23/12/2012

IB de Natal: All I Want For Christmas Is You - Capítulo Único

| |

Dia 24 de dezembro de 2012, 8:00PM
Faz exatamente 3 anos que eu conheço meu melhor amigo: Justin Drew Bieber, ou apenas Biebs. Sim, ele é o cantor mais famoso do mundo, aquele que derrete milhões de corações apenas com um sorriso, mas eu não me importo, pra mim ele é apenas o Justin, meu melhor amigo e aquele que ganhou meu coração com apenas um sorriso e um beijo. É, ele não sabe que eu o amo e eu não pretendo contar, não tenho coragem pra isso. E sim, nós já nos beijamos, mas foi apenas uma vez. Por mim eu beijaria ele todos os dias, mas não depende só de mim. Infelizmente.
RachelMel, venha ajudar eu e a Pattie com a ceia! - Minha mãe gritou da cozinha. Fechei o livro que estava lendo e fui até lá, vendo a enorme mesa toda decorada em tons de vermelho para a ceia de Natal.
Melissa: Por onde eu começo? - Disse e olhei rapidamente para a janela do lado da árvore de Natal. Lá fora nevava e se não fosse o aquecedor, com certeza estaríamos com muito frio.
Pattie: Querida, vai colocando os talheres, pratos e as taças na mesa, por favor. - Disse Pattie com sua voz doce. Ela é a mãe de Justin e não pode acompanhar o filho na viagem que ele precisou fazer para Nova York, então iria passar o Natal conosco e com seus pais, Bruce e Diana. Isso era ótimo, já que eu e minha mãe sempre passamos o Natal sozinhas.
Melissa: Ok. - Peguei os talheres que minha mãe só usava em ocasiões especiais e comecei a colocá-los sobre a mesa, junto com os pratos e as taças. - Como Justin está lá em Nova York? - Perguntei à Pattie, que ajudava minha mãe com as comidas.
Pattie: Ele me ligou hoje, disse que está bem e que deve voar para cá amanhã. Também desejou feliz natal para vocês. - Ela sorriu, simpática como sempre. Eu adorava Pattie, ela estava sempre feliz e tratava todos muito bem.
Melissa: Bruce e Diana chegam que horas? - Perguntei. Estava com saudades deles, já fazia algumas semanas que não os via, pois eles moravam em outra cidade, Stratford para ser mais exata. Pattie está aqui em casa faz alguns dias e deve ir para Stratford assim que Justin chegar.
Pattie: Já devem estar na estrada. - Assenti.
Terminei de arrumar a mesa em silêncio e então elas me liberaram para me arrumar, mesmo eu insistindo em ajudar. Segundo elas eu demoro demais pra me arrumar. Até que isso é verdade. Ri com o meu pensamento.
Fui direto para o banheiro, me despi e entrei embaixo da água quente do chuveiro.
Sinto falta de Justin, das suas palhaçadas, chatices e do seu abraço. Desde agosto eu não consigo o ver direito, por conta da sua turnê e sua agenda de final de ano lotada.
Ele com certeza é o melhor amigo que alguém poderia ter e eu não o trocaria por nada nesse mundo.
Terminei meu banho e me enrolei na toalha. Enquanto penteava o cabelo e o secava, cantarolei algumas músicas do Under The Mistletoe. É o meu favorito.
Abri o guarda-roupa e peguei o vestido que minha mãe me deu de presente ontem, junto com o sapato. O vesti e fiz uma maquiagem bem básica. Pensei um pouco e decidi deixar meu cabelo solto e natural. Gosto dele assim.
Peguei o presente que comprei para todos e desci a escada, carregando as sacolas de lojas diversas que não estavam tão pesadas.
Bruce: Mel! - Sua voz grossa ecoou pela sala quando eu desci a escada, me fazendo levar um pequeno susto, causando risadas em todos. Corei fraco e corri até seus braços, lhe dando um abraço.
Diana: Mel, como você cresceu! - Ela me abraçou quando Bruce me soltou. Ela é um mais baixa que eu e é aquele tipo de avó que todos desejam ter. Bem, ela não é minha avó, mas a considero como uma.
Melissa: Não faz nem um mês que nós se encontramos. - Ela e Bruce riram.
Bruce: Tenho que concordar com a Diana, você realmente estar maior.
Melissa: Se vocês dizem... - Dei de ombros. - Eu vou colocar os presentes embaixo da árvore. Só um minuto. - Eles assentiram e eu fui até a árvore, que já estava cheia de presentes, e coloquei o meu lá.
