27/05/2013

ILWMB: Capítulo 16 - Yes, I accept

| |

"I could've been the one you noticed, I could've been the one for you"


Atlanta, quinta-feira, 9:30PM
Robert: E então? – Ele perguntou novamente, depois de eu ficar vários minutos pensando. Eu não sabia se o que eu ia fazer era certo, mas era o que eu queria. Eu iria tentar ser feliz, mesmo longe do cara que eu amo.
Charlotte: Eu aceito. – Tentei abrir o meu melhor sorriso, mesmo querendo que fosse Justin no lugar de Robert.
Robert sorriu largo e colocou o anel no meu dedo. Me puxou delicadamente para um beijo, nem parecia o cara sem coração com quem eu ficava. A língua de Robert explorava cada canto da minha boca e uma das suas mãos estavam na minha perna, tornando as coisas mais quente. Me afastei dele, impedindo-o de continuar.
Charlotte: Vai com calma, Rob. – Falei empurrando ele com as minhas mãos. Ele riu e se ajeitou na cadeira, começando a comer.
Robert: Achei que você não ia aceitar.
Charlotte: Por que não?
Robert: Achei que você não gostasse de mim. – Eu realmente não gostava, mas a gente aprende a gostar não é?
Charlotte: Eu gosto. – Sorri fraco e ele me acompanhou. Nós terminamos de comer praticamente em silêncio, nós não tínhamos muito assunto já que éramos pessoas totalmente diferentes. Robert era extremamente chato, ele adorava se gabar, dizer o quanto era lindo e isso me irritava, mas a partir de agora eu teria que me acostumar com isso se quisesse ter um bom relacionamento com ele.
Quando nós terminamos ele queria me levar pra casa dele, mas eu teria aula amanhã e precisava ir pra casa, então foi isso que eu fiz. Assim que entrei me deparei com Justin sentado no sofá da sala vendo TV, mas quando percebeu minha presença virou-se para mim.
Justin: A noite foi boa? – Passou as mãos nos olhos. Ele estava chorando?
Charlotte: Não te interessa. – Falei rude passando direto e indo até a escada, mas ele foi mais rápido e correu até mim, me segurando pelo pulso.
Justin: Enquanto eu estava chorando por você, você estava com aquele idiota! – Gritou alterado me olhando com raiva.
Charlotte: Não é bom chorar pelos outros? Agora você sabe o que eu senti e ainda sinto! – Puxei meu braço soltando meu pulso e limpei uma lágrima que escorreu pelo meu rosto. Odiava demonstrar fraqueza na frente dos outros.
Justin: Vocês estão... namorando? – Ele disse olhando o anel no meu dedo. Rapidamente escondi minha mão.
Charlotte: Sim. – Falei baixo. Ele apenas me olhou, dessa vez com tristeza, e passou por mim correndo, sem se preocupar em deixar suas lágrimas escorrerem. Ele entrou no quarto dele e bateu a porta com força. Caminhei lentamente até o meu quarto e fechei a porta. Eu me sentia fraca, queria apenas chorar e não fazer mais nada. A verdade era que eu precisava de Justin, precisava mais do que tudo, mas era fraca demais para admitir isso.

- narrado por Justin B. –
Ver ela, minha irmã, a garota que eu amo, com um anel de namoro no dedo foi a coisa mais horrível que eu poderia ver. Como se não bastasse ela estar namorando, ainda estava namorando com aquele imbecil do Robert. Se pelo menos fosse alguém que gostasse dela e pudesse fazer ela feliz...
Eu chorava feito um bebê enquanto pensava em algo que pudesse fazer ela me perdoar e decidi tocar violão para arejar minha cabeça, isso sempre funcionava e dessa vez não seria diferente. Comecei a tocar e cantar a mesma música que eu tinha escrito pra Char e isso me deu uma ideia. Não era algo que eu queria fazer, mas talvez servisse como prova de que eu a amava. Amanhã depois da escola eu resolveria isso.

[...]

O dia na escola tinha sido horrível. O clima entre mim e Charlotte estava horrível e nós não podíamos mudar nossos horários, então ficaríamos na mesma sala até o resto do ano. Ver ela e Robert se beijando a todo instante era horrível, eu me sentia um lixo, incapaz de fazê-la feliz.
Ryan foi embora comigo e antes de irmos pra casa passamos no local onde eu faria minha inscrição para o show de talentos do bairro. Ninguém acreditou muito quando eu disse que eu faria isso, mas eu estava decidido.
Ryan: Cara, eu não acredito que você vai fazer isso. É a primeira vez que vai cantar em público. – Falou enquanto entrávamos em casa.
Justin: Você tá parecendo minha mãe quando souber. – Ele riu.
Pattie: Souber do que? – Ela disse surgindo na sala. – Oi Ryan. – Acenou pra ele.
Ryan: Oi mãe. – Falou e minha mãe riu. Ryan chamava minha mãe de mãe de brincadeira e também porque ele sempre ficava mais tempo aqui em casa do que na casa dele quando éramos menores, então minha mãe era como uma segunda mãe pra ele.
Pattie: O que eu preciso saber? – Falou me abraçando.
Justin: Eu me inscrevi no show de talentos daqui do bairro. – Pude ver seus olhos brilharem e ela abriu um enorme sorriso.
Pattie: Ai meu Deus, é verdade isso? – Falou animada.
Ryan: É, eu também não acreditei. Só acreditei quando vi ele se inscrevendo.
Pattie: Que bom meu filho! Eu sempre quis que você levasse a música mais a sério. – Ela me abraçou.
Justin: Mãe, eu só vou participar por diversão ok? – Falei e ela assentiu.
Pattie: Estou feliz mesmo assim. Quando é?
Justin: Quando é mesmo Ryan?
Ryan: Daqui 3 semanas.
Justin: É verdade.
Pattie: Anota isso aí, Justin. Tenho certeza que você vai esquecer. – Assenti e anotei no celular.
Justin: Vou trocar de roupa, já volto. – Eles assentiram e foram para a cozinha. Subi correndo e enquanto ia para meu quarto ouvi vozes no quarto da Charlotte. Abri um pouco a porta e vi Charlotte brigando com Robert. Que ótimo namoro, em menos de 24 horas já estão quase se matando.
- fim da narração de Justin B. –

Charlotte: Seu filho da puta! Por que não a afastou? – Gritei. Hoje vi Robert e uma garota se beijando na frente da escola e segundo ele, ela que o beijou.
Robert: Eu a afastei, mas você não ficou lá nem 2 segundos pra ver. Pode perguntar para aquele seu amigo, o Chaz, ele estava lá e viu.
Charlotte: Vai embora. Quando eu me acalmar a gente conversa. – Falei passando minhas mãos pelo meu cabelo.
Robert: Ok. Posso te ligar depois? – Assenti. – Tchau. – Me deu um beijo na minha bochecha e saiu do quarto.
Esse namoro mal começou e já tá dando confusão. Depois irei falar com o Chaz e perguntar sobre isso pra ele.
Prendi meu cabelo em um coque mal feito e fui até a cozinha. Minha mãe e Ryan conversavam sobre Justin e eu revirei os olhos, indo até a geladeira e bebendo um pouco de água.
Pattie: Cadê o Robert, Char?
Charlotte: Foi pra casa. – Falei sentando ao lado de Ryan.
Pattie: Mas já? Achei que ele ia almoçar com a gente.
Charlotte: Nós brigamos.
Ryan: Novidade... Quando é que vocês não brigam? – Ri.
Pattie: Por que vocês estão namorando? Que eu saiba você acha ele chato e irritante.
Charlotte: Ele é, mas eu quero tentar ser feliz com alguém. – Pattie me olhou desconfiada e deu de ombros, enquanto Ryan me olhava sério.
Pattie: Eu chamei a Savannah e o Blake para passarem o fim de semana com a gente. – Falou na mesma hora que Justin surgiu na cozinha.
Justin: Tá brincando né? Eu não quero esse moleque aqui em casa não. – Disse emburrado sentando ao lado de Pattie e na minha frente.
Pattie: Por que? Ele é parece ser um ótimo garoto.
Charlotte: Sim, ele é. – Olhei com deboche para o Justin e ele revirou os olhos.
Pattie: Mas infelizmente eles não vão poder vim. – Dessa vez Justin que me olhou com deboche e eu chutei a perna dele.
Ryan: Quem são esses?
Charlotte: Uns amigos que conhecemos no Texas.
Ryan: E essa Savannah é gata?
Pattie: Ryan! – Eu e Justin rimos.
Ryan: O que foi?
Justin: Ela é a mãe do Blake.
Ryan: E o que que tem? Vai que ela gosta de garotos mais novos... – Justin deu um tapa na cabeça dele e nós rimos.
Pattie: Para de assanhamento, Ryan. – Falou enquanto Meggie nos servia.
Ryan: Parei. – Falou esfregando o local que Justin bateu. – Vai fazer o que hoje, Char?
Charlotte: Ligar pro Chaz e resolver minha situação com o Robert.
Pattie: O que o Chaz tem a ver com vocês dois?
Charlotte: É que eu vi o Robert beijando uma garota hoje e ele jura que foi ela que o beijou e ele a afastou. Como o Chaz viu tudo, eu vou falar com ele pra ver o que ele sabe.
Justin: Esse Robert beija qualquer garota que vê pela frente.
Charlotte: E você não né? – Falei e ele não respondeu. Terminei de comer rapidamente e fui para o meu quarto. Peguei meu celular, disquei o número de Chaz e ele atendeu no 4º toque. Conversamos um pouco sobre Justin – mesmo sem eu querer – e ele me contou que era verdade o que Robert disse, ele tinha afastado a garota.
Troquei de roupa e peguei a chave do meu carro para ir até a casa de Robert, mas quando ia sair do quarto Justin entrou e me segurou pela cintura, deixando seu rosto a poucos centímetros do meu.

Finalmenteeee eu voltei \o/
Durante esse tempo que fiquei sem internet, escrevi 3 capítulos e aí tem 2 pra compensar o tempo que não postei. Espero que gostem :)
Eu criei um grupo no Facebook para vocês falarem com nós e nós falarmos com vocês, então participem dele! O link é >esse< :)
Falem comigo pelo ask. Deem sugestões, façam pedidos, conversem comigo, tirem dúvidas, meu ask é aberto para tudo e para todos haha
Amanhã vou postar aqui de novo e no blog de Imagine BeadlesBabe, então aguardem :D
Beijos e até o próximo capítulo ;*

Divulgando:

12 comentários:

  1. Aaah continuaaa eu quero ver oq ele vai fazer aaaah posta logoo

    ResponderExcluir
  2. EBA FINALMENTE VC POSTOU :D kk
    AMEI TA MTO MTO PERFEITO *-*
    JA DA PRA SABER QUE VAI ROLAR ALGUMA COISA AI NÉ RS'
    bjs CONTINUAA LOGOO
    VICK

    ResponderExcluir
  3. ebaaassss continua pfvr

    ResponderExcluir
  4. Aêêêê...finalmente cara...ta muuito boom..#Continuaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  5. ai continua meu amor, te amo diva

    ResponderExcluir
  6. DIVULGA O MEUUU FANFIC POR FAVORR! PRECISO MUITO DISSO!!! ADOREI O SEU!! CONTINUE TA MASSA!!! ME DIVULGAAAAAAAAAA PLISSS! LEIAM: http://iimaginebbelieber.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Uhuuu ela voltou kk.. Continuaaaa logoo.. Eu amei. Bum sei pra q ela aceitou kk. E quero ler o do beadles logoo..

    ResponderExcluir
  8. CONTINUA LOGO GAROTA! ESTOU SUPER CURIOSA! AI MEU DEUS! Não acredito que ela aceitou :/ mais tipo, ela ficou em uma situação chata, eu sei.. Beijos e ficou perfeito <3

    ResponderExcluir
  9. Amei, amei, amei o capítulo, muito perfeito *-* Ahh, será que ele vai beijar ela e sei lá, tentar pedir desculpas?? Serio, eles tem que se resolverem logo... Continua logo, please... Beijustins!

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.