01/05/2013

8º Capítulo - Vegas Girl: Want to date me?

| |
Large

Fiquei pensando que, se contasse a verdade sobre tudo o que tinha acontecido, talvez o Jason contasse pra mais alguém ou ficasse com raiva de mim.

Eu: Eu sai, você sabe. E machuquei a perna. - Menti descaradamente. Sentei no chão no quarto pois já não aguentava mais de dor.
Jason: Isso tá sangrando? - Se abaixou do meu lado - Lindsay, ta sangrando muito! O que você fez? Me fala.- Fiquei pensando numa desculpa mas não vi saida além de falar a verdade.
Eu: Me leva no médico, no caminho te explico. - Ele assentiu, pegou nossos documentos, celulares e colocou no bolso, depois me pegou no colo e me levou até o carro.
Jason: Cadê a chave?
Eu: Vamos com o seu, é melhor. - Respondi ao pensar que talvez pudesse estar sendo procurada pela polícia.
Jason: Certo. - Abriu o carro e me colocou sentada com as pernas em cima do banco de trás, depois foi pro banco do motorista e fomos pro hospital mais próximo.
Recepcionista: Qual o nome da paciente?
Jason: Lindsay Victoria Campbell.
Recepcionista: E o seu?
Jason: Jason McCann Bieber.
Recepcionista: Me empresta os documentos de vocês. - Jason assentiu e entregou os nossos documentos, eu estava numa cadeira de rodas parada do lado dele. - Bom, Lindsay passará por uma avaliação. É logo alí. - Apontou pra uma das salas
Jason: Obrigado. - Guardou os documentos e seguiu empurrando a cadeira de rodas até a tal sala. A médica me examinou e viu que eu tinha levado um tiro de raspão, mas disse que não era nada grave. Jason me fuzilava com o olhar.
Médica: Vamos fazer um curativo e você vai tomar uns remédios.
Eu: Certo. - Jason não falava nada, abaixou a cabeça e ficou mexendo no celular. Droga! Aquilo com certeza não era bom. A médica fez os curativos rápido, me deu um remédio lá, acho que era pra dor, fez uma receita com os remédios pra eu comprar e tava tudo certo. O que era estranho, porque eu tava com muita dor.
Médica: Melhoras, Lindsay. - Sorriu apertando minha mão, e depois a de Jason. Saímos daquele hospital sem dizer uma palavra sequer. Aquilo já tava me matando.
Jason: Lindsay. - Disse quebrando o silêncio. Finalmente!
Eu: Oi?
Jason: Tem certeza que você vai continuar com aquela gangue? - Deu partida no carro.
Eu: Eles vão me matar.
Jason: Se você quiser, acaba com eles. Tu sabe! Você que toca aquela porra.
Eu: Não é assim.
Jason: Você sabe que é. Tu atira melhor que qualquer um daqueles moleques.
Eu: Você não sabe o que ta falando.
Jason: Sei sim. - Parou o carro em frente à minha casa, me ajudou a descer, fechou o carro e entramos. Meu pai estava na sala lendo.
James: Onde estavam?
Eu: É... é... no.. - Gaguejei, não querendo contar a verdade.
Jason: No hospital. A Lilo se machucou e eu a levei lá.
Eu: Mas tá tudo bem. - Acrescentei.
James: Hm, então tá bom. Vão dormir?
Jason: Uhum.
Eu: Boa noite pai. - Dei um beijo na testa dele e subi pro meu quarto, uns 5 minutos depois o Jason subiu também.
Jason: Então... eu não vou deixar nada de ruim acontecer contigo.
Eu: Sei lá viu. Amanhã tem aula?
Jason: Tem.
Eu: Vamos dormir?
Jason: Uhum. - Tomei um banho bem rápido, coloquei um pijama e deitei. Jason deitou do meu lado só de cueca. 
Eu: Ta frio pra você dormir assim!
Jason: Você me esquenta. - Ri balançando a cabeça negativamente, puxei o cobertor e ele me abraçou.


(....)