Deixei o presente de Justin mais atrás, pois queria tentar não lembrar tanto dele para não sentir mais saudades do que eu já estava sentindo.
Queria tanto que ele estivesse aqui...
Sacudi a cabeça tentando me livrar desses pensamentos assim que ouvi risadas na cozinha. Fui até lá e as mulheres terminavam de preparar a ceia, enquanto Bruce olhava tudo atentamente sentado em uma das banquetas do balcão. Sentei do lado dele, já que não entendia nada de cozinha, e ele passou seus braços por cima do meu ombro.
Bruce: Você está muito bonita. - Corei levemente. Não sabia responder à elogios.
Melissa: Obrigada, Bruce. Você também está. - Sorri.
Bruce: Hey! Não me chame de Bruce! - Disse fingindo estar bravo e eu ri.
Melissa: Oh, desculpa vô. - Viu só? Bruce e Diana já tinham me adotado como neta.
Ele riu, me fazendo rir junto. Sua risada era contagiante e logo todos estavam rindo também, sem nem mesmo saber o porque.
[...]
Dia 24 de dezembro de 2012, 11:50PM
Rachel: Vem gente, está quase na hora da ceia! - Ela gritou lá da cozinha, onde ela estava com Pattie. Eu, Diana e Bruce estávamos na sala conversando, mas logo levantamos e fomos até a cozinha. Sentamos à mesa e ficamos conversando, até alguém bater na porta.
Rachel: Quem será essa hora? Mel, pode atender por favor? - Todos ali se entreolharam e sorriram. Eu apenas assenti e fui até lá.
Olhei pelo vidro da porta e eu diria que era imaginação minha se ele não tremesse de frio quando um vento forte passou. Abri a porta rapidamente e praticamente me joguei em seus braços.
Justin: Hey, pequena, eu senti tanto a sua falta. - Ele afagou meus cabelos em meio ao abraço.
Melissa: Eu também senti a sua Biebs. Você nem imagina o quanto. - Lhe dei um beijinho na bochecha e ele sorriu. Ah, aquele sorriso perfeito... Quanta falta eu senti dele. - Mas espera, você não ia vim só amanhã?
Justin: Vamos entrar, está muito frio aqui. Lá dentro eu te conto tudo. - Assenti e nós entramos. Realmente estava frio lá fora, mas eu só fui perceber quando ele falou.
Justin: Vô! Vó! Mãe! Tia Rachel! - Gritou quando entrou em casa, nos fazendo rir. Que eu sabia Justin sempre gostou de gritar e ele nunca perde essa mania.
Pattie: Filho! - Ela foi abraçá-lo e ele pegou ela no colo, a girando.
Diana: Achei que você não ia chegar a tempo. - Disse e o abraçou.
Justin: Também achei, mas eu consegui terminar tudo mais cedo. - A soltou. - E aí vô! - O abraçou.
Bruce: Nossa, você cresceu demais! - Justin riu e eu ri também quando lembrei que ele disse a mesma coisa pra mim.
Justin: Heey! - Abraçou minha mãe.
Rachel: Oi, Justin. Como foi lá?
Justin: Foi ótimo, pena que vocês não estavam comigo. - Fez biquinho, o que me deu vontade de apertá-lo.
Diana: Gente, é meia-noite em ponto!
Todos: Feliz Natal! - Todos gritaram e depois todos se abraçaram.
Eu abracei Justin por último, e quando fui abraçá-lo ele sorriu. O abracei forte, enquanto ele afagava meus cabelos.
Justin: Senti falta desse abraço. - Ele disse baixo, apenas para mim ouvir, enquanto ainda estávamos abraçados.
Melissa: Senti falta de você. - Ele sorriu. Nós ficamos nos encarando, mas fomos interrompidos com Pattie nos chamando para jantar.
Nos sentamos à mesa e fizemos uma oração. Depois comemos enquanto conversávamos e Justin contava sobre a viagem.
Justin: Gente, eu queria cantar uma música pra Mel. - Sorriu tímido e eu o olhei sorrindo. Ele fica tão fofo quando está tímido.
Pattie: Pode cantar querido. - Ela sorriu o aconselhando.
Justin: Eu vou pegar meu violão no carro. Aproveito e já trago minhas malas. - Assentimos e ele saiu, mas antes me deu um beijo no topo da cabeça.
Ficamos conversando e logo Justin chegou com seu violão. Puxou uma das cadeiras e sentou, começou a dedilhar as cordas do violão e então começou a cantar uma versão acústica de Only Thing I Ever Get For Christmas. [n/a: nesse link não está acústico porque o Justin nunca criou uma versão acústica pra ela]
Seus olhos castanhos "cor-de-mel" ficavam fixos nos meus o tempo inteiro e algumas lágrimas brotavam nos meus olhos. Será que ele gosta de mim e essa música é um sinal? Será que algum dia eu teria alguma chance com ele? Não, ele é o Justin Bieber, pode ter qualquer mulher do mundo, porque iria querer à mim, uma garota comum, sem nada de especial? Aliás, eu sou a melhor amiga dele e aposto que ele não quer que passe disso.
Todos olhavam para Justin orgulhosos e às vezes me olhavam também, mas eu não conseguia desviar meu olhar do Justin. Parecia que nossos olhos eram atraídos por um imã.
Justin: Eu quero dizer algumas coisas. - Disse sorrindo quando sua doce voz parou de ecoar pelo local e todos deram sinal para ele continuar. - Sabe Mel, tem bastante tempo que nós nos conhecemos. Faz 3 anos hoje né? - Assenti. - Lembro até hoje quando esbarrei em você na rua no dia 25 de dezembro de 2009. Você estava indo comprar alguma coisa e sem querer nos esbarramos. - Assenti sorrindo. - Com o tempo nós fomos nos conhecendo melhor e acabamos nos tornando melhores amigos. Foi uma das melhores coisas que já aconteceu na minha vida. Você me acompanhou durante grande parte da minha carreira e eu agradeço todos os dias por isso. Não consigo imaginar minha vida sem você. - Ele sorriu e se aproximou. Pegou uma das minhas mãos e me ajudou a levantar, se ajoelhando à minha frente em seguida. Eu tremia e não sabia o que fazer, apenas olhava para os olhos de Justin e escutava o que ele falava. - E é por isso que eu estou ajoelhado aqui. Mel, deixa eu cuidar de você, deixa eu sentir o seu doce beijo todos os dias, deixa eu te abraçar quando você estiver triste, deixa eu cuidar de você? Quer me fazer o homem mais feliz do mundo? Quer ser minha garota, minha namorada? - Ele pegou uma caixinha de veludo roxo no bolso e a abriu, revelando um anel lindo e fazendo todos nos olharem curiosos.
Eu não sabia o que dizer, não sabia de onde tirar palavras, mas eu precisava dizer algo, só não sei como.
Melissa: Eu... eu não tenho o que dizer.
Justin: Um sim seria ótimo. - Todos riram.
Melissa: Sim! Eu aceito! - Pulei em cima dele, o pegando de surpresa, e o beijei. Todos aplaudiram e eu nós dois sorrimos ao mesmo tempo durante o beijo. Milhões do borboletas voavam no meu estômago, minhas pernas estavam bambas e todos os pelos do meu corpo estavam arrepiados. Esse é o efeito que só ele causa em mim.
[...]
Dia 25 de dezembro de 2012, 3:00AM
Enquanto os adultos estavam arrumando a cozinha, eu e Justin estávamos na varanda, sentados em um sofá, abraçados e assistindo a neve cair. Finalmente estávamos juntos e esse com certeza foi o melhor Natal da minha vida.
Melissa: Sabe... às vezes eu tenho medo. - Disse quebrando o silêncio que se instalara ali e apertei a mão de Justin um pouco mais forte quando esses pensamentos vieram à minha mente.
Justin: Do que? - Me fitou com seus lindos olhos.
Melissa: De que isso não dê certo. Você está sempre viajando, tem milhões de fãs que te amam e principalmente: tenho medo que isso estrague nossa amizade.
Justin: Não se preocupe com isso, pequena. Apesar das minhas viagens, eu vou fazer de tudo pra ficar com você, e você vai poder viajar comigo. Eu pensei bastante antes de te pedir em namoro e também conversei com a minha mãe, que me ajudou a tomar a decisão certa. Pode ter certeza que mesmo se acontecer alguma coisa eu vou sempre estar aqui pra você quando você precisar. - Ele sorriu e eu o abracei forte. Como consegue ser tão perfeito?
Melissa: Eu também sempre vou estar aqui pra você. - Disse durante o abraço.
Justin: Eu te amo. - Sussurrou antes de selar nossos lábios.
E durante o Natal, vendo a neve cair, nós nos beijamos mais uma vez. Mais uma vez eu senti borboletas no estômago e mais uma vez eu percebi o quanto eu amo Justin e o quanto ele é perfeito.
Justin é aquela pessoa que faz tudo para te ver sorrindo, que é sempre atencioso e sempre está lá quando você precisa. Ele é tudo que eu queria de Natal.


Heeeey lindonas \o/
Eu disse que ia postar dis 25, mas eu consegui uma internet decente aqui e deu pra terminar de escrever e postar *O*
Me digam o que acharam dessa IB de Natal e comentem bastante :D
Infelizmente, só vou poder postar California Sky dia 25 :(
Enquanto não posto, leiam o Imagine BeadlesBabe e fiquem sempre atentos aqui no blog pois a qualquer hora pode surgir um capítulo novo ;)
É isso. ^^
Não esqueçam de comentar haha

Divulgando:
http://justinetaylor.blogspot.com.br/
http://sonhos-de-belieber-com-justin-bieber.blogspot.pt
http://imaginecomojbieber.blogspot.com.br/
http://imaginnecomjdb.blogspot.com.br/
http://imagine-beliebers-s2.blogspot.com

Já ia esquecendo: Leticia Medeiros, Canadian Boys, maria paula gurgel, BolgStar e alguns anônimos MUITO obrigada por sempre comentarem *----*
Se esqueci de alguém, avisa ^^
A Leticia e a Mari fizeram um comentário divo *o*
Agora tenho que ir. Beijos.
Comentem ;*

6 comentários:

  1. AMEI, essa IB de Natal, que linda, fofa, maravilhosa, perfeeeeeeeeita, AMEI, AMEI, AMEI, AMEI !!!
    XOXO

    ResponderExcluir
  2. OMB.. que isso? Eu amei, ficou simpplismente PERFEITO.. Chorei tá!! Rum

    ResponderExcluir
  3. Heeey pode me chamar de maria !!!! Mas tá perfeito.o cap unico esse.sem.duvida.foi o melhor presente de natal que alguem poderia me.dar!!!!! Amei continua logo!!!!!

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar um comentário. Além de deixar a autora feliz, vai ajudá-la a saber se você está gostando ou não. Se achar algum link que não esteja funcionando nos avise.