16/12/2013

Only Best Friends: Capítulo 13 - We don't support Jatherine

| |

Katherine Collins POV

Saí do banheiro enrolada em uma toalha no corpo e outro no cabelo. Andei em direção ao armário e separei meu pijama, vesti uma lingerie branca e me sentei na bera da cama para poder passar o creme no corpo. Vesti meu pijama e me deitei na cama. Liguei a TV e dois minutos depois Justin saiu com uma toalha enrolada na cintura e outra em sua mão secando seu cabelo, piscou para mim e foi vestir uma cueca. Já vestido, ele veio até a cama e se deitou ao meu lado me puxando para aconchegar-me em seus braços. Fechei os olhos e rocei meu nariz em seu peitoral aspirando seu delicioso cheiro, Justin me apertou e beijou minha testa. Sua mão que estava em minhas costas começou a acaricia-la me fazendo arrepiar.
O silêncio predominava ali, só queríamos sentir a presença um do outro, me ajeitei podendo olhar em seus olhos
- Amanhã vamos ter que enfrentar o pessoal - falei baixinho, queria ao máximo deixar aquele silêncio bom
- Como assim?
- Sobre as fotos - expliquei - Com certeza viram, quer dizer o mundo inteiro viu. - assim que terminei de falar começou a passar uma reportagem sobre a mesma coisa na TV 

"Nessa tarde de sexta-feira, Justin Bieber foi visto andando pelas ruas de Roma acompanhado pela mesma garota que dias atrás foi visto beijando. Eles andaram a tarde toda abraçados e trocando carícias. De acordo com as fãs de Bieber, a garota seria sua melhor amiga e também dançarina, Katherine Collins. Fontes próximas aos dois disseram que não sabiam do suposto relacionamento. Desde que foi vista beijando Justin Bieber, Katherine tem sido alvo de ofensas nas redes sociais. Várias fãs de Justin apoiam os dois, mas também há milhares que não apoiam. Será que por aí vem mais um relacionamento do astro pop teen? Lembrando que há dois anos ele terminou...." 

Justin desligou a TV e ficou em silêncio, encarando o teto. Eu sabia que aconteceria isso, só acho que não esperava as Beliebers estarem me xingando. Instantes depois Justin suspirou e finalmente disse
- Essa é a pior parte. Vão começar a criar mentiras sobre nós - apoiei meu cotovelo no colchão e minha cabeça em minha mão. Comecei a acariciar seu cabelo e ele se virou para mim
- Eu sei como é, por que já vi o que você passou. Mais... não vamos pensar nisso, tudo bem? - ele assentiu - Deixe para outro dia
- Tudo bem! - ele disse e eu sorri. Me aproximei de seu rosto e lhe dei um longo selinho. Voltei a me deitar e virei de costas para Justin, ele passou seu braço por minha cintura e entrelaçou sua mão na minha, deu um beijo em minhas costas e depois um na minha bochecha - Boa noite meu anjo
- Boa noite Jus - sussurrei já com os olhos fechados
(...)

Justin Bieber POV

Acordei com o sol invadindo o quarto e praticamente cegando meus olhos. Olhei para Kath e ela permanecia dormindo, me desvincilhei de seus braços com cuidado e fui tomar meu banho. Quinze minutos depois saí e fui me vestir. Coloquei uma calça jeans - o que é realmente muito raro - uma regata branca e uma jaqueta preta por cima, em meus pés coloquei meus fiéis supras da cor azul.
Peguei meu celular para ver as horas, 11:30. Antes de bloquear a tela, fiquei encarando a plano de fundo. Um foto minha e da Kath fazendo careta, isso era tão nossa cara. Meus pensamentos mudaram para Emma e Matt, o que será que eles devem estar pensando a respeito das fotos que saíram? Coisa boa que não é, mais realmente espero que eles apoiem esse rolo entre eu e Katherine. De falar nela, ela se remexeu na cama chamando minha atenção. Sorri fraco e coloquei meu celular no bolso, caminhei ate a cama e me sentei ao seu lado. Kath estava com os olhos semicerrados tentando se acostumar com a claridade, passei minha mão em sua testa tirando o cabelo do seu rosto
- Bom dia! - ela falou com um pouco esganiçada o que me fez rir fraco
- Bom dia, levanta aí - peguei em suas mãos a puxando, ela resmungou mais levantou, a guiei ate o banheiro - Tome um banho para gente ir almoçar
- Mais eu nem tomei café - reclamou me encarando pelo espelho
- Querida, já é praticamente meio dia - arquei a sobrancelha
- Não me chame de querida, agora dê me licença - antes de fechar a porta, virei seu rosto para mim e selei nossos lábios rapidamente. Ela sorriu fraco e depois começou a tirar a roupa, encostei a porta e me joguei na cama. Segundos depois meu celular começou a tocar, o tirei do bolso da calça e o atendi vendo antes que era Scooter 

