24/11/2013

ILWMB: Capítulo 12 - I'm tired of always want to do the right

| |
"Querido, pode me ouvir quando eu estou chorando por você? Eu estou assustada, tão assustada, mas quando você está perto de mim eu sinto que estou de pé com um exército de homens armados com armas."

18 de agosto de 2016 - Nova York, sexta-feira, 10:40PM
Alguém bateu na porta e eu sequei minhas lágrimas rapidamente. Ao abri-la, senti dois braços me abraçarem fortemente, dois braços da pessoa que eu mais queria perto de mim.
Justin e eu ficamos vários minutos abraçados, apenas sentindo a presença um do outro e matando a saudade. Ninguém tinha coragem de falar nada, não queríamos estragar esse momento e acabar nos afastando de novo.
Quando risadas extremamente altas ecoaram pela casa, nós finalmente terminamos o abraço, mas não nos afastamos muito um do outro. Novamente ficamos nos encarando, porém não foi por muito tempo já que Justin decidiu falar na mesma hora que eu ia dizer algo.
Justin: Me desculpe, por favor, eu não quis que aquilo acontecesse. - Disse com sinceridade.
Charlotte: Está tudo bem. - Sorri fraco. - A culpa é dos meus sentimentos que estão todos confusos. - Justin arqueou as sobrancelhas.
Justin: O que você quer dizer com isso?
Charlotte: Esses últimos dias muitas coisas aconteceram: nós nos reencontramos, Blake terminou comigo e  vai embora. Está uma confusão dentro de mim. - Ele deu um sorrisinho e já até imaginei que ele ia fazer alguma piada.
Justin: Eu posso fazer você esquecer tudo isso. - Ele falou com uma voz sensual e eu revirei os olhos.
Charlotte: Para com isso, eu to falando sério. - Me afastei dele e sentei na cama, com os braços cruzados e olhando para ele. Justin se aproximou e sentou do meu lado na cama, segurando uma das minhas mãos em seguida.
Justin: Eu to falando sério, Char. Sei que prometi não tentar forçar nada, mas tá sendo muito ruim ficar sem você. Posso parecer um gay por falar isso, só que está doendo muito. Nunca fui tão sincero com alguém igual estou sendo com você, pode acreditar. - Senti meus olhos marejarem e meu coração disparar ao ouvir suas palavras. Milhares de coisas passaram pela minha cabeça, inclusive cenas com Blake, e isso só me deu uma certeza: ninguém fazia eu me sentir da mesma forma que Justin fazia. Ele é e sempre será a pessoa que eu mais vou amar nesse mundo. - Eu vou voltar pra sala. - Ele falou cabisbaixo e levantou, indo em direção a porta.
Charlotte: Não! - Praticamente gritei, sem nem pensar no que estava fazendo. Ele virou, esperando eu dizer algo, mas não saiu nada, nem um suspiro. Justin sorriu tristemente e voltou a ir em direção à porta. - Eu te amo. - Disse. Ele parou, mas não virou para mim, parecia estar paralisado. Já eu me sentia elétrica, como se tivesse bebido milhares de litros de café. Não sei de onde eu tirei coragem, mas eu continuei a falar assim que ele me encarou. - É, eu te amo. Te amo muito, de um jeito que eu nunca amei ninguém. Eu até tentei te esquecer, me livrar desse sentimento, mas não consegui. Toda vez que eu via uma foto sua ou quando você estava na televisão, meu coração disparava e eu sentia uma saudade enorme de você, chegava a doer. E olha, eu não sei o que eu tô fazendo, não faço a mínima ideia se é o que deve ser feito e sei que é errado sentir isso pelo próprio irmão, mas dane-se. Nós nos amamos e é isso que importa. - Fiquei de pé e caminhei até ele, que me olhava de uma forma estranha. Acho que estava assustado por eu dizer tudo que eu sentia.
Justin: E o que você quer dizer com tudo isso? - Ele se aproximou também e, sorrindo, colocou suas mãos na minha cintura.
Charlotte: Eu quero dizer que eu cansei de querer fazer sempre o certo. - Passei meus braços pelo seu pescoço e aproximei mais meu rosto, de uma forma que nossos lábios podiam se encostar bem pouco. - Eu te amo. - Sussurrei antes de colar meus lábios nos dele. Suas mãos me puxaram para mais perto, acabando com todo o espaço que existia entre nossos corpos e nós dois arfamos quando nossos corpos se tocaram. Era um beijo carinhoso, com muita urgência de nós dois. Ambos queríamos aproveitar esse beijo ao máximo, de uma forma que parecia que esse seria o último de nossas vidas.
Ao terminarmos o beijo, Justin me abraçou de uma forma carinhosa e nós dois sorrimos.
Justin: Você me acharia estranho se eu dissesse que sonhei com esse momento todos os dias?
Charlotte: Não, porque comigo foi a mesma coisa. - Ele sorriu e me deu um selinho. - Acho que deveríamos voltar pra sala. Vão pensar que nós estamos fazendo outra coisa. - Ele riu e assentiu. Segurei sua mão e ele sorriu pra mim de uma forma carinhosa.
Quando chegamos na sala, todos os olhares foram direcionados para nós e depois para nossas mãos, então todos eles começaram a gritar coisas como "finalmente" e "aleluia" e bateram palmas. Corei fortemente e Justin passou seu braço pelo meu ombro, me puxando para mais perto dele.
Christian: Achei que ia ter que prender vocês no banheiro de novo! - Rimos.
Justin: Não será preciso, nós nos acertamos. - Ele olhou pra mim e sorriu. Sorri também, era bom finalmente ouvir isso.
Sarah: Vamos comemorar então! - Ela disse chegando na sala com quatro caixas de pizza e refrigerantes.
Ryan: Cadê as bebidas alcoólicas? 
Chaz: Para de ser alcoólatra. - Chaz falou e deu um tapa na cabeça de Ryan, que soltou um gemido de dor e olhou feio pra ele.
Charlotte: Eu e Sarah quase não bebemos, então é raro você encontrar alguma bebida alcoólica aqui.
Ryan: Depois eu compro então. - Ryan disse se jogando no sofá e pegando um pedaço de pizza de uma das caixas.

