minhas mãos estavam uma em cada braço. Seus braços estavam maiores, mais musculosos. Só então reparei na quantidade de tatuagens que Justin tinha. Acho que durante toda essa tensão, nem reparei.
                - Suas tatuagens... – Passei minha mão esquerda pelo seu braço direito. – São lindas – sorri.
                - Jura que gostou? – Ele perguntou, a testa franzida.
                - Sim. Ficou mais sexy – sorri marota.
                - Hum... Agora entendi qual é a sua – ele me puxou para mais perto, deixando nenhum espaço entre nós.
                - Só disse a verdade – falei aproximando meu rosto do seu. Justin logo me beijou. Seus lábios macios em contato com os meus lábios com gloss de coco, sua língua e a minha traçando uma grande batalha, o sentimento de estarmos finalmente juntos...
                - Até que não é tão ruim – Justin lambeu meu lábio inferior, com o objetivo de sentir o gosto de coco novamente.
                - Que nojo – mostrei minha língua.
                - Nojo nada, nojo é você achar nojento eu tocar minha língua nos seus lábios. Já toquei em lugares piores – ele falou.
                - Seu pervertido! – Bati em seu braço.
                - Ué – ele fez cara de santo, apenas ri.
                - Cara de santo, mas não engana não – falei rindo.
                - Ei! Eu sou santo! – Ele me repreendeu.            
                - Nossa, muito! Aliás, você me provou isso há três anos, lembra-se? – Falei olhando para ele, rindo.
                - Provei, e você gostou – ele me beijou novamente, enquanto eu ria. – Para de rir e me beija, gata – ele falou malicioso.
                - Ai, meu Deus! Olha só quem o Senhor foi arranjar para mim! – Olhei para o céu com as mãos erguidas.
                - Ele arranjou um homem gato e gostoso. Agora, beije-me – ele falou e eu o beijei. Justin estava pior que nunca. Sua carência só havia aumentado.
                - Você anda muito carente – falei sorrindo sem mostrar os dentes.
                - Claro! – Ele exclamou. – Três – ele fez “três” com as mãos – anos sem você, quer que eu fique como?
                - Que drama, Justin!
                - Como se você não tivesse ficado assim... – ele revirou os olhos. Abaixei minha cabeça ao lembrar-me dos primeiros meses sem Justin, mal conseguia ir à escola. Eu sentia muita falta de Justin, mas não era falta de tê-lo ao meu lado, era falta das suas brincadeiras sem graça, seus beijos, suas safadezas... Falta dele. Não como amigo, mas como meu namorado.
                - Você tem razão, eu fiquei pior que isso – dei um sorrido de lado. Justin me abraçou.
                - Nada disso mais importa. Nós estamos juntos agora e nada mais vai nos separar, nem mesmo a distância – ele beijou o topo de minha cabeça.

                Lucy Montgomery’s P.O.V.




Ooi, guys :) Como vão?
Eu tô indo à pé, porque as coisas estão fodas... Mas enfim.
Vocês viram a premiere de Believe ontem? Viram o Justin oficializando a pausa dele? Aw, vai ser tão perfeito ele com os irmão, os avós e os pais *-* Eu realmente acho que ele precisa, mas não acho que ele vá aguentar muito tempo. Me digam o que você acham dessa pausa do Justin...
Espero que vocês tenham gostado, me digam o que vocês acharam :)
Beijos e até mais


Feer Santos: Continuei, espero que tenha gostado.
Midiane dos Santos: Aw, obrigadaaaaaaa, fofinha *-* Eu amo a Lucy e o Justin juntos, eles são tão cute cute.
Carol Mercadante: Aunt, o pior é que eu senti mesmo :( Mas você tá de voltaaaa :D
Haha eu AMO forte os dois juntos. Continuei e espero que você tenha gostado.
Brenda Lima: Continuei, espero que tenha gostado.


7 comentários:

  1. Continuuuaa.... Perfeitoo s2

    ResponderExcluir
  2. A cada dia me apaixono mais por esse casal, sério, eles são muito perfeitos juntos *-* Mas tipo, vamos combinar que está faltando um pouco de hot nessa ib né - Nem sou safada u.u - Mas enfim, continua logo, please... Beijos gata!

    ResponderExcluir
  3. Uauuu.Voltei sim e agora e pra ficar kkkk
    Mas bem eu amei o cap Justin e lucy e vidaaaa.
    Ea Cait namora com ryan? Eo Crys namora com quem?
    Continua por favor com muito brilho rosa e claro

    ResponderExcluir
  4. Awnnnt que fofo!
    Jubs sempre safado haha
    Continua :D

    ResponderExcluir
  5. eu amo a sua fanfic, acho demais, mas os capitulos são mto pequenos cara!

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.