- Alô?!
- Fala pegador - ele disse e eu ri - Justin Justin, você não tem juízo mesmo né moleque?
- Mais o que eu fiz dessa vez?
- Eu te falo para não chamar a atenção ai me aparece fotos suas beijando a Kath, primeiro em frente a casa dela agora em Roma - bufei revirando os olhos - Quando pretendia contar para a gente?
- Eu não sei, Kath queria manter segredo mas agora não dá mais.
- Vocês estão namorando?
- Não, não estamos namorando - disse com tédio - Mas... logo vamos estar - sorri
- Você só pode estar brincando
- Ai Scooter vai te catar, deixa que da minha vida amorosa eu cuido
- Ok ok, não esta mais aqui quem falou. Olha o voo de vocês sai as 19hrs
- Beleza, só isso?
- Mais uma coisinha, Emma esta faltando soltar fogo pela boca - comprimi os lábios um pouco tenso
- Falou com ela?
- Não, sua mãe me disse. Ontem elas passaram o dia juntas
- Hum, então tá depois eu me viro com isso. Tchau
- Tchau!

Katherine Collins POV

Sai do banheiro e fui ate o armário pegar minha roupa. Voltei ao banheiro e me vesti, um cropped branco e uma saia preta, nós pés coloquei uma sandália prateada. Passei a maquiagem de sempre e baguncei um pouco meu cabelo, sai do banheiro e Justin não estava no quarto. Dei de ombros e peguei minha bolsa colocando celular, carteira e meu gloss. Desci as escadas cantarolando e encontrei Justin saindo da cozinha com um pedaço de pão na mão
- Uau que gata! - disse com a boca cheia e eu ri, dando uma voltinha
- Obrigada! - sorri e andei ate ele lhe dando um selinho - Vamos?
- Só vou pegar a chave do carro e meu celular - assenti e observei ele correr ate o quarto. Decidi esperar lá fora, me encostei no carro e instantes depois Justin saiu, trancou a porta da casa e apertou o alarme do carro. Entrei no carro e já liguei o rádio, tocava This Kiss da Carly. Seguimos ate um restaurante em silêncio, quando chegamos Justin deu a chave para o manobrista estacionar o carro e assim ele fez. Entramos no restaurante e a atenção foi voltada para nós dois, encolhi meus ombros e senti minhas bochechas queimarem, Justin percebeu e pegou minha mão a apertando olhei para ele e o mesmo sussurrou "não ligue" para mim. Um garçom nos conduziu ate uma mesa mais afastada e nos acomodamos, fizemos nossos pedidos e ficamos conversando enquanto ele não chegava. Justin estava todo sorridente e isso me deixava realmente muito feliz, parecia que ele estava mais "aliviado" por ter falado sobre seus sentimentos a mim. Fiquei feliz em saber o que ele sente, mais fico triste por ainda não conseguir retribuir, não da forma que ele gostaria. O amando como ele me ama.
- Scooter disse que sua mãe não esta muito feliz - falou assim que terminamos de comer
- Por que?
- Ninguém esperava saber sobre nós pela mídia, estão magoados - revirei os olhos e ri fraco
- Eu sei que o certo era avisar a todos que qualquer hora iria aparecer uma foto da gente se agarrando - ele riu - Só que... eu achava que estava um tanto cedo falar sobre isso
- Eu te entendo. - sorri fraco e tomei meu sorvete
(...)
Já era o segundo filme que eu e Justin assistíamos, mas esse estava mai interessante. Justin parecia estar entendiado, por que a cada dois segundos ele se remexia na cama ou bufava. Eu apenas ignorava e continuava a prestar atenção no filme
Love me like you do Love me like you do Like you do Hold me tight and don't let go - ele começou a cantar e dessa vez eu que bufei o encarando
- Cala boca, eu quero assistir - ele me ignorou e continuou a cantar 
- What am I to do  When you love me like you do? Like you do Hold me tight and don't let go - dei um tapa em seu braço e ele me encarou feio mais continuou a cantar. Revirei os olhos e comecei a fazer coceguinhas nele, já disse o quanto a risada dele é fofa e contagiante? Quando ele ri é impossível você não rir junto, da mesma forma quando ele sorri. Da vontade de morder ate arrancar um pedaço 
- Seu idiota, continua a cantar - falei e comecei a rir também
- Para Kath, eu juro que paro - o ignorei  - Eu vou te chutar para ver se para
- Troque o T pelo P e me faça feliz - parei e voltei a me deitar. Ele começou a rir mais ainda e eu não me aguentei e tive que acompanha-lo, ficamos quase meia hora rindo igual a dois retardados. O que de fato somos. Fechei os olhos e respirei fundo recuperando meu fôlego
- O-oh Kath - disse ainda rindo - Desde quando você é safada assim? - mordi os lábios reprimindo uma risada e ele riu fraco - Hein, sua assanhada?
- Assanhada é sua avó - dois segundos depois Justin estava por cima de mim e segurava meus pulsos no alto da minha cabeça - Sai de cima de mim seu obeso
- Olha! - me repreendeu e aproximou seu rosto do meu, ri fraco balançando a cabeça 
- Sai Justin, é sério! - me ignorando ele me beijou profundamente. Sua língua disputava uma batalha dançante em minha boca, era extraordinário. Havia vezes que eu deixava escapar arfadas e sentia Justin sorrir com isso, encerramos o beijo com diversos selinhos e respirações ofegantes. Justin deu um longo beijo em minha testa e outro na ponta do meu nariz 
- Eu te amo! - ele falou e eu senti meu coração palpitar fortemente. Corei e ele riu fraco voltando a se deitar ao meu lado. Como eu queria dizer o mesmo a ele, respirei fundo e me sentei na cama
- Quando vamos ir embora? - Justin olhou em se celular e arregalou os olhos
- Daqui uma hora! - demos um pulo da cama e fomos arrumar as nossas malas. Quando terminamos de arrumar, trancamos toda a casa e fomos direto para o aeroporto. O jatinho particular já no esperava, adentramos o mesmo e colocamos nossas malas nos devidos lugares. Me sentei na poltrona da janela e Justin ao meu lado. Chegaríamos em Nova York pela manhã e quando pisássemos lá, teríamos que enfrentar muitos paparazzi falando sobre nós. 