18 de agosto de 2016 - Nova York, sexta-feira, 1:25AM
1 hora da madrugada todos já estavam dormindo, menos eu e Justin. Nós estávamos na sala, deitados no sofá-cama e conversando sobre coisas aleatórias. Finalmente eu me sentia bem, sem aquele sentimento ruim no peito.
Charlotte: E o que fez você tomar a decisão de aceitar a proposta do Scooter? - Perguntei enquanto observava nossas mãos entrelaçadas.
Justin: Quando você veio pra Nova York, eu fiquei perdido, sem rumo. Eu precisava fazer alguma coisa pra ter minha liberdade logo e isso foi a primeira coisa que veio à minha mente. Não pensei direito antes de assinar contrato com a gravadora.
Charlotte: Você se arrepende?
Justin: Não, de jeito nenhum. Esse é o melhor emprego do mundo apesar de todas as coisas ruins. Se eu pudesse voltar no tempo eu não mudaria nada, só fugiria com você. - Ri e ele me acompanhou.
Charlotte: Apesar de tudo, acho que tomamos todas as decisões certas até agora.
Justin: Eu também penso assim. Um dia poderemos ficar juntos sem nada para nos atrapalhar. - Sorri. Eu queria que isso fosse verdade, que um dia poderemos seguir uma vida normal, sem ninguém nos dizer que nosso relacionamento é errado, sem paparazzis perseguindo Justin para todos os lugares que ele fosse. São tantos obstáculos nos impedindo de ficar juntos, mas eu estou disposta a enfrentar todos eles. Eu estou disposta a ficar do lado do homem que eu amo.


Dessa vez demorei bem menos pra postar, que benção haha
Esse capítulo não ficou muito grande, porque eu não consegui escrever mais nada. A criatividade não veio :(
Digam-me o que acharam e o que acham que vai acontecer na fic, quero saber o que vocês pensam.
Não esqueçam de comentar esse capítulo e de acessar esse blog: http://imaginebelieberdiva.blogspot.com.br/
Quem tiver Instagram me segue, por favor? Se vocês quiserem que eu siga de volta é só deixar o instagram de vocês nos comentários :)
Tenho três, se puderem seguir todos eu ficaria agradecida rs
@beeatriiz97 (pessoal)
@beliebersbr (fotos do Justin)
@weheeartitpicss (fotos diversas que acho no We Heart It)
Sigam-me no tumblr também, eu sigo de volta se vocês deixarem o link aqui: http://my-shawty-mane.tumblr.com/
E por último, eu tô querendo criar um grupo no whatsapp pra quem é leitora aqui do blog, então quem quiser participar deixa o número e o DDD aqui também haha
Terminei por hoje, até o próximo capítulo haha

12 comentários:

  1. Aiii primeeiiraaaaa FINALMENTE
    Que lindo a Char e o Jus juntos... finalmente ne?! kkkkk
    Eu queria entrar no grupo do whatsapp meu numero é 6293181514
    Bem.. continua por que ta perfeitooo

    ResponderExcluir
  2. aaaahhh gzuis !! continua logo to super ansiosa com a fic u.u amo muito seu blog e queria pedir pra você divulgar o meu,,é novo e não tem muitos leitores rsrs então preciso de ajuda se não for encomodar :)
    Bjustin

    ResponderExcluir
  3. OOOOOOOOOOOI DIVA.

    EU ACHEI SEU BLOG, POR ACASO, E ADIVINHA SO? EU A-D-O-R-E-I. VC É UMA DIVAAAAAA, LINDA, FOFA. EU AMEI.

    EU IMAGINO, CADA LETRA, CADA FRASE, CADA DIALOGO, TUDO É TÃO SUAVE. EU REALMENTE ADORO, E VC ESTA E PARABÉNS. ISSO É INCRÍVEL.

    (amor, pode ler minha IB tbm? http://looveeimaginebelieber.blogspot.com.br/ sera bem vinda viu? te espero la)

    BEIJO PEQUENA.

    ResponderExcluir
  4. KARAII CONTINUUUUA PERFEITO DEFINE SEU BLOG , voce escreve perfeitamente perfeitoo KKKKK TO MUITO CURIOSA KKK CONTINUA Q EU T DOU UMA DOLLY , BJO

    ResponderExcluir
  5. Meeeuu deus , cooomooo eu esperei por esse momenro :D

    Instagram:@_carolinnemartins
    Whatsapp:7999223251

    ResponderExcluir
  6. leitora nova hehe . Graças à deeeeeus eles se beijaram, tava mais q na hora !
    divulga por favor ? http://animespirit.net.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-my-only-hope-1335057

    ResponderExcluir
  7. Ahhhhhhh! G-ZUIS q perfeeito mds, continuaa logoo!

    ResponderExcluir
  8. Ahhhh, amando demais! Até que fim esses dois se resolveram né *-* Bom, continua logo, please... Beijustins mesnina!

    ResponderExcluir
  9. continua , diva:::::::::::::::please , ta demais!

    ResponderExcluir
  10. Aleluia!!!!!!!!!! ugayayhyys to mega feliz porque esses dois voltaram! Que coisa linda! Eu amei. Continua amor bjs

    ResponderExcluir
  11. Oii bia faz mow tempo q eu n comento pq to meio sem tempo, mas vei essa ib continua perfeiita *---* continuaa ! Bjo

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.