14/10/2013

ILWMB: Capítulo 9 - Interviewing

| |
"Você pode ser o meu rouxinol? Cante para mim, eu sei que você está ai. Você pode ser minha sanidade, me trazer paz, cantar para eu dormir. Diga que você será meu rouxinol."

17 de agosto de 2016 - Nova York, quinta-feira, 9:20AM
Justin Bieber P.O.V.
A maquiadora acabara de fazer seu trabalho e eu caminhava em direção ao sofá onde Charlotte já estava sentada conversando com Scooter. Cara, ela estava incrível. Usava um blazer preto com uma camisa branca por baixo, uma calça jeans e um sapato de salto. Seu cabelo estava solto e ela estava com uma maquiagem fraca. Estava simples, mas estava linda. Ela sempre estava linda.
Me aproximei dos dois e me joguei entre eles, passando meus braços pelo ombro dos dois.
Justin: Sobre o que falavam?
Scooter: Sobre a entrevista. - Scooter disse levantando. - Agora que a princesa terminou de se arrumar podemos começar. - Mostrei o dedo do meio pra ele que apenas riu e foi para trás das câmeras. Sentei mais afastado da Charlotte e algumas luzes foram ligadas para melhorar a iluminação.
Justin: Hoje vou deixar você fazer qualquer tipo de pergunta. Aproveite. - Falei.
Charlotte: Bom saber disso. - Ela disse divertida e eu ri. É óbvio que ela não perguntaria nada constrangedor, certo? Ou não? Começava a me arrepender de ter dito isso à ela, mas me acalmei quando lembrei que tudo poderia ser editado depois.
xxx: 5... 4... 3... 2... 1... Pronto! - O homem por trás das câmeras avisou e eu senti vontade de rir quando vi a cara da Charlotte. Ela estava nervosa e eu podia perceber isso.
Charlotte: Olá, Justin. Como está? - Ela perguntou e eu comecei a rir. - Do que você está rindo?
Justin: Do seu nervosismo. - Ri mais ainda.
Charlotte: Seu estúpido! Vamos ter que começar tudo de novo! - Ela falou e as pessoas por trás das câmeras começaram a rir também. - Sério, para de rir. É a primeira vez que faço isso e ainda tenho que entrevistar uma celebridade conhecida mundialmente que só sabe rir de mim em vez de me apoiar. - Me recuperei aos poucos. Ela estava certa, eu deveria ajudá-la.
Justin: Ok, vou cooperar. Comecem de novo. - Falei e então começaram a filmar tudo de novo.
Charlotte: Olá, Justin. Como você está?
Justin: Estou ótimo e você?
Charlotte: Estou bem, obrigada por perguntar. Eu estava pensando no quão legal seria se os seus fãs pudessem participar dessa entrevista, então eu pedi para que eles me enviassem as perguntas que eu faria à você pelo Twitter, tudo bem?
Justin: Sim. - Sorri, tentando mostrar à ela que estava fazendo um bom trabalho.
Charlotte: Ok. A primeira pergunta é da @kidrauhlovers. - Charlotte disse lendo algo em seu iPad. - Você acha que mudou muito desde o início da sua carreira até agora?
Justin: Com certeza não. Acho que continuo o mesmo palhaço de sempre. Scooter até diz que eu pareço o Ryan Good porque nós somos adultos com alma de criança. - Ri, me lembrando de quando o Scooter me disse isso. Estávamos no meio de uma discussão boba.
Charlotte: A próxima pergunta é da @brazilbieber e ela quer saber se você já pensou em fazer uma turnê pela América do Sul.
Justin: Nunca pensei nisso, mas é uma ótima ideia. Tenho que conversar sobre isso com o Scooter.
Charlotte: A @jbiebergirl perguntou como está a gravação do próximo álbum.
Justin: Está ótimo! Estou gravando várias músicas novas e acho que todos irão gostar. Estou muito animado para lançá-las.
Charlotte: E já tem datas definidas?
Justin: Por enquanto não, mas prometo que não vai demorar.

[...]

Narrado na terceira pessoa
A entrevista já acontecia por uns 40 minutos, mas nenhum deles se importavam. Estava sendo divertido e ambos gostavam de passar algum tempo juntos, mesmo que fosse trabalhando. Charlotte já tinha perguntado sobre tudo: músicas novas, turnê, amigos, equipe, etc, mas Justin poderia ficar ali o dia todo apenas respondendo e vendo seu lindo sorriso quando ele dizia algo engraçado.
Charlotte: Agora a última pergunta. É de uma fã da Argentina e ela quer saber como está o seu coração. - Charlotte leu a pergunta, sem se dar conta do que perguntara. Esse era um assunto que ela estava evitando desde o início da entrevista. Ela estava receosa com o que Justin iria responder, seu irmão adorava surpreender.
Justin: Meu coração só pertence à minha irmã. - Ele respondeu, sabendo que apenas a garota à sua frente e Scooter saberiam à quem ele se referia. As outras pessoas que estava ali sussurraram um "awww", pensando que ele se referia à Jazmyn, mas Charlotte corou fortemente. Justin gostava de saber que ainda tinha algum efeito sobre sua garota.
A entrevista foi encerrada e Justin foi fazer o photoshoot, enquanto Charlotte foi para sua mesa de trabalho, onde Sarah mexia em seu computador. Os pensamentos de Charlotte estavam em Justin e no quanto ele foi incrível durante a entrevista. Ele era um artista excepcional.
Com Justin não era muito diferente. Enquanto ele fazia poses e mais poses para a câmera do fotógrafo, não conseguia parar de pensar em Charlotte. A cada dia que passava a vontade de ter ela só pra ele aumentava mais e mais. Várias coisas os impediam de ficar juntos, mas ele não ia desistir, ele precisava dela.

17 de agosto de 2016 - Nova York, quinta-feira, 11:45AM
Justin Bieber P.O.V.
Scooter: O que acha de irmos almoçar no Masa? - Scooter sugeriu enquanto caminhávamos para fora da sala onde tinha ocorrido o photoshoot.
Justin: Eu estava pensando em chamar a Charlotte para almoçar. Ela tem uma amiga que é minha fã, quero conhecê-la. - Falei acenando para a mulher que me recebeu quando cheguei no prédio hoje mais cedo.
Scooter: Ok, acho que eu posso almoçar sozinho. - Ele falou fazendo drama e eu ri.
Justin: Não seja tão dramático.
Scooter: Eu estou apenas brincando. Vou almoçar na casa de um amigo, ele me convidou ontem.
Justin: Você precisa de carona?
Scooter: Não, vou pegar um táxi. - Assenti. - Tire o dia de folga, descanse um pouco. Você tem trabalhado demais.
Justin: Eu irei. Preciso mesmo descansar. - Falei já avistando Charlotte escrevendo algo em um papel. - Nos vemos depois então. - Fiz um toque com Scooter e então seguimos caminhos diferentes.
Quando Charlotte notou minha presença ela sorriu, me fazendo sorrir também e a garota que estava de costas pra mim se virou, me encarando.
Justin: Olá. - Disse à elas.
Sarah: Oh meu Deus, não acredito! - Ela falou vindo na minha direção e eu ri, a abraçando.
Charlotte: Sarah, se acalme. - Charlotte falou rindo, caminhando na nossa direção. - Achei que você tivesse ido embora. - Ela falou agora me olhando.
Justin: Eu estava indo, mas decidi chamar você pra almoçar. Pode ir se quiser, Sarah.
Sarah: Eu ia adorar. Adorar não, eu ia AMAR, mas eu já marquei de almoçar com o meu namorado.
Justin: Fica pra próxima então. - Falei. - Você quer ir, Char?
Charlotte: Eu não sei... - Ela disse, mas eu sabia o porque dela estar indecisa.
Justin: Nós podemos almoçar no hotel em que estou. Lá ninguém vai tirar fotos de nós. - Ela pareceu pensar um pouco e então Sarah falou.
Sarah: Mas é claro que ela vai, né Char? - Ri. Adorei essa garota.
Justin: Ótimo. Que horas você sai pra almoçar? - Disse, não dando chance de Charlotte recusar. Ela riu.
Charlotte: Os dois decidiram se unir pra mandar em mim? - Eu e Sarah rimos. - Eu saio daqui 15 minutos. Se me passar o endereço do hotel eu posso ir pra lá de táxi.
Justin: Eu vou dar uma volta pelo prédio até dar o horário.
Charlotte: Parece divertido. - Rimos, mas fomos interrompidos por Miranda, que surgiu com uma cara nada boa, como sempre.
Miranda: O que está havendo aqui? - Sarah e Charlotte se entreolharam. Eu fiquei na minha, Miranda não me intimidava.
Justin: Eu vim chamar elas para almoçar. - Ela me olhou dos pés à cabeça, provavelmente não gostando do meu estilo.
Miranda: Elas estão em serviço, senhor Bieber. Quando quiser falar com elas venha em outro horário. - Assenti, olhando ela do mesmo jeito que ela me olhava. Mulher chata. - Eu vou sair e não volto hoje. Organizem os papéis da minha mesa e respondam os emails que chegaram. - Ela falou para as duas e saiu, sem nem se despedir.
Justin: Até daqui a pouco então. Tchau Sarah. - Falei acenando e comecei o meu "passeio" pelo prédio. Era horrível o fato de não poder caminhar na rua sem uma multidão se formar ao meu redor.

17 de agosto de 2016 - Nova York, quinta-feira, 12:10AM
Charlotte P.O.V.
Durante os poucos minutos que se passaram, eu e Sarah ficamos organizando alguns papéis que estavam em cima da mesa de Miranda. Separamos os que ela tinha que assinar e os que já estavam assinados, lemos e enviamos alguns para outras pessoas, para que elas pudessem assinar também. Não era uma tarefa difícil, mas eram muitos papéis e por isso não terminamos antes do almoço.
Encontrei com Justin ao meio-dia e então fomos até seu carro, que estava parado no estacionamento do prédio. Ele dirigia rapidamente, para evitar ao máximo que tirassem fotos nossas.
Justin: Nós podemos jantar no apartamento. Ou no restaurante mesmo, você decide. - Parei um pouco pra pensar se ficar sozinha com ele era uma boa ideia, mas aceitei. Acho que eu conseguiria me controlar, caso algo acontecesse.
Charlotte: É melhor irmos para o apartamento. - Ele assentiu e então nós subimos para a cobertura, onde Justin estava hospedado. Eu estava encantada com o hotel, era lindo e eu nunca tinha entrado ali, nem mesmo em viagens que eu fazia com Pattie pra Nova York.
Justin: Gostou do hotel? - Ele falou me observando.
Charlotte: Sim, é incrível. Eu nunca nem tinha entrado aqui.
Justin: Acho que eu também nunca entraria se não fosse pela minha carreira. - O elevador foi aberto, indicando que tínhamos chegado ao último andar. Justin soltou um longo suspiro quando saímos de dentro dele. Tinha me esquecido o quanto ele era claustrofóbico. - O apartamento também é incrível. - Justin falou abrindo a porta com o cartão que tinha pego na recepção do hotel. Assim que a porta abriu nós entramos e meu queixo caiu. Aquele apartamento era incrível e tinha de tudo que podia imaginar.
Havia uma mesa de jantar para 6 pessoas em um canto, onde também havia um frigobar e algumas bancadas com um fogão de duas bocas. Em outra extremidade do apartamento havia uma televisão enorme que deveria ser maior do que o meu quarto e na frente dela havia dois sofás de dois lugares e duas poltronas, sem contar o tapete enorme que parecia ser super macio. Também tinha uma cortina bege enorme cobrindo uma parede toda.
Charlotte: É incrível.
Justin: Demais. Atrás daquela cortina tem uma varanda e lá tem uma piscina! Esse hotel é incrível! - Ri.
Charlotte: Aposto que não é mais incrível do que sua casa.
Justin: Ah, isso é verdade. Você precisa ir lá algum dia, Char. Los Angeles é um ótimo lugar. - Ele falou se jogando no sofá e ligando a TV.
Charlotte: Eu vou ver se tem espaço na minha agenda. - Justin riu.
Justin: Tá bom então, senhora ocupada.
Charlotte: Você não vai pedir nosso almoço? Eu preciso ir trabalhar daqui 40 minutos. - Falei sentando no sofá ao lado dele.
Justin: Ah, é verdade. Eu vou pedir hambúrguer com batata frita e refrigerante pra mim. O que você vai querer?
Charlotte: Você deveria comer algo saudável.
Justin: Eu como coisas saudáveis todos os dias, um dia só não faz mal. - Ri. Às vezes ele ainda parecia ser o garoto de 19 anos por quem eu me apaixonei. - Acho que você deveria comer o mesmo. Aposto que nem lembra mais o gosto de um bom hambúrguer gorduroso.
Charlotte: Tá bom, senhor saudável. Pode pedir isso pra mim também. - Ele sorriu, retirando seu celular do bolso e ligando para algum lugar.


Prontinho galeraaa \o/
Esse capítulo foi chatinho, eu sei, mas o próximo vai acontecer algo que você estão esperando desde quando a fic começou G_G Algum palpite? haha
Mudando de assunto, quem aí foi ver a Demi? Eu não posso ir pq moro no fim do mundo :c Cês viram que ela anunciou a Neon Lights Tour em várias cidades aqui do Brasil? Justin deveria seguir o exemplo dela né? hahaha
Lembrando que preciso de gente pra postar no Imagine BeadlesBabe, então quem quiser é só falar. Não tem seleção nem nada, é só passar o email :)
Só isso que tenho pra falar hj, to sem assunto :c (como sempre hahahaha) Quem quiser falar comigo, falem pelo ask. É isso, bjs, não esqueçam de mim c:

Divulgando:

13 comentários:

  1. Net eu posso postar o beadlesbabe até pq sou uma rs meu email é brendaalmeidaperes@gmail.com (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já mandei convite, é só aceitar e você já pode postar :D

      Excluir
  2. Que capítulo super fofo. Eu amei demais! Continua logo gata! já to ate vendo que os dois não vão aguentar ushauhsauhusahuashasu.

    ResponderExcluir
  3. Leitora fantasma here *
    Continuaaaaa
    Le/divulga minha ib?
    WWW . imaginebeliebermyworld.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Hey! Capítulo nada chato, ok? A parte da entrevista foi a melhor! (: Não vejo a hora de rolar um beijinho, cara... #Ansiosa. Ah, divulga de novo, se puder? *u* Thanks! http://mundodebelieberjb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ahh que cap perfect *-*
    Amei !!! e n ta chato ok ... Ta mto fofoo :)
    Tomara que role um bj no próximo !!!
    Bjs CONTINUA LOGOO
    Vick

    ResponderExcluir
  6. Ahh não achei chato não, achei muito fofo . Estou amando, continua logo.
    @luh18gatinha

    ResponderExcluir
  7. você poderia divulgar pra mim? http://animespirit.net.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-love-mythological-1228221/ ah e continua logo! bjs

    ResponderExcluir
  8. continuaaaaaaaaaa ta perfeito, por-Geisiele

    ResponderExcluir
  9. continuaa flor pfff *-*

    ResponderExcluir
  10. Continua urgentemente eu necessito.
    Me desculpa a ausência a sem comentar, não tô tendo tempo nem pra ler eu estava na primeira temporada ainda, mas sou leitora antiga se não lembra de mim.
    Super fofos os dois, o que será que vai rolar hein? Os dois dentro de um quarto...sozinhos... sei não....
    Ah, divulga?
    http://saindodarealidadeprasonharcomobieber.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.