Nova York -  10:45AM 

Justin ligou para Scooter assim que chegamos em Nova York, falando que era  para todos iriam ate a Residência Bieber - como ele mesmo disse - nos esperar. Fiquei um pouco tensa mas tentei ignorar. Assim que chegamos na, pude ver que todos já estavam ai. Pegamos nossas malas e entramos na casa de Justin. Fomos recebidos por diversos abraços, até parecia que fazia meses que não nos viam. Todos se reuniram na sala e nos encaravam querendo uma explicação
- Eu sei que... - começou Justin e todos os olhavam atentos - Vocês devem estar puto com nós, é só que...
- Eu pedi para Justin não falar nada gente - o interrompi vendo que não conseguiria falar porcaria nenhuma 
- O que exatamente vocês tem? - perguntou meu pai
- Estamos ficando Sr. Matt - falou Justin - Nós estamos conhecendo a parte "namorado" e "namorada" de cada, entende? Estamos deixando as coisas rolar
A sala ficou em silêncio por muito tempo, já ate estava ficando um clima tenso ate a minha mãe falar
- Eu apoio vocês juntos - sorri fraco - Só acho que deveriam ter contado, por mais que não fosse algo sério
- Desculpa mãe - ela assentiu e tudo voltou a ficar bem entre todos. Me virei para Justin e suspirei aliviada 
- Ufa, fiquei com medo do seu pai - ri
- Para de ser besta - ele me deu um selinho e sorriu. Quando deu a hora do almoço todos se reuniram na enorme cozinha da casa de Justin. Foi uma bagunça total, porem era bom ter todos por perto novamente
- Olha, hoje ás oito horas irá ter um show aqui em NY ok? - assentimos e voltamos a comer

Justin Bieber POV 

Local do show - 21:45PM

Faltava apenas uma música para poder encerrar o show. Antes decidi interagir um pouco com minhas Beliebers, eu falava algumas besteiras como de costume e brincava com o pessoal da minha equipe. Até que me virei para platéia e um pouco atrás das meninas que estavam na grade havia um cartaz que chamou minha atenção. Estava com as letras em vermelho e era impossível não notá-lo. Olhei ao redor e encontrei mais alguns com a mesma coisa escrita. No total eram cinco, poucos mais o suficiente para me deixar chateado.

"Eu odeio Jatherine"  "Não apoiamos Justin e Katherine" 

Jamais achei que um dia minhas fãs fariam isso, tanto comigo como com Kath. Eu sabia que muitas não gostavam dela. Olhei de canto para Katherine, que estava quase do meu lado, e vi seus olhos marejados e sua boca comprimida para não chorar ali. Mordi os lábios e olhei para baixo tentando não mostrar o quanto estava triste. Tentando ignorar, cantei a última música e agradeci saindo do palco logo em seguida. 

Damn, que droga de capítulo
Desculpa pela falta de criatividade!
Não falar muito hoje não :P
Tell me, o que acharam do capítulo
Beeeijos
Divulgando:



12 comentários:

  1. Baby,baby, só queria ter essa sua ''falta'' de criatividade! O capitulo tá incrivel, como todos os outros, só pra variar e muito grande! Criatividade nenhuma né? Kkkkk boba, tá perfeito sim, e por favor continue assim que der! <3<3

    ResponderExcluir
  2. Aah não estava mais aguentando esperar haha muito perfeitooo *---* Continuaa por favor *---*
    E aproveitando qe estou aq, voc poderia indicar meu blog ? Criei ele esse dias C: É de Imagine Belieber também C:
    http://imaginedojusqeridao.blogspot.com.br/
    Bjuus

    ResponderExcluir
  3. Continua, esse capítulo está perfeito!!

    ResponderExcluir
  4. Amei, sério, muito perfeito *-* Mesnina, continua logo, please... Beijustins gata!

    ResponderExcluir
  5. nss.... "falta de criatividade"... tava muito perfect!!!!continua pf ta muito TOP... bjinhos

    ResponderExcluir
  6. Divulga por favor?! http://adolecentesbelieber.blogspot.com.br/
    #Belieber

    ResponderExcluir
  7. fia .. quase chorei quase kkk :)

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.