Eu: Jason, acorda! - Cutuquei ele. Eu já tinha tomado banho e estava pronta o esperando.
Jason: Mais 5 minutos.. - Resmungou
Eu: Jason, mais 5 minutos e a gente se atrasa. - O cutuquei novamente.
Jason: Tá, tá. - Revirou os olhos e levantou, indo até o banheiro do meu quarto. 

Parei pra pensar e, fazia tempo que não conversava com as minhas amigas. Que falta elas faziam!
(...) Sentei na cama e fiquei mexendo no celular enquanto o Jason tomava banho. Logo ele saiu, lindo, com um sorriso incrível no rosto.

Jason: Vamos? - Perguntou me tirando do transe enquanto pegava suas malas.
Eu: Você vai embora?
Jason: Preciso ir pra casa, né?! Mas você sempre pode ir dormir comigo.
Eu: Vamos, Jason. - Peguei a chave do meu carro dentro da bolsa e desci as escadas correndo, meu pai já tinha saído pra trabalhar. Jason guardou as malas no carro dele e assim fomos, cada um no seu carro.

Chegamos na escola em cima da hora, então fomos direto pra sala. Minhas duas primeiras aulas era de Química. Sentei na carteira do lado da Lucy e atrás da Jane, que dormia. Como sempre.

Lucy: E aí.
Eu: Que foi?
Lucy: E o Jason? Veio hoje? Já voltou pra casa?
Eu: Quanta pergunta, cara. Ele veio e volta pra casa hoje.
Lucy: E você ta feliz com isso?
Eu: Tanto faz. - Menti. Ela deve ter questionado a minha resposta, mas eu coloquei o fone de ouvido e não ouvi mais nada. Abaixei a cabeça e dormi até o sinal anunciar o fim da 2ª aula. 
Jane: Que aula é agora? - Acordou assustada
Lucy: Inglês.
Eu: Droga, odeio aquela vaca.
Lucy: Nós sabemos. - Riram e eu fui até o outro lado da sala onde tinha uma janela, acendi um cigarro enquanto a professora não chegava. Até que ela entrou na sala, dei o ultimo trago enquanto passava por ela e...
Professora: Você sabe que é proibido fumar dentro das dependências da escola, Lindsay Victoria. - Parei na frente dela e soltei a fumaça em direção ao seu rosto, ridículo. A sala toda gritou "ooooooooooorra!", eu ri e fui pro meu lugar. - Na próxima, você toma suspensão.
Eu: E qual o problema nisso? - Gritei do meu lugar pra que ela ouvisse, mas ela me ignorou e começou a aula. Fiquei conversando com as meninas o tempo inteiro.
Jane: É, você ta apaixonada. - Falou quando eu contei sobre o Jason.
Eu: Vai te foder! - Rimos
Lucy: Vai abandonar a quadrilha?
Eu: Nem vou.

Durante todas as aulas ficamos conversando, não prestamos atenção em nenhuma. Literalmente. Eu tava sem saco pra tudo isso, e não, eu não vi o Jason no intervalo, provavelmente ele ficou jogando futebol com os moleques. A semanas atrás ele nem tinha amigos, que mudança, hein?!

(...) Cheguei em casa e me joguei na cama, fiquei me revirando na cama mas não consegui dormir. Estava perturbada, mas continuei lá. Até que recebi uma mensagem.

" Me encontra aqui em casa, 18 horas. - Jason "

Continuei enrolando na cama, pensando no que ele podia querer comigo. Liguei a TV e fiquei assistindo "A Cinderella Story", um filme de princesa da Hilary Duff. Até que não era tãããããão chato.

(...) Quando o relógio mostrou 17:30, tomei banho, sequei meu cabelo deixando-o solto, fiz um make leve e me vesti. Eu já tava atrasada. Foda-se.
Liguei o carro e voei pra casa do Jason. Quando cheguei, toquei a campainha 2 vezes e ele abriu a porta.

Jason: Oi pequena. - Me deu um selinho e eu sorri, um sorriso meio falso. Eu não tava muito simpática hoje.
Eu: O que houve? - Perguntei enquanto entrava na casa dele. Joguei minha bolsa no sofá e continuei em pé, esperando por uma resposta.
Jason: Tá com fome? Já é pouco mais de 19h.
Eu: Um pouco, não almocei.
Jason: Então vem. - Segurou minha mão e me guiou até a sala de jantar. A mesa estava linda, meia-luz, velas, rosas vermelhas e tudo mais.
Eu: Isso tá lindo! Você que arrumou?
Jason: Sim, tentei. - Sorriu e puxou a cadeira pra eu sentar. - Vou pegar o jantar. - Assenti e ele foi até a cozinha, voltou com os nossos pratos prontos. Colocou vinho nas taças e se sentou na minha frente. Ficamos comendo e conversando por um boooooom e longo tempo. Ele me fazia muito bem, incrível. 
Eu: Mas então...
Jason: Não te chamei aqui conversar assuntos aleatórios, na verdade. Te chamei porque, eu precisava te dizer o quão incrível e maravilhosa você é e o quão tu vez meu coração disparar desde que ficamos pela 1ª vez. Você desde então, não saiu mais da minha cabeça. Quando você saiu e disse que me amava, eu sabia que alguma coisa de ruim ia acontecer. Eu pensei que talvez você nem pudesse voltar mais, mas eu precisei confiar. Rezei pra todos os Santos e deixei tudo nas mãos deles, e aí você voltou, machucada, mas voltou. Eu senti necessidade de cuidar de ti. Aliás, eu sinto que preciso cuidar de ti o tempo inteiro. Enfim. Eu te amo, eu te amo muito. - Tirou uma caixinha preta aveludada do bolso - Você quer namorar comigo?


Oi meus amores <3
Como o prometido, ta aí o cap. haha, espero que vocês gostem!
Já sei qual vai ser o fim dessa história \õ/
HUAHA (le eu querendo deixar vocês curiosas)

Não vou responder os comentários porque eu dormi o dia inteiro (motivo: estresse, raiva, vontade de não falar com ninguém e sono mesmo) e acabei esquecendo de cuidar da vida! Ahahah

Falem comigo:

(Eu sei que não dá pra conversar pelo instagram mas eu sigo de volta quem pedir \õ/ hahaha, aliás, no twitter também!)

Beijos s2

+ 17 comentários.




18 comentários:

  1. Continuaaaa, ATÉ QUE EM FIM EU FUI A PRIMEIRA A COMENTAR, UUUUUUUUUUUUUUUUUUHUL, To feliz, continuaaaa tá muito perfeitoo! *--*

    ResponderExcluir
  2. Que fofinho ...
    Continuaaaa
    Ela vai aceitar ??
    Continuaa

    ResponderExcluir
  3. Perfeito... amei... me segue insta: do_bieber, twitter: @juh_valentin

    ResponderExcluir
  4. OMG OMG OMG OMG! QUE COISA MAIS LINDA <3 EU AMEI :3 Ele falando que ama ela, que necessita em cuida dela *u* ai que coisa mais fofa. Eu acho que ela deveria, largar essa gangue u.u povo doido. #PERFEITO beijos na bunda gorda. Eu vi suas fotos no instagram amor, depois irei te seguir. Que coisa linda você é <3 beijos

    ResponderExcluir
  5. cara tu é muito diva!eu acho o jason muito fofo!tá PERFEITO!CONTINUAAAAAA!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. coninua continua que fofo ele cara...

    ResponderExcluir
  7. Continua por favor ta muito perfeito

    ResponderExcluir
  8. Q fofo o jason cara, continuaaa

    ResponderExcluir
  9. Posta o 12 de ILWMB por favor se nao eu morroo bjus

    ResponderExcluir
  10. Cara ta perfeito d+ quase morri o Jason é mt fofo

    ResponderExcluir
  11. Amei o capítulo, muito dico, continua logo!
    Beijos!

    Ass: Midi dos Santos

    ResponderExcluir
  12. Continua, está muito perfeita a IB. :)

    ResponderExcluir
  13. Coontinuaaaaaaaaa Diiva <3<3<3<3<3 '

    ResponderExcluir
  14. Perfeiiiiitoooooo <3

    ResponderExcluir
  15. Se ela n aceitar vou fcar mto bad!! Desculpa ncomentar antes, prometo comentar todos daqui pra frente e SIM estou amando

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.