07/10/2013

She don’t like the lights – capítulo 1

| |

“Odeio nostalgia . Aliás , odeio tudo que me vem lembrar de coisas boas que não posso mais ter “ – João Rezende .



Flashback ON


6 meses atrás .....


Julliet e Cory esperavam a chegada de seus pais ansiosos. Jennifer e Paul estavam em uma viagem à negócios desde o inicio do mês. Na manhã do dia anterior ele ligaram para avisar que estavam retornando e desde então Julliet e Cory estavam esperando.

A menina dos olhos azuis já estava ficando preocupada. Já se passavam mais de 24 horas e eles não haviam dado nenhuma notícia.

Ela foi forçada a sair de seus pensamentos, o som do telefone era demasiadamente incomodante. 

Ela bufou e se atirou pra fora das cobertas. Sorriu ao perceber que seu irmãozinho ainda dormia. A menina correu até o telefone, retirou-o do gancho e atendeu-o :

- Alô? – a voz da menina estava um pouco sonolenta.
- A senhorita Julliet Smith está? – a voz grave perguntou do outro lado da linha.
- Sou eu – a menina respondeu.
- Acredito que Jennifer e Paul Smith sejam seus parentes – por algum motivo que a menina desconhecia, a voz que antes era grave agora havia amenizado.
- Sim, eles são meus pais – alguma coisa dentro da garota a avisava que algo estava errado.
- Sinto muito senhorita – o homem dizia – Ocorreu um acidente envolvendo o carro de seus pais. A batida foi muito forte e infelizmente eles faleceram.

A menina dos ex-olhos brilhantes não precisou ouvir toda a frase para começar a chorar. Ela ainda podia ouvir o homem a chamando do outro lado da linha. Ignorou totalmente os conceitos de educação que havia aprendido e desligou o telefone na cara do senhor.
As lágrimas escorriam por sua bochecha. A pressão da menina baixou drasticamente. Ela estava à beira de um desmaio quando ouviu a voz de seu irmãozinho:

- Julli, esta tudo bem ? – o menininho esfregava os olhinhos azuis. Julliet nunca havia percebido, mas o menino puxara completamente a sua mãe. Ao parar pra pensar constatou que se contasse toda a verdade para seu irmãozinho transferiria toda sua dor para ele. E então respirou fundo e respondeu:
- Está tudo bem, Cory. É que acabei de saber que papai e mamãe vão demorar mais alguns dias para chegar.

Por alguns segundos o menino pareceu triste, seus olhinhos perderam totalmente o brilho, mas em seguida um sorriso radiante invadiu seu rosto, e então ele disse:

- Então quer dizer que vamos ter tempo para fazer uma surpresa bem legal pra eles?
- Sim – a menina sorriu sem vida – O que acha de colhermos umas flores bem bonitas pra eles?


Flashback OFF


- Senhorita Smith, você está escutando o que eu estou dizendo? – a garota nem fazia ideia que estava no meio da aula, até sua atenção ser chamada. Ela de fato não estava dando a devida atenção para aula de filosofia.
- Sim – a garota murmurou. Ela se encolheu na cadeira ao perceber todos os olhares voltados para ela, definitivamente ela não gostava de ser o centro das atenções.
- Então o que eu acabei de dizer? – o velho barrigudo a questionou, aliás, ela era obrigada a chamar aquele velho de professor.
- “Senhorita Smith, você esta escutando o que eu estou dizendo?”- a garota tentou uma imitação frustrante da voz do professor. A imitação com certeza foi um horror, mas serviu para deixar o velho estressado.
- Muito engraçado senhorita Smith – Julliet teve a leve impressão de que o professor não achou aquilo tão engraçado – Mas infelizmente isso aqui não é um show de Stand up comedy. Talvez o diretor se divirta mais com suas piadas do que eu. Você quer que eu te acompanhe até lá ou prefere ir sozinha?

A menina não disse nenhuma palavra a mais. Caminhou arrastando seu corpo pra fora da sala.

Caminhou pelos longos corredores da Universidade Georgia até chegar à sala do diretor. Enquanto aguardava ser chamada ela se perguntou o porquê daquilo tudo estar acontecendo justamente com ela.

A porta se abriu, por ela passou um Harry sorridente.

- O que você fez dessa vez? – o garoto perguntou para Julliet.
- Nada demais. Como esta o humor dele?
- Melhor do que ontem – o sorriso ainda pairava pelos lábios do garoto.
- Julliet, pode entrar – a voz do diretor chamava a menina .

Antes que entrasse na sala do “tirano” diretor Sparks ela ouviu um “boa sorte” da parte de Harry.

- Sente-se – o diretor ordenou. Julliet se sentou, ouviu-se um suspirou da parte do diretor – O que você fez dessa vez Julliet?
- Eu não fiz nada.
- Assim como daquela vez em que você estava fumando no banheiro das meninas? Assim como daquela vez em que você pichou a parede do pátio?  Em todas essas vezes você “não fez nada”.
- É que – a garota suspirou – Aquele cara enche o saco.
- Oh Julliet, eu realmente estou tentando te ajudar mas você não colabora . Faz quase três meses que você não paga a mensalidade, e fui informado de que você não entrega trabalho nenhum há quatro meses. Como eu posso te ajudar dessa forma? Demos a bolsa parcial de estudos pra você, pois acreditamos no seu potencial. Por que não prova à nós que é mais que isso que estou vendo agora? Sinto em dizer, mas se a senhorita continuar assim teremos que comunicar aos seus pais.
- Se você arrumar um jeito de se comunicar com gente morta, por favor, me avise – a menina já estava em pé e caminhava em direção a porta – Estou precisando bater um papo com algumas pessoas .

Olá , aqui estou eu com o primeiro capítulo de "She don’t like the lights" . 
Gostaria de deixar bem claro que : ESTA FANFIC NÃO É UMA CÓPIA DE BTL .
Eu li vários comentários na sinopse , eles diziam que eu estava plagiando a Dricka e etc . Eu NUNCA , nem que eu queria , vou conseguir plagiar a Dricka , as fanfics dela são perfeitas e as minhas são exatamente o oposto . A sinopse poderia  estar "parecida" com a de BTL mas o enredo é completamente diferente . Já comuniquei a Dricka sobre esse suposto plágio e estou esperando a resposta dela . Espero ter esclarecido toda essa história de plágio .
Como vocês pudem reparar o primeiro capítulo ficou um horror , desculpem se eu espantei metade das leitoras do blog huehuehue , fiquem , existem fics perfeitas nesse blog .
Então é isso semideusas , Bjão pra vocês .
Comentem ;)

10 comentários:

  1. gostei muito do primeiro cap. Já vi que vou me viciar mais nessa IB do que eu penso !
    então continue logo , continue divando r poste logooooooooo *u*
    beijos

    ResponderExcluir
  2. continua logo vo peid no ask que nem a utima vez ???

    ResponderExcluir
  3. demais, continua
    divulga?
    jusmyboyfriend.blogspot.com
    worldteenbelieber.blogspot.com
    imaginebrazilibers.blogpot.com
    imaginebelieberawayskidrauhl.blogspot.com
    valeu, eu iria amar ter vc como leitora

    ResponderExcluir
  4. Continuaaa amando essa IB , pelo primeiro cap. já da para ver que vai ser ótima

    ResponderExcluir
  5. Continuaa vai ser perfeitaa u.u
    divulga :
    http://imagiiinebeliiieber.blogspot.com.br/?m=1
    brigadaaa

    ResponderExcluir
  6. http://ficsbiebs2013.blogspot.pt/ podes divulgar sfv? Obrigada :D

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.