28/11/2013

ILWMB: Capítulo 13 - I wish this day could last forever

| |
"Eu morri todos os dias esperando você. Querido, não tenha medo, eu amei você por mil anos, eu amarei você por mais mil. E o tempo todo eu acreditei que encontraria você. O tempo trouxe o seu coração para mim. Eu amei você por mil anos, eu vou amar você por mais mil."

19 de agosto de 2016 - Nova York, sábado, 1:15PM
Um som irritante ecoava pelo meu quarto, me forçando a abrir os olhos. Depois que meus olhos se acostumaram com a claridade que entrava pelas janelas eu descobri que era meu celular que tocava em cima do meu criado-mudo. No visor estava escrito "Justin" e eu atendi rapidamente.

"Charlotte: Oi? - Disse sonolenta.
 Justin: Estava esperando ser atendido com um "boa tarde, coisa maravilhosa". - Ri. - Tava dormindo?
 Charlotte: Estava. Quantas horas?
 Justin: Já são 1:15.
 Charlotte: Sério isso? Dormi demais...
 Justin: É, eu percebi. - Nós dois rimos. - Se você se arrumar rápido nós podemos sair pra almoçar.
 Charlotte: Não podemos, temos que ficar um tempo sem ser vistos juntos.
 Justin: Uma hora eles vão descobrir tudo, Char. E você acha que eles não percebem que eu estou indo aí todos os dias?
 Charlotte: Ok, você me venceu. Onde vamos?
 Justin: Surpresa. Eu tô saindo daqui agora, tô na garagem. Daqui a pouco chego aí.
 Charlotte: Até daqui a pouco então.
 Justin: Até."

Finalizei a ligação e coloquei meu celular de volta no criado-mudo. O quarto já estava todo arrumado, então fui direto para o banheiro e tomei um banho que me ajudou a despertar e tirar toda a preguiça que se alojava no meu corpo. Odiava acordar tarde porque sempre ficava com dores no corpo depois.
Quando terminei fui até o closet e vesti uma roupa fresca para aguentar o calor de Nova York, mas ao mesmo tempo arrumada para sair ao lado do maior astro pop do mundo. Eu estava me sentindo extremamente bonita e feliz hoje.
Ao chegar na sala, todos estavam ali, menos Sarah, que quase todo sábado saía com Peter.
Chaz: UAU! - Ele gritou, me fazendo corar e Justin olhou feio pra ele, que levantou as mãos pro alto, como se estivesse se rendendo. - Você sabe que eu nunca teria nada com ela.
Ryan: Mas que tá linda tá. - Justin deu um tapa nele. Nós todos rimos dos ciúmes do Justin.
Charlotte: Muito obrigada pelos elogios. - Falei sentando entre Justin e Caitlin. - Vocês vão fazer o que hoje?
Christian: Eu, Chaz e Ryan vamos visitar uns amigos. Já a Caitlin eu não sei.
Caitlin: Vou pro shopping com umas amigas de infância. E vocês dois?
Charlotte: Vamos sair pra almoçar. Pelo menos foi o que o Justin disse.
Justin: Mas nós vamos mesmo, não acredita em mim?
Charlotte: Não é isso, é que você tem mania de me surpreender. - Ele riu.
Justin: Você gosta. - Assenti sorrindo. - Aliás, vamos de uma vez, já são quase 2 horas. - Ele falou levantando. Abraçou Caitlin e se despediu dos meninos. Fiz o mesmo e combinei com Caitlin de sairmos juntas à noite.
Eu e Justin caminhamos até o elevador de mãos dadas, mas nos lembramos que ali existia câmeras e então passamos a andar um pouco afastados um do outro.
Justin: Sabe, ontem eu decidi pesquisar "Jarlotte" no Twitter e li várias coisas positivas sobre nós. - Ele falou quando já estávamos dentro do carro, saindo de dentro da garagem do prédio.
Charlotte: Isso é bom. Acho que vou criar um Twitter só pra ler as mentions.
Justin: Não crie. As mentions boas podem ser a maioria, mas sempre vão existir as ruins. Eles falam coisas horríveis, às vezes eu me sinto realmente mal com algumas coisas que leio. E eu não quero que isso aconteça com você. - Ele me olhou sério e eu assenti. - Acho que você vai adorar o lugar que vamos. - Ele falou sorrindo e mudando de assunto.
Charlotte: Onde?
Justin: Você vai ver logo.

19 de agosto de 2016 - Nova York, sábado, 2:10PM
Charlotte: Central Park? - Perguntei com a sobrancelha arqueada assim que paramos em frente ao enorme parque de Manhattan. - Vamos fazer um piquenique?
Justin: Você é muito apressada. Espera que você vai ver. - Ele falou descendo do carro ao mesmo tempo em que vários seguranças enormes surgiam não sei de onde cercando o carro.
Justin segurou minha mão assim que eu cheguei do seu lado e eu não disse nada. Ele sabia o que tava fazendo e também havia tantos seguranças fazendo uma roda em volta de nós que ninguém conseguia nos ver.
Charlotte: Esses caras vão ficar nos cercando o tempo todo?
Justin: Só até chegarmos em um lugar. - Não falei mais nada, ele não ia me dizer nada.
Nós caminhamos até a beira do grande lado The Resevoir e os seguranças que estavam na nossa frente se afastaram um pouco pro lado, nos dando a visão de uma espécie de cabana toda enfeitada com vários panos brancos que não deixavam quem estava do lado de fora ver nada que acontecia do lado de dentro. Justin me olhou sorrindo, esperando que eu dissesse alguma coisa, mas o máximo que consegui foi dizer um "uau" bem baixo, o fazendo rir.
Justin: Eu disse que você ia gostar. - Falou rindo e me puxando pra dentro. - Ser o Justin Bieber tem suas vantagens e essa é uma delas. - Nós entramos e Justin soltou os panos que estavam presos, fechando todo o local. Lá dentro tinha uma mesa para dois, onde o almoço já estava e músicas calmas tocavam em um pequeno rádio.
Charlotte: Você é incrível. - Falei impressionada e ele sorriu, me puxando pela cintura e colando nossos corpos.
Justin: Eu escuto isso todos os dias. - Revirei os olhos. - Mas vindo de você é tão diferente, porque sua opinião realmente importa pra mim. - Sorri, o dando um selinho.
Charlotte: É bom ouvir isso, já que eu também me importo com o que você pensa. - Ele sorriu e eu o beijei. Suas mãos percorriam minhas costas e eu acaricia sua nuca, fazendo os pelos daquela região se arrepiarem. Sorri. Era bom saber que eu causava isso nele.
Nós terminamos o beijo com alguns selinhos e ambos sorrimos. Seu sorriso era incrível, poderia tirar toda a tristeza de todos que estivessem ao seu redor e eu me sentia a mulher mais sortuda do mundo por ter ele ao meu lado. Eram esses momentos que me fazia perceber que eu tinha tomado a decisão certa ao decidir dar uma chance a nós dois.
Justin: Vem, vamos sentar. - Ele falou animado e puxando a cadeira para eu sentar. Ele sentou na cadeira à minha frente e nós não conversamos por algum tempo. Toda hora nossos olhares se encontravam e nós dois sorríamos. Nós éramos dois tolos apaixonados.
Ele estava tão feliz por estar me fazendo feliz que eu seria capaz de fazer qualquer coisa para aquele sorriso nunca sair de seu rosto.
Charlotte: Acho que deveríamos fazer a coletiva de imprensa. - Falei já decidida. Não era justo ele ter que viver um relacionamento secreto só por ser quem ele era. Como eu disse: "eu estou disposta a ficar do lado do homem que eu amo".
Justin: É sério? - Perguntou sem acreditar e eu assenti. - Você tem certeza, Char? Eu não quero que se arrependa depois.
Charlotte: Eu não vou me arrepender se você prometer ficar do meu lado. - Ele sorriu.
Justin: Eu prometo ficar do seu lado pro que der e vier, até o último dia de nossas vidas. - Sorri e me inclinei, lhe dando um rápido beijo.
A Thousand Years começou a tocar e Justin levantou e estendeu sua mão para mim, como um completo cavalheiro.
Justin: Me concede essa dança? - Sorri, pegando sua mão e levantando da minha cadeira. Justin segurou minha cintura e eu coloquei meus braços em torno do seu pescoço. Assim nós começamos a nos mover em passos lentos e sincronizados.
Naquele momento não existia mais nada. Não havia fãs, paparazzis, haters, problemas, preocupações, não havia mundo, só existia nós dois e o nosso amor inquebrável. Nossos olhares estavam conectados, mas não sorríamos e muito menos nos beijávamos. Era um momento especial e com certeza ficaria gravado para sempre na minha mente.

19 de agosto de 2016 - Nova York, sábado, 5:35PM
O sol estava se pondo e nós tínhamos uma vista privilegiada do prédio onde estávamos. Minha cabeça estava apoiada no ombro de Justin e seu braço estava envolta dos meus ombros, sua mão acariciando meu braço.
Charlotte: Queria que esse dia durasse pra sempre. - Pensei alto, mas não me arrependi de ter dito isso. Era a verdade.
Justin: Enquanto estivermos juntos eu farei o possível para que todos os dias sejam como esse. - Sorri, levantando minha cabeça e encostando meus lábios no dele. Não tinha intenção de aprofundar o beijo, mas Justin tinha, então foi isso que aconteceu. Suas mãos faziam um caminho por toda as minhas costas e minhas mãos estavam nos cabelos de Justin, o puxando para mais perto de mim. Senti ele me empurrar para trás e deitar em cima de mim, ainda me beijando.
Paramos o beijo com um selinho e então ele me olhou sorrindo, me fazendo sorrir também. 
Charlotte: Imagina se tem um helicóptero nos fotografando. - Falei.
Justin: Você quer ir para casa?
Charlotte: Não, eu não me importo mais que nos fotografem. - Ele sorriu, me dando um selinho e deitando do meu lado no chão. Encostei minha cabeça em seu peito e ele me envolveu com um dos braços. - Nós deveríamos conversar com a mãe. Ela não gostaria de saber por alguém que não seja um de nós.
Justin: Também acho. - Ele suspirou. - Estou com medo do que ela vai dizer.
Charlotte: Também estou, mas vai ser pior se não contarmos.
Justin: Tudo vai ficar bem. - Falou. - Posso pedir pro Scooter marcar a coletiva de imprensa? - Gelei ao pensar nisso. Eu estava morrendo de medo, mas estava disposta a enfrentar isso.
Charlotte: Pode, mas me dê pelo menos uma semana.
Justin: O tempo que você precisar, babe. - Beijou minha testa enquanto eu estava imersa em pensamentos sobre a repercussão que isso tudo causaria.


Oi mais uma vez :3
Perceberam que eu tô postando mais rápido agora? Meu deu um ataque de criatividade, eu acho haha
Mas então, o que vocês acharam? Tá ruim, bom, péssimo, mais ou menos? Digam aí nos comentários :)
Lembrando que criei um grupo para os leitores aqui do blog no whatsapp e lá posto alguns spoilers de ILWMB, então se quiserem participar é só deixar o número aí nos comentários.
É isso. Até logo ;*

13 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAAH Caralho, continua logo isso u-ú

    ResponderExcluir
  2. Aaaah tá ótimo , perfeito ! Ah meu número pra o grupo 82 9170-0857

    ResponderExcluir
  3. Esta maravilhoso! Eu to amando esses dois <3 ah coisa mais fofa! Não vejo a hora dessa tal coletiva acontecer! Continua bjs

    ResponderExcluir
  4. Perfeito! Muito fofo, agora só falta a Pattie tretar :s Enfim, continua logo, ok? Ok, rum! Divulga, again? http://mundodebelieberjb.blogspot.com.br/ Thaaaaanks ♥
    Me põe no grupo do Whats?
    (11) 98348 - 6801

    ResponderExcluir
  5. Ahhhhhh que perfeeeito. Ameeei esse capitulo!
    Continua! Bjs
    Bruna

    ResponderExcluir
  6. A-MAN-DO, sério, tá muito perfeito *-* E ah, só acho que independentemente do que a Pattie dizer, eles devem continuar juntos, pois como já estou cansada de citar, els NÃO são irmãos de sangue, então não tem porque não ficarem juntos... Enfim, continua logo, please... Beijos gata!

    ResponderExcluir
  7. Ta perfeitoo
    Continuaa
    Me coloca la ?
    21 984560903
    Bju

    ResponderExcluir
  8. pode divulgar? http://fanfiction.com.br/historia/442949/Stuck_In_The_Moment/
    amei esse capítulo ;-;

    ResponderExcluir
  9. Ain q liindos :3
    Continuaa
    Meu numero --> (37) 9835-4375

    ResponderExcluir
  10. PERFEITO esse cap man, na moral.
    Eu amo sua ib divaa *-* continua o mais rápido possível, pleaaaase <333
    Meu número, me põe no grupo amoooor --> 91 8342-1187

    ResponderExcluir
  11. estou muito chateada. nao postas a seculos, estas a desiludir as tuas fans portuguesas. ahahah tou a brincar, mas por favor RAPIDO TOU A ENTRAR EM STRESS

    ResponderExcluir
  12. a melhor ib ,mas anda ficando sem emoção, espero que continue